Passear de trem pode apresentar muitas vantagens: resgatar o valor histórico e cultural das cidades, ajudar na despoluição ambiental e, ainda, aproveitar para poupar alguns reais.

Em Minas Gerais algumas ferrovias ligam cidades fazendo um "tour histórico" inesquecível. Entre os trechos preservados estão o Trem da Vale que desde 2006 faz passeios pela ferrovia de Ouro Preto a Mariana. Um dos vagões é panorâmico para que a paisagem possa ser melhor observada; o Trem das Águas, que liga São Lourenço a Soledade por uma ferrovia construída por ingleses há 115 anos; a Estrada de Ferro Oeste de Minas, que vai de São João Del Rey a Tiradentes em um percurso de 13 km e o Trem da Serra da Mantiqueira, que sai da Estação Central de Passa Quatro com destino à Estação Coronel Fulgêncio.

A Associação Brasileira de Preservação Ferroviária é a responsável pela recuperação das estradas. Quem quiser obter mais informações sobre os passeios, o site é o www.abpf.org.br.

Por R. Tesch


Conhecido historicamente como uma coluna de pedra para castigar os escravos antigamente, o Pelourinho é hoje considerado um dos bairros mais visitados pelos turistas que buscam conhecer esse pedaço do Brasil de extrema importância para a História, além de ser conservado como bairro histórico de Salvador.

O Pelourinho passou por um enorme processo de revitalização; abrigando casarões históricos, igrejas em estilo barroco e uma grande vida cultural, o bairro é um dos pontos mais bonitos e requisitados por quem vai à Bahia.

Mesmo histórico é de impressionar como as ruas do Pelô, assim apelidado, se harmonizam com o passado e o presente, sem perder o charme e a beleza que possui.

Juliana Alves


Uma boa opção para quem conhecer a história do Rio de Janeiro, uma boa pedida, é ir á cidade de Petrópolis, que fica apenas 65 quilômetros da cidade maravilhosa. O local também abriga um acervo sobre a monarquia no século 19. A atração mais procurada é o Museu Imperial (1845/1864), abrigando carruagens, mobília e objetos que pertenceram à família real.

A gastronomia e o artesanato também são pontos fortes de Petrópolis, e é bom ter disposição para percorrer as ruas da cidade. Quem curte um passeio ecológico, vai gostar de ir ao Parque Nacional da Serra dos órgãos. Para se refrescar, encarar o Circuito Pedras de Taquaril, pode ser uma boa recompensa para as cachoeiras e pousadas ali existentes.

Pagando a quantia de R$ 178,00 por pessoa, é de direito a estadia em um apartamento duplo com café da manhã, oferecidos pela Pousada Morada das flores. Para quem prefere chalés, o Hotel Pousada dos Pirineus, tem preços a partir de R$ 400,00.

Juliana Alves


Com pouco mais de 25.000 habitantes, a cidade serrana de Miguel Pereira, no Estado do Rio de Janeiro, tem sua principal atividade econômica na pecuária, floricultura e horticultura. A civilidade está presente nas ruas, sem sinais de trânsito, e no respeito dos motoristas aos pedestres.

As descidas de parapente, a cachaça, o artesanato e o clima, considerado o 3º melhor do mundo, são destaques da cidade montanhosa que fica próxima a Vassouras e Paty do Alferes, e com as quais sua história se confunde. Algumas de suas atrações turísticas são o Lago Javary, a Ponte Paulo de Frontin, a Praça Frei José Kropf e o Museu Ferroviário, mas não se pode ir à Miguel Pereira sem passar por suas cachoeiras de águas cristalinas.

Quem quiser se aventurar ou descansar curtindo a natureza pode buscar informações no site do governo do estado www.pmmp.rj.gov.br. Conhecer um pouco mais da história também vale a pena.

Por Rosane Tesch


Localizada no leste de São Paulo, na região do vale do rio Paraíba, Bananal carrega a historia e a cultura do período colonial e da riqueza da época de ouro do café.

A ocupação da região ocorreu no final do século XVII e inicio do XVIII, por ser uma rota para escoar o ouro que vinha de Minas Gerais para Rio de Janeiro, passando por Paraty, e de lá para a Europa. E Bananal foi um dos povoados criados para estadia dos viajantes que passavam pela estrada, os outros foram Areias, Silveiras, Formoso e São José do Barreiro.

Com o fim do período de ouro verde, e da construção da Dutra como alternativa, desativou a subsistência da cidade, que antes era onde a elite do Império, os barões do café moravam. O que perdurou foram à exuberância das construções, fazendas, cachoeiras e da reserva de Mata Atlântica.

Informações sobre hospedagem e passeios, Clique aqui.

Por Thais Gusmão


Longe da badalação de Rio e São Paulo, Minas vive de sua rica história cultural. Cidades como Ouro Preto, Mariana e Tiradentes abrigam ótimos roteiros turísticos.

Ouro Preto além de se destacar com um dos carnavais de ruas mais disputados pelos jovens brasileiros, também se destaca com suas construções tombadas, como Patrimônio Histórico, bons restaurantes e bares. Lá vale a pena conhecer o Museu da Inconfidência, a Feira de Artesanato em Pedra Sabão, as Igrejas, a Rua Direita e a Maria Fumaça.

Mariana foi a primeira cidade de Minas Gerais e caracteriza-se pela aparência de vila, com ruas de paralelepípedos e antigas casas. Se você visitar Mariana, não deixe de conferir a Praça Gomes Freire, a Mina da Passagem e a Cachoeira do Brumado.

A Vila São José, atual Tiradentes é local perfeito para férias sossegadas.  Repleto de pousadas e pequenos restaurantes, Tiradentes, é um verdadeiro pólo turístico-gastronômico de Minas Gerais.  Além da comida típica, confira em Tiradentes, as Igrejas de Santo Antônio, de São Evangelista e de Nossa Senhora do Rosário, o Largo das Forras e a Cachoeira do Bom Despacho.

Por Fernanda Peixoto


A cidade de Dundee está localizada na costa leste da Escócia, na foz do rio Tay com o Mar do Norte e é a quarta maior cidade do país. Dundee conserva muitos atrativos turísticos e preserva sua antiga história através de seus antigos prédios, como o famoso castelo de Broughty, construído em 1496.

Entre as principais atrações da cidade está o Mills Observatory, o único observatório público Britânico construído somente para as pessoas conhecerem e entenderem a ciência. Dundee também possui belíssimos parques, onde visitantes e moradores costumam passar as tardes ensolaradas. Entre os principais parques da cidade estão o The Rock Garden e o Caird Park, ideal para caminhadas e práticas esportivas.

Outro grande atrativo turístico de Dundee é a Grassy Beach, uma mini praia pacata muito procurada por quem gosta de andar de bicicleta, caminhar ou simplesmente sentar e observar a paisagem silenciosa. 

Por Juliete Lunkes


A cidade de La Paz, capital da Bolívia, é rodeada por montanhas e picos nevados dos Andes, que a tornam um destino turístico repleto de exuberantes belezas naturais.  No centro da cidade, gigantescos prédios, boutiques e grandes redes de faz food contrastam com casas de tijolos expostos e pessoas falando em idiomas como o guarani.

O principal vestígio encontrado hoje em dia em La Paz sobre uma das principais culturas da América é um grande sítio arqueológico feito com pedras que chegam a pesar dez toneladas. O passado da cidade orgulha seus moradores, que chegara a construir uma réplica do deus da época, Monolito Benet, talhado em formato humano, em uma praça bem no centro na capital.

Suas ruas irregulares lotadas de lojas de artesanato, cafés e restaurantes e suas belas casas construídas há séculos atrás, dão a La Paz uma personalidade única. A diversão de suas casas noturnas e a cultura que enche seus museus dão o toque básico para La Paz se tornar um excelente destino turístico.

Fonte: Uol

Por Juliete Lunkes


A pequena cidade catarinense de Pinheiro Preto nasceu a partir da construção de uma estrada de ferro. Sua colonização foi formada basicamente por imigrantes italianos e sua economia gira em torno da agricultura e principalmente na produção frutífera como a uva, maçã e pêssego, frutas típicas do clima temperado.

O Caminho dos Lírios é um dos locais mais bonitos do município. São ruas marcadas com pés de lírios por toda sua extensão repletas de cantinas com venda e degustação de vinhos e produtos coloniais. O Túnel Ferroviário é outro ponto interessante da cidade, construído em 1909 por meio da perfuração de uma rocha, ele tem cerca de 100 metros de comprimento.

Uma boa dica de hospedagem para quem for até a cidade é o hotel Três Colinas, que oferece quartos aconchegantes e seguros, além de um ambiente tranqüilo e rústico.

Por Juliete Lunkes


Em Paranaguá, cidade do litoral paranaense, o turista encontra inúmeras opções de passeios, lazer e entretenimento. Repleta de aspectos culturais, a cidade mais antiga do estado conta com inúmeros monumentos históricos, antigos casarios, palácios, museus e prédios tombados pelo patrimônio histórico e cultural.

O Palácio Visconde de Nácar é uma das mais belas edificações da cidade. Construído por volta de 1840, o prédio marcou o período nobre e aristocrático do local. Atualmente é sede do Governo da Província do Paraná. Outra bela construção do final do século XVIII  é o Palácio Mathias Böhn, que pertenceu a um rico mercador alemão que se fixou na cidade.

Repleto de belos sobrados coloniais, a Rua da Praia é outra admirável paisagem de Paranaguá. Os casarios seculares possuem referências da colonização portuguesa e formam um majestoso conjunto arquitetônico tranqüilo e romântico.

Uma ótima dica de hospedagem para quem for até a cidade, é o Camboa Hotel, que oferece luxuosas suítes além de um formoso ambiente. Sua estrutura conta com piscinas externa e interna, sauna, sala de massagem, coffee shop, quadras de esportes e playground. 

Por Juliete Lunkes


A natureza exuberante e as heranças deixadas pelos colonizadores alemães tornam o município gaúcho de Carlos Barbosa um excelente destino turístico em todas as estações do ano. O Parque da Estação Férrea conta com prédios da antiga Estação e da Casa Operário, ambas construídas no ano de 1908. Saindo um pouco do centro da cidade, é possível visitar o Moinho São José, construído em 1887 e rodeado por uma bela natureza. O moninho funciona até hoje com ajuda da água para acionar sua roda de madeira.

No Casário Histórico Enxaimel de Paraguaçu, os visitantes podem conhecer as primeiras casas construídas pelos imigrantes recém chegados, por volta de 1855. Mas para quem gosta mesmo é de emoção e aventura, precisa visitar o Morro do Diabo. Com excelente acesso e infra-estrutura turística básica, o morro é uma das melhores rampas para a prática do vôo livre de paraglider no Rio Grande do Sul, abrigando várias competições ao longo do ano.

Carlos Barbosa conta também com uma básica infra-estrutura para seus visitantes. Uma boa dica para que for visitar o município é hospedar-se no Hotel San Carlos, que tem excelente localização, quartos equipados e confortáveis, além de preços acessíveis.

Créditos da Foto: Esdras Calderan

Por Juliete Lunkes


Pelotas é conhecida pelo seu grandioso patrimônio cultural e histórico. Mas não é só isso que o turista encontra ao visitar a cidade gaúcha. Quem procura simplicidade e aconchego não pode deixar de usufruir do turismo rural que a cidade dispõe. São belas paisagens, cachoeiras e parques onde é possível fazer trilhas ecológicas orientadas, passeios a cavalo e esportes radicais, além de degustar uma rica culinária.

O famoso patrimônio cultural da cidade pode ser comprovado através dos exemplares arquitetônicos e dos inúmeros edifícios tombados como patrimônio histórico e cultural. A mistura étnica de Pelotas é o que caracteriza sua grande riqueza cultural e por isso o município é tido comopatrimônio histórico e artístico nacional e patrimônio cultural do Estado do Rio Grande do Sul.

Entre os principais pontos turísticos da cidade estão as Charqueadas, os Museus, o porto e a estação férrea. Além, é claro, dos diversos prédios antigos, teatros, as inúmeras praças e parques e a região da Costa Doce.

Por Juliete Lunkes


Ao passear pelo município gaúcho de Farroupilha o que se tem é um verdadeiro privilégio de se deparar com tanta beleza natural e histórias preservadas. A cidade, que é berço da imigração italiana no Estado, recebeu este nome por ter sido emancipada em 1934, um ano depois de ser lembrado o centenário da Revolução Farroupilha

Entre os inúmeros atrativos da cidade estão os parques Santa Rita e o dos Pinheiros, que conservam uma extensa área natural com lagos, pedalinhos, pistas para caminhadas e práticas esportivas. O que não se pode deixar de visitar na cidade é o Salto do Ventoso, uma queda d’água em plena mata nativa. Com 52 metros de altura a cascata cai em forma de cortina sobre uma gruta de 200 metros de comprimento por 25 de altura.

Sendo uma cidade tipicamente cultural, Farroupilha conserva dois famosos Museus: o Casa de Pedra e o Museu Casal Moschetti, além de vários monumentos e belíssimas igrejas. Inclusive, é em Farroupilha também que está situado o maior santuário religioso do sul do país.

Por Juliete Lunkes


A cidade de Vassouras fica localizada no estado do Rio de Janeiro, e se destacou no século XIX com as plantações de café, ficando conhecida como a Cidade dos Barões.

Vassouras possui construções coloniais dos anos 1.800, e uma das que merecem visitação é a Casa da Hera, uma chácara com pertences da época, como por exemplo, um piano francês datado de 1856. Na área rural algumas fazendas podem ser visitadas, através de agendamento antecipado, dando direito até a lanches típicos.

É em Vassouras que acontece também durante o mês de julho o Festival do Vale do Café, com destaque para as apresentações musicais que ocorrem em vários pontos da cidade e também nas fazendas das cidades vizinhas.

Por Márcia V. L. Galvão


A cidade de Paraty localizada no Rio de Janeiro é destino de muitos turistas brasileiros e estrangeiros durante todo o ano.

Cidade colonial, considerada patrimônio da humanidade, suas ruas possuem calçamento “pé de moleque”, casarões e igrejas antigas e símbolos maçônicos.

As ruas, são protegidas por correntes que impedem a passagem dos carros, preservam o encanto. Nos antigos casarões há restaurantes, ateliês, bares, centros culturais e pousadas.

Devido a sua arquitetura, a cidade foi cenário de várias novelas e mini-séries como “A Muralha”, “O Quinto dos Infernos”, “Mulheres de Areia” e outras.

No site da cidade, é possível verificar a programação cultural, dicas de estadia e a história do local. Clica lá : www.paraty.com.br

Por Fernanda Peixoto


Como todas as cidades do litoral, quando passam os feriados, férias etc., Angra dos Reis entra na baixa temporada e perde seus visitantes. Para continuar atraindo turistas fora de época, a Fusar (Fundação de Turismo de Angra dos Reis), está investindo nos atrativos arquitetônicos da cidade, ainda mais depois da tragédia abalou a cidade em 01 de janeiro.

Entre eles está o Centro Histórico de Angra, que mantém preservada a arquitetura barroca, através de seus 14 prédios. Os turistas tem livre passagem para visitas durantes todos os dias da semana. Além do Centro, a cidade possui muitos outros atributos históricos e culturais, como suas igrejas, casarões, ruínas e até fazendas, que representam 507 anos de cultura. Com isso, a prefeitura considera que possui características o bastante para atrair turistas durante o ano todo.

Por Fabrício Fuzimoto


Conhecida pelo famoso porto, a cidade de Paranaguá acolhe milhares de turistas a cada ano.

Mas Paranaguá trás além disso muita história e belezas naturais.

Com imóveis arquitetônicos, a cidade mostra a beleza nas esculturas e patrimônios históricos.

Mas ela também tem a Ilha do Mel, tão conhecida pelos paranaenses, a ilha trás uma beleza exuberante que o homem pouco alterou. A ilha do Mel é uma beleza natural singular, mas só mesmo conferindo tanta iguaria pessoalmente, para poder perceber os encantos naturais da ilha.

Além dessa ilha Paranaguá possui também a Ilha da Cotinga onde era morada dos índios Carijós, na época.

Paranaguá, conheça e aproveite.

Por José Alberi Fortes Junior.


Paranaense que não conhece a Lapa não conhece o Paraná.

Trazendo muita historia e belezas naturais, a Lapa é um dos municípios mais procurados para visitação.

Com um centro histórico que possui 14 quarteirões com 235 imóveis para contar um pouco da historia do sul do país.

A preservação das esculturas e imóveis arquitetônicos vem acontecendo desde 1938, por isso a cidade trás em cada centímetro uma parte da historia do nosso estado.

Com culinária típica local ela é única e inesquecível.

O turismo rural é um dos pontos fortes da cidade que atraem cada vez mais o numero de turistas que voltam a visitar o município. Conheça você também e se encante.

Por José Alberi Fortes Junior.


Itu, a 101 km de São Paulo, é um excelente lugar para visitar construções antigas. A Chácara do Rosário é uma das tantas opções que o município oferece. O prédio principal é um monumento histórico e arquitetônico. Os visitantes irão encontrar as acomodações perfeitamente restauradas.

O Espaço Rural Pau D’ Alho é outra opção para visitar e faz parte da Rota dos Bandeirantes. Pertence ao conjunto dos pontos turísticos históricos, sua construção data de 1712. O passeio é feito acompanhado por um guia, que narra as histórias da fazenda.

Já a Fazenda Cana Verde teve seu prédio erguido no final dos anos 1800. Também restaurada, é de grande valor histórico, pois mantem sua arquitetura original. O turista pode conhecer ainda a estrutura para a produção de café, que ainda funciona.

Dicas de Hospedagem em Itu:

Hotel Santa Rita (11) 4022.1972

Hotel São João (11) 4024.0065

Hotel Vila do Conde (11) 4022.2858

Por Paula Cassandra


O Mosteiro de São Bento, que é um dos pontos mais antigos da cidade de São Paulo, foi inaugurado em 1914. Não importa se você é religioso ou não, o Mosteiro guarda muita história e muito mistério por detrás dele. E, a partir de 25 de janeiro, aniversário da cidade, você poderá desvendar parte deste mistério.

A partir desta data, será possível conferir as salas do colégio, o parlatório e a capela do colégio. Quanto ao claustro, ele não será aberto à visitação,. Apesar disso, através de uma das salas será possível observar o local onde os monges meditam.

Lá no Mosteiro, funcionam a Faculdade São Bento e o Colégio São Bento, que já existe a mais de cem anos e oferece cursos e oficinas. Além disso, lá é abrigado um teatro e a famosa lojinha, onde vendem pães, bolos, doces, biscoitos e geléias feitas pelos próprios monges.

Não pode nem pensar em deixar de conferir as tradicionais missas com cantos gregorianos, que acontecem aos domingos, às 10h e nem deixar de apreciar o relógio que fica na parte externa e que é uma verdadeira preciosidade.

Um único lugar pode reservar muito mais surpresas que imaginamos. Vale a pena visitar!

Por Larissa Nalin


Fala em turismo não é só sair da cidade onde mora e ir conhecer novos lugares e culturas. Muitas pessoas precisam conhecer o lugar onde moram, as atividades culturais que o local reserva e até mesmo a própria cultura.

A Estação da Luz é um dos pontos mais bonitos e cheios de história que existe em São Paulo. Construída entre 1895 e 1901, a estação ainda está em funcionamento. Não foi feito nenhum tipo de inauguração e era lá que todas as personalidades desembarcavam. A estação recebeu até reis!

Além de reis, muitos imigrantes chegaram por ela, e teve seu papel importantíssimo até o fim da Segunda Guerra Mundial. Depois disso, os outros transportes, como aviões e carros, foram ganhando maior espaço.

A bela arquitetura trazida da Inglaterra, em 1946 foi abalada por um incêndio e parte do prédio foi destruída, demorando até 1951 para ser totalmente reestruturada. Quando São Paulo completou seus 450 anos, a parte interna e as fachadas foram reformadas.

Hoje, além de ser uma das principais estações de trem da cidade, abriga o Museu da Língua Portuguesa, que conta um pouco mais da história de nosso idioma.

Por Larissa Nalin



Para quem pretende passar o Carnaval longe das grandes escolas de samba do Rio de Janeiro s São Paulo, Mariana é uma opão, a primeira capital de Minas Gerais, é também uma das cidades que mantem a tradição carnavalesca.

A cidade faz parte do Circuito do Ouro. Com uma história rica e envolvente ela traz em suas igrejas com partes de ouro marcas da época em que ostentava um posição privilegiada.

Além de pular carnaval você pode conhecer os pontos turísticos da cidade. Para se programar antes você pode visitas o site que traz mais informações: www.mariana.org.br.

Os ensaios já começaram e você pode obter mais informações através do telefone:( 31) 3557-900.


Guaratinguetá, próximo 176 km de São Paulo, é um lindo local para visitar. O Balneário Águas Mantiqueira é ideal para um gostoso banho fresco. Outra opção para se banhar é nas águas do Ribeirão das Pedrinhas, onde os poços contam com águas límpidas.

Para quem gosta do turismo rural, o município oferece a Colônia do Piagui. O visitante poderá conhecer as plantações de hortaliças e arroz e a caixa d´água datada de 1897 que parece uma fortaleza e que serve de mirante para observar a cidade. No local, o turista conhece ainda diversos alambiques

O turismo rural e histórico se fundem no Bairro das Pedrinhas, onde existem suntuosos casarões antigos junto a sítios com criação de gado. Encontram-se na localidade espaços de lazer, como o Clube de Campo Pedrinhas.

Dicas de hospedagem:

  • Hotel Royal (12) 3122.2899‎
  • Hotel Clube Dos 500 (12) 3132.3119
  • Hotel Fazenda Sete Lagos (12) 3122.4311
(
(Estação Ferroviaria de Guaratinguetá)

Paula Cassandra


O Centro Histórico de Botucatu, a 240 km de São Paulo, é um lindo lugar para conhecer. Repleto de prédios históricos, o lugar tem como destaque a belíssima construção da Prefeitura Municipal, datada de 1930. A Casa das Meninas é outro ponto turístico, de 1927, serviu originalmente para ajudar meninas carentes.

Já o Seminário Arquidiocesano e Capela da Santíssima Trindade teve sua construção inspirada em um palácio romano e conta com afrescos de estilo bizantino. A Basílica Menor de Santana é a Catedral da cidade e seu estilo gótico é fascinante, inaugurada em 1927.

A Santa Casa de Misericórdia, de 1895, é um dos prédios mais antigos de Botucatu. As construções que abrigam o Fórum, de 1920, e alguns colégios, como o Colégio Arquidiocesano La Salle, de 1911, são outras encantadoras obras abertas à visitação.

Sugestões de hospedagem:

  • Pousada Phenix (14) 3814.1354
  • Pousada Santana (14) 3882.3622
  • Pousada Arco-Íris (14) 3882.7438

Paula Cassandra


Foi nesta região de Santa Catarina que aconteceu a Guerra do Constado, entre 1912 e 1916. A região que serviu como palco para uma das mais violentas guerras do país é hoje uma das mais visitadas do estado.

A região atrai por sua variedade de paisagens e culturas. Você pode começar o passeio pela Rota da Amizade, formada pelas cidades de Piratuba, Treze Tilhas, Videira, Tangará, Fraiburgo e Pinheiro Preto, onde estão os melhores hotéis, restaurantes e as paisagens mais lindas.

Entre as muitas opções de visitação na região estão um passeio ao Lago das Araucárias, em Fraiburgo e um banho nas águas termais de Piratuba.

Por Rosana Radke


Os turistas que desejam conhecer o Pantanal Paranaense devem visitar a cidade de Guaíra, a 662 km de Curitiba, e conhecer o Parque Nacional de Ilha Grande, que possui belíssimas lagoas e ilhas. Uma grande biodiversidade de espécies forma a região, além de animais ameaçados de extinção.

O visitante também poderá conhecer em Guaíra o Museu Sete Quedas, que abriga um acervo com espécies que habitavam o local antes da cidade perder as Sete Quedas devido à construção da hidrelétrica de Itaipu.

O município tem ainda o Cine Teatro Sete Quedas, em um prédio que data de 1905, situado no Centro Histórico de Guaíra, no local, encontram-se também o Museu Sete Quedas e o Centro Náutico. Ótimas opções para quem deseja conhecer o interior paranaense.

Sugestões para pouso:

Hotel Herta (44) 3642.1292

Hotel Sete Quedas (44) 3642.1373

Hotel Universal (44) 3642.4365

Paula Cassandra


Ouro Preto é a cidade que acolheu os universitários, o que fez com que a cidade ficasse muito agitada e se tornasse palco de muitos shows.

Abriga muitos restaurantes, com aquelas comidinhas bem mineiras, bares e muita história, é claro. O Museu da Inconfidência é parada obrigatória para quem visita a cidade. Cheio de roupas, armas, mobília, documentos do julgamento dos inconfidentes, além de muitas obras de Aleijadinho, o museu conta com peças de grande valor.

Sempre acontecem micaretas por lá, o que faz a alegria dos jovens universitários e dos vários jovens turistas que chegam na cidade para curtir a festa. Vale a pena conhecer Ouro Preto e curtir um pouco da alegria que a cidade oferece.


Por Larissa Nalin


Autêntica, Kyoto é símbolo da cultura japonesa. Somente na cidade há mais de 2 mil templos religiosos, xintoístas e budistas.

Alguns destes templos preservam as mais lindas estruturas arquitetônicas do Japão. Um exemplo disso é o templo de Kinkaku-ji, ou Pavilhão Dourado, que é revestido por ouro.

Outra marca da cidade está na presença de gueixas, principalmente pelo bairro de Gion, conhecido por abrigar as mais famosas casas de gueixas do Japão.

Kyoto é símbolo de preservação da identidade e da cultura. O visitante que quer viajar ao Japão para ver de perto a cultura japonesa não pode deixar de ir a Kyoto.

Por Rosana Radke


Na Alemanha, fica a região da Baviera, mundialmente conhecida por seus castelos centenários. Já imaginou ir até a região e ficar hospedado numa destas grandiosas construções? Isso mesmo, alguns abriram as portas para os visitantes e hoje servem de hotéis.

Cerca de 50 castelos funcionam como hotéis na região da Baviera. Uns são rústicos, ainda à moda antiga, outros verdadeiros palácios de luxo. A arquitetura e a decoração também alteram, o difícil é escolher em qual ficar.

A maioria destes majestosos pertence à famílias nobres alemãs. Um dos mais visitados é o Schloss Ludwigsech, o castelo de von Gilsa, que fica a uma hora e meia de Frankfurt. O castelo fica em meio a uma floresta e possui cerca de 30 quartos.

Por Rosana Radke


Panambi, distante 380 km de Porto Alegre, conta com pontos históricos para turistas que gostam de fazer uma volta ao passado. No Museu e Arquivo Histórico Municipal, o visitante conhecerá o acervo com objetos que remetem às tradições do povo que habitou a cidade em antigas épocas.

A Biblioteca Municipal Adil Alves Malheiros também é outra opção, possui mais de 30 mil títulos, além de jornais, revistas e demais publicações para pesquisa. Já a Kaufhaus é uma casa de artesanato, situada na praça Eng° Walter Faulhaber, ótima para turistas que gostam de trabalhos produzidos nos mais diferentes matérias, como couro, porcelana, madeira e outros.

O Monumento ao Imigrante e o Edifício Rudi Arnoldo Franke são as outras atrações do município, além do Moinho Velho, localizado às margens do Rio Fiúza. O local é simplesmente encantador.

Pouse em:

Paula Cassandra


Dom Pedrito, a 346 km de Porto Alegre, é uma encantadora cidade do interior gaúcho ideal para visitantes que apreciam os pontos turísticos históricos. A chamada Caixa D`Água é um deles, a construção foi tombada e é um reservatório elevado, inaugurado nos anos 1930. Hoje, o prédio abriga a sede da Assessoria de Tradição, Folclore, Turismo e Lazer.

O Obelisco da Paz é outra atração, foi construído pelo Instituto Histórico e Geográfico do Estado para sinalizar o local onde aconteceram as negociações para finalizar a Revolução Farroupilha. Para realizar os eventos do município, utiliza-se outro ponto turístico, o Parque de Exposição Juventino Corrêa de Moura.

Merecem destaques ainda a Igreja Matriz Nossa Senhora do Patrocínio com vitrais alemães e a Prefeitura Municipal, que tem seu prédio em estilo neo-clássico tombado por lei.

Hospede-se:

  • Hotel Itaipu (53) 3243.3354
  • Gilton Hotel (51) 3243.1864
  • Hotel Ipiranga (53) 33243.1980

Paula Cassandra


A cidade de Iomerê, a 425 km de Florianópolis, é um município do interior catarinense ideal para quem deseja conhecer os costumes do interior do Estado. Entre seus pontos turísticos, destaca-se o Parque Santa Paulina, inaugurado em 2002. O espaço foi construído para que visitantes e moradores possam ter momentos de tranquilidade em meio à natureza.

Outro ponto histórico de Iomerê é a Praça Prefeito Waldemar Kleinübing, propício para os turistas que gostam de resgatar a história das cidades que visitam. Ali, era um campo aberto utilizado pela comunidade como espaço de lazer, onde celebravam as festas do ano e praticavam esportes. Hoje, a praça está reformada, ganhou ‘cara nova’, está mais segura e com um monumento que homenageia o colono.

Hospede-se em Caçador, a 79 km de Iomerê:

Paula Cassandra


A 414 km de Salvador, está o município de Campo Formoso, um delicioso lugar para descansar com os amigos e aproveitar a tranquilidade da natureza. Um de seus pontos turísticos é a Gruta da Tiquara. O local tem pinturas rupestres em seu interior, que encantam visitantes de todas as partes do país.

A gruta não está no melhor estado de preservação, devido à extração de salitre registrada nos anos 1930, mas é de grande importância cultural, uma vez que o traço das pinturas é diferente de outros desenhos encontrados na região.

A Serra do Cruzeiro é também lugar fascinante de Campo Formoso, de seu alto é possível avistar paisagens de rara beleza. Já a Casa da Fazenda Tranqueira é um ponto turístico de valor histórico, cenário de imensa relevância para a Coluna Prestes.

Hospede-se em:

  • Hotel Campo Formoso (74) 3645.1098
  • Pousada Central (74) 9195.6208
  • Pousada Pedra Verde (74) 3645.2782

Paula Cassandra


Na pacata cidade gaúcha de São Miguel das Missões, no interior do estado, encontram-se construções datadas do século XVIII que ainda hoje encantam os visitantes. O famoso antigo templo de pedra é parte do que restou das ruínas de São Miguel, que fazia parte dos Sete Povos das Missões.

Desde 1983, o sítio arqueológico da cidade foi declarado Patrimônio Mundial pela UNESCO. O sítio conta com o Museu das Missões, que abriga estátuas sacras criadas por índios guaranis que povoavam o local.

O sítio arqueológico faz parte do roteiro Iguassu-Missões. É visitado por turistas de várias partes do mundo, principalmente pelos vizinhos argentinos, uruguaios, paraguaios e chilenos.  Vários eventos acontecem no local, como o Natal Luz e outros que contam a história dos povos jesuítas.

Por Marina Kuwahara


São Félix, a 147 km de Salvador, é um lindo lugar com encantadores pontos turísticos. Um deles é o chamado Alto do Cruzeiro e a Ladeira da Misericórdia, o atrativo é um presépio situado no alto da ladeira, no local existem também as ruínas de um convento, erguido na época da colonização. Do lugar é possível ter uma lindíssima visão da região.

A Praça Inácio Tosta é outro ponto vinculado ao turismo histórico de São Félix, tendo importante valor para o município, uma vez que guarda uma série de eventos do passado. O visitante não pode deixar de conhecer ainda a Ponte D. Pedro II. A construção foi inaugurada em 1885, é o cartão postal da cidade e conta com mais de 350 metros de extensão e 9 metros de largura.

Algumas sugestões para se hospedar:

Pousada Paraguassu (75) 3425.2550

Rio Doce Pousada (75) 3438.3484

Por Paula Cassandra


A primeira capital do Brasil é mundialmente conhecida como a “terra da alegria” ou a “boa terra” devido à alegria contagiante de seu povo e sua hospitalidade. Aliás, a população de Salvador é algo muito peculiar, a cidade tem a maior população negra fora da África e, as misturas provocadas pelas diferentes culturas que desembarcaram aqui como, além dos africanos, os portugueses, os espanhóis, os holandeses entre outros, transformaram a cidade num centro cultural de muita importância no âmbito global.

Uma das influências está presente na arquitetura do centro histórico da cidade, na religião, de um lado o catolicismo trazido pelos portugueses consolidada em 365 igrejas, e do outro a adoração aos orixás, tradição trazida de terras africanas. Os resultados disso podem ser vistos nas ladeiras do Pelourinho, agora Patrimônio Histórico da Humanidade e no sincretismo religioso.

Como todo mundo gosta de relaxar e pegar uma cor, é sempre bom aproveitar os 50 km de praias, tomar uma água de coco e pegar uma cor aproveitando o sol que está presente o ano todo na cidade.

Para encerrar o dia recomenda-se ver o famoso pôr-do-sol no Farol da Barra e à noite aproveitar toda a boêmia do bairro do Rio Vermelho, bem como, ter um tempinho para comer comida tradicional baiana em restaurantes.

Ficou com vontade de ir à Salvador? Aproveite o verão, é a melhor época para se ver o que a cidade tem de melhor.

Muito axé meu rei!

Por Levi Rocha

O destino não foi muito procurado nos últimos anos, mais com investimentos em revitalização de patrimônios florestais e de construções antigas, a cidade de Rio Branco no Acre está começando a entrar no roteiro turístico de viagens pelo Brasil.

Se gostar de natureza, um dos pontos mais importantes da viagem é conhecer a árvore que marca a fundação da cidade, com mais de 20 metros de altura, ela permanece intacta desde 1882.

Além disso, podem-se encontrar diversos cenários de acontecimentos históricos e uma cultura totalmente preservada, com população que tem orgulho de sua história e que convida todos os turistas a entrar em contato com a natureza e a aprender a viver em harmonia com ela.

Por Susan Mélany

A capital pernambucana tem parte importante na história do Brasil, onde foi palco da invasão holandesa no século XVII.

Não há como se negar que Recife é uma cidade bonita não só pelas lindas praias que formam um dos mais belos litorais brasileiros, mas também pela conservação de monumentos e construções históricas.

A cidade é conhecida por sua bela infraestrutura relacionada ao turismo, e também como a Veneza Brasileira, devido aos seus canais e pontes, e a arquitetura das casas e igrejas com influência holandesa e portuguesa.

Algumas curiosidades valem à pena, um das maiores é que Recife tem um castelo medieval, é onde se hospeda o Museu de Armas Castelo São João que há mais de meio século expõe para o público armas, artes decorativas, esculturas, tapeçarias e mobília dos séculos XV e XX vindas de toda a parte do mundo.

Outros lugares que valem a pena ser visitados são a Casa da Cultura, a Ponte Velha, o Palácio Campo das Princesas e a Capela Dourada.

Esta aí uma opção para quem quer unir um turismo cultura com lazer que fará bem a qualquer um que experimentar.


São muitos os pontos turísticos de Rio das Ostras, distante 170 km do Rio de Janeiro. O Parque Municipal é um lugar de grande beleza que resguarda o Horto Florestal com espécies da Mata Atlântica. O visitante pode adquirir mudas de plantas ornamentais, medicinais e silvestres.

O Rio das Ostras e o Manguezal são locais de grande beleza e importância ambiental. Já a Ponte Estaiada está sobre rio das Ostras, conta com arquitetura e iluminação modernas, sendo considerada um dos pontos mais exóticos da cidade.

O município conta ainda com o turismo cultural, destacando-se a Praça do Trem, onde está instalada a Fábrica de Bonecas, espaços que demonstram o cuidado que os moradores têm em preservar as características da cidade.

Sugestões de pouso:

  • Hotel Mirante do Poeta (22) 2764.1521
  • Pousada Sítio das Bromélias (22) 2765.5883
  • Albatroz A Pousada (22) 2764.2128
Por Paula Cassandra

Guarapuava é uma cidade da região centro-sul do estado do Paraná. Descoberta em 1770 pelos portugueses e fundada em 1810, o nome da cidade é de origem tupi “Guara” (lobo) “puava” (bravo). A cidade atrai até mesmo turistas da terceira idade pelo festival anual de dança, onde é possível a participação de casais e premiações para os participantes.

Além de ser uma cidade movimentada por esses festivais, existem vários monumentos históricos e é considerada a região mais fria do estado.

A Catedral de Nossa senhora de Belém, o distrito de entre rios, a Lagoa das Lágrimas, o museu Entomológico Hipólito Schneider e o parque do Lago são exemplos de pontos turísticos da cidade.


A Bahia é um dos principais destinos turísticos internacionais, lá o visitante vai encontrar gastronomia típica, belezas naturais, festas populares, aspectos da cultura dos baianos, além de muito agito na época de carnaval.

A combinação perfeita de sol, água e belas paisagens atraem muitos turistas que procuram praias.  Ainda mais pelo fato de que na Bahia o verão começa bem antes de dezembro e as temperaturas altas são propícias aos banhos. Entre as praias que você não pode deixar de conhecer estão: Praia dos Coqueiros, Mucuri, Abrolhos, Praia do Forte, Praia de Taípe, Mangue Seco e uma série de outras praias na maioria das vezes com extensas faixas de areia branca e coqueiros.

O Pelourinho de Salvador é um dos patrimônios da humanidade, certificado inclusive pela UNESCO. São várias construções coloniais, que chamam à atenção pelas cores vibrantes. O Pêlo como é chamado o Pelourinho pelos moradores é um rico centro cultural, ponto de encontro de vários artistas ligados à música, pintura, artesanato, cinema e dança.

O carnaval da Bahia é um dos mais tradicionais do país, com uma mistura de trios elétricos, foliões, e muita animação. Com tantas opções, dá vontade de ir agora mesmo para a Bahia, não é mesmo?


Integrante das conhecidas Cidades Históricas, Tiradentes chama a atenção do turista não por suas opções no comércio, restaurantes e afins. Na verdade, o local, por si próprio, é o grande chamariz.

Situada próxima a São João Del Rey, Ouro Preto e Mariana, Tirantes apresenta uma vasta história mineira, aquelas das boas, com muito ouro, guerras, religião etc. É no local, fundado em 1702 pelo inconfidente João de Siqueira Afonso, que se pode notar um belo conjunto de obras arquitetônicas, tombadas, então, pelo Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional (IPHAN).

Para se ter ideia, ou melhor, uma curiosidade, o anúncio de mortes na cidade acontece por meio de um, digamos, megafone, em frente à Matriz de Santo Antônio, uma das mais belas igrejas do circuito histórico mineiro. Nas ruas e vielas (feitas de paralelepípedos) o comércio é bem simples, mas de bom gosto, principalmente aos que adoram doces, queijos e outras especiarias.

Claro, não dá para deixar de citar um importante fato. O local é cidade natal de Joaquim José da Silva Xavier, ou simplesmente Tiradentes, o grande símbolo da Inconfidência Mineira.


Ficar em casa vendo TV, comendo e dormindo? Não, não! Que tal fazer uma viagem rápida? Opções de lugares próximos não faltam!

Você pode, por exemplo, conhecer a cidade de Petrópolis, no Rio de Janeiro. Uma cidade cheia de história, uma bela arquitetura e muitos pontos turísticos, foi fundada por Dom Pedro II, por isso é conhecida como a “Cidade Imperial”. É uma cidade com o clima mais frio, por estar localizada na serra.

Não dá para deixar de visitar o Museu Imperial, o Relógio das Flores, nem deixar de dar uma passada pelos bares de lá, que oferecem muito romantismo para quem estiver acompanhado. Sem falar que as trilhas e cachoeiras também são incríveis!

Então… vai ficar aí sentado?petropolis


Em Porto Nacional, a 63 km de Palmas, existem principalmente atrativos históricos, ideal para os turistas que apreciam conhecer a cultura de outras regiões. O Centro Histórico é uma área encantadora, com ruas estreitas, possui em sua maioria prédios erguidos no século 19.

A Catedral Nossa Senhora das Mercês é outra bela construção da cidade, teve sua edificação iniciada em 1884, por frades dominicanos franceses. O município também conta com lindos cenários naturais, como o Lago da Usina do Lajeado, propício para a pesca.

Também é possível passear pela Avenida Beira Rio, com mais de 3 metros de extensão, margeia a cidade, e descansar na Nova Praia de Porto Real. O local tem toda a infraestrutura necessária para visitação e entre os meses de junho e setembro possui uma intensa programação cultural e esportiva.

Hospede-se em:

  • Hotel Cristal (63) 3363.3976
  • Hotel Visão (63) 3363.2244
  • Hotel Avenida (63) 3363.1989

BXK20612_igreja-em-porto-nacional-to800





CONTINUE NAVEGANDO: