Após estudos que comprovaram que não há riscos às pessoas, as trilhas do Nepal foram reabertas após terremoto que atingiu o país.

Há três meses, um terremoto de escalas devastadoras atingiu o Nepal, trazendo consequências trágicas para o país, como mortes e milhares de desabrigados. O turismo local também foi atingido e uma das trilhas de caminhadas mais famosas do país foi interditada ao público.

A trilha de caminhadas foi finalmente reaberta ao público, depois que especialistas afirmaram que a caminhada pode ser feita novamente com segurança.  A Miyamoto International, uma empresa de engenharia da Califórnia, publicou um relatório em que destaca que os danos causados pelos sismos ocorridos na região de Annapurna foram bem limitados.

A rota de caminhadas teve um total de um por cento das trilhas danificadas e somente três por cento das hospedarias que estão localizadas ao longo do circuito sofreram algum dano segundo a empresa. O relatório para a região do Everest ainda não foi finalizado, e os resultados finais sairão em breve.

A solicitação do país para a Miyamoto Internacional foi que avaliasse os quesitos de segurança para o funcionamento das suas trilhas de caminhada mais populares, incluindo as trilhas em torno do Everest. O relatório foi solicitado logo após os tremores, que vitimaram cerca de 9 mil pessoas (incluindo dezenas de guias de viagem e  alpinistas ) e causaram diversos avalanches nas montanhas locais.

O relatório era importante para garantir que nenhum outro desmoronamento pudesse colocar em risco a vida dos turistas ou atletas que frequentam o local. O país tem boa parte de sua renda gerada através do alpinismo e das trilhas, portanto todo o cuidado com a segurança é necessário, para atrair ainda mais visitantes para o local.

Agora, com a liberação das autoridades, o local voltará a ser visitado por milhares de turistas todos os anos. As regiões como as de Annapurna e do entorno do Everest recebem anualmente uma quantidade aproximada de mais de 140 mil alpinistas, o que corresponde a 70% de todos os visitantes que buscam o país para a prática do alpinismo ou da caminhada.

Por Patrícia Generoso

Trilhas no Nepal

Foto: Divulgação


Argentina está no topo da lista como preferência de viagem pelos noivos, ela vem seguida de República Dominicana e México, em segundo e terceiro lugar, respectivamente. Paris foi a única cidade europeia que foi citada, com 4% de preferência.

Está planejando se casar e está em dúvida sobre para onde ir na lua de mel? Praia ou campo? Dentro ou fora do país? O que vale mais a pena? Essas questões são muito comuns entre noivos, mas muitos já sabem exatamente para onde querem viajar depois da cerimônia. Conheça aqui os destinos para lua de mel mais desejados por noivos do Brasil.

Segundo uma pesquisa realizada pelo Mecasei, site que ajuda em toda a organização do casamento, o destino mais procurado é a Argentina. Depois de ouvir mais de 300 casais, o site fez uma lista com os roteiros que mais foram citados nos questionários.

A Argentina é um destino ótimo para uma viagem de casal, combina o clima romântico e boa comida, além de ter preços acessíveis devido a curta distância. Apesar de ter sido escolha de 12% dos entrevistados, o país não é o único da América Latina que aparece na lista, a República Dominicana e o México também aparecem em segundo e terceiro lugar, respectivamente, provavelmente devido às suas lindas praias e o ótimo clima que proporcionam.

A única cidade europeia que apareceu na lista foi Paris, a capital do amor. Dito como destino certo por 4% dos casais entrevistados, a cidade se destaca por seu clima romântico e suas famosas atrações turísticas como a Torre Eiffel e a Pont des Arts, onde os casais costumam prender cadeados para simbolizar seu amor.

Algumas cidades brasileiras também apareceram na lista, Gramado, Fernando de Noronha e Porto de Galinhas também estão entre os destinos mais procurados por casais que querem passar a lua de mel.

Seja curtindo o frio de uma cidade europeia ou o calor de uma praia tropical, o importante é se sentir bem e se divertir na viagem. Com tantos lugares românticos no mundo, é difícil escolher apenas um para passar uma data tão especial.

E aí, a lista te ajudou a decidir? 

Por Tom Vitor de Freitas

Argentina

Foto: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: