Segundo dados da OMT – Organização Mundial do Turismo, o turismo de natureza é o que mais cresce, com aumento de 15% e 25% ao ano, superando o turismo de negócios e de praia. Buscando atender um nicho que cresce cada vez mais, os Ministérios do Turismo e Ministério do Meio Ambiente estão investindo R$ 10,4 milhões em parques nacionais.

Ao todo são 16 unidades de conservação que recebem o investimento para a melhoria da infraestrutura, principalmente no acesso, visando aumentar o número de visitantes. Fatores como acesso, sinalização e publicidade também serão enfatizados.

A diversidade na natureza torna o Brasil um dos mais procurados por sua beleza, o que torna o primeiro colocado levando em consideração os atrativos naturais, segundo o Fórum Econômico Mundial. Os parques nacionais representam um grande apelo para os visitantes de outros países, tornando-os um grande atrativo.

Os eventos que serão realizados: a Copa do Mundo de Futebol e as Olimpíadas de 2016 serão ótimas oportunidades para promover os parques para os turistas estrangeiros.

Foram produzidos oito curtas-metragem para mostrar os investimentos feitos pelo Ministério do Turismo. A campanha “Turismo em Cena” tem o objetivo de informar sobre os programas exercidos por intermédio de Cultura, que beneficia não somente os parques nacionais, como cidades históricas e o turismo como um todo.

O Parque Nacional da Serra dos Órgãos, no Rio de Janeiro, será um dos beneficiados, com investimentos de R$ 230 mil, destinados a obras no sistema de esgoto, sinalização e implementação de passarelas para os visitantes.

O parque, criado em 1939 é um dos mais antigos do país e possui uma diversidade de fauna e flora surpreendentes, com fontes de água limpa, cachoeiras, trilhas em uma região de Mata Atlântica, na serra. É no parque onde está o Dedo de Deus, famoso pico de mais de 1.600 metros de altitude.

Por Robson Quirino de Moraes


Criado em 1939, o Parque Nacional da Serra dos Órgãos, fica localizado na cidade do Rio de Janeiro. É o terceiro parque mais antigo do Brasil e está distribuído em 20.030 hectares. As montanhas da região se destacam por lembrar uma mão fechada e o indicador apontado para o céu.

A fauna e a flora são variadas, onde existem 2.668 tipos de plantas, 462 aves, 82 de répteis, 83 de mamíferos e 102 de anfíbios, o que gerou grande diversidade de habitats e espécies endêmicas, que no caso, só ocorrem na região.

Para os esportistas de plantão, é possível praticar escalada, rapel, trekking e outros, além de avistar a beleza desse lugar tão importante para a preservação da natureza que anda tão escassa.

Juliana Alves


O Mato Grosso, oferece a bela paisagem das três chapadas brasileiras mais famosas, a Chapada dos Guimarães. A região que é localizada no centro da América do Sul é rica em ecoturismo e recomendado pelo o livro “1.000 lugares para conhecer antes de morrer” por suas belezas e sensações descritas apenas por quem conheceu a Chapada.

Os aventureiros de plantão podem praticar rapel e trekking em meio ao Cerrado. Para os que curtem um clima místico e esotérico, o local serve como inspiração e é muito procurado pela peregrinação mística de visitantes.

Dizem às lendas que o lugar é cenário para histórias referentes a aparições de OVNs e duendes.

Só indo ao local para conferir tudo que é oferecido na Chapada dos Guimarães.

Juliana Alves


A Free Way Brasil é a companhia de turismo especializada em ecoturismo. Ela lançou pacotes para aproveitar a baixa estação antes que dezembro/janeiro chegue e os valores subam as alturas.

É possível inclusive viajar ao santuário de Fernando de Noronha pagando cinco parcelas de R$386,00 (por cinco dias) ou ficar oito dias e pagar cinco parcelas de R$ 470,00.

Pode aproveitar e ir a Itacaré e ficar cinco dias por cinco parcelas de R$ 218,00.

Tem ainda a Chapada Diamantina em que o pacote inclui oito dias por cinco parcelas de R$ 342,00.

Dentro dos roteiros estão incluídos a parte aérea e a terrestre partindo de São Paulo.

Para mais informações acesse o blog  www.blogfreway.com.br ou acesse o perfil da empresa no Twitter: @freewaybrasil

Por Victor Gonçalves


O Rio São Francisco passa pela divida de cinco estados brasileiros. O rio nasce em Minas Gerais e passa por Bahia, Pernambuco, Sergipe e Alagoas. A população ribeirinha o chama de Velho Chico. O local é muito importante economicamente para o país.

Existem muitas opções de ecoturismo. Uma das mais procuradas é o Cânion da Baixa do Chico. A vegetação no local é nativa, com muitos cactos ao redor. Melhor época para esse passeio é entre os meses de junho e agosto, quando a temperatura é mais amena. Há ainda a opção de fazer rapel pelo cânion. Outra opção é fazer um passeio de barco pelas águas do Rio. O passeio dura três horas. Muitas trilhas também podem ser feitas.

Durante a primavera o Rio fica com as águas esverdeadas e nos demais meses, por causa das chuvas, a água passa a ficar com um tom marrom devida a movimentação do barro no leito do rio.

Fernanda T. Sodré


Se você está procurando um bom lugar pra visitar no feriado, o Delta do Parnaíba no Estado do Piauí, é uma boa pedida. Como poucos lugares no mundo, o local apresenta uma rica diversidade de ecossistemas, o que projeta ao Delta belas paisagens.

Dentre dunas, ilhas e águas, são mais de 2.500 quilômetros quadrados de extensão. Durante todo seu percurso encontramos gigantes dunas de até 40 metros, além de lagoas que se assemelham aos Lençóis Maranhenses.

Para conhecer os arredores do Delta, os passeios de barcos são a opção para os turistas. Divididos em alguns circuitos, são percorridos caminhos como os conhecidos Igaraçu, Caju, Igarapé, Melancieira, dos Periquitos entre outros.

Nas mais de 70 ilhas podemos encontrar inúmeros tipos de plantas e animais.  Na terra e na água , aves, jacarés, peixes-boi, fazem o show a parte. A gastronomia também é um ponto forte do local, nas margens do rio Igaraçu encontramos delicias feitas com frutos do mar.

Por Oscar Ariel


Considerado pela Unesco como Patrimônio Cultural da Humanidade, o Parque Nacional da Serra da Capivara apresenta bons pontos para visitação de turistas. Com uma área de 1.300 km², ele está localizado no Piauí e tem mais 800 sítios arqueológicos. Deste total, 120 estão abertos para o público visitar. O parque nos remete a uma parte atípica do Brasil, a maior concentração de pinturas rupestres está no parque. Lá também podemos encontrar vestígios da presença do homem pré-histórico.

São muitas as atividades de passeio que o turista encontra na Serra da Capivara.  No Boqueirão da Pedra Furada, as pinturas apresentam como era o cotidiano dos povos que habitavam o local. Costumes e cultura como a caçada, rituais e até atividade sexual, são retratados em mais de 1.200 conjuntos de pinturas. Indícios apontam que a chegadas dos primeiros seres vivos no parque estão por volta de 60.000 anos. Assista ao video e conheça mais pontos do Parque:

Por Oscar Ariel


Para quem não sabe aonde ir no inverno, segue aqui uma dica de amigo. Aparados da Serra, entre Santa Catarina e Rio Grande do Sul é a grande pedida neste frio, que é justamente a melhor época para se chegar lá,quando chove menos e o frio aumenta o aconchego das montanhas e a estiagem ocorre nos meses entre junho e setembro.

As opções de lazer são variadas, desde lojas, refeições que na serra são uma verdadeira incursão á maravilha da gula,visitas aos parques nacionais  e inclusive um passeio a cachoeiras dentro de terrenos particulares. 

Então, fique atento. Inverno? Passeio?Dúvida? Aparados da Serra !

Por Teresa Almeida


Passear de “voadeira”, um barco pequeno de alumínio, pelo Rio Preguiças, em Barreirinha, é uma das maravilhas para conhecer a diversidade das belezas naturais dos lençóis maranhenses. Palmeiras como o Buriti e a Carnaúba, mangues e as dunas são uns dos cenários que se podem observar.

Ressalta-se a beleza dos pássaros nativos que ficam nas raízes aéreas dos manguezais, bem próximos ao barco, em rotas alternativas do Rio.

Outra cidadezinha para visitar próxima a Barreirinhas é Santo Amaro do Maranhão. As dunas e lagoas, como as da Gaivota e Emendadas, são pouco divulgadas por agencias de turismo, mas belíssimas.

Por Patricia Gujev


A cidade paranaense de Morretes é conhecida nacionalmente pela sua beleza e por seus inúmeros atrativos turísticos. Além do famoso trem que passa pela cidade, há inúmeros atrativos naturais, como o Pico Marumbi, popularmente chamado de Olimpo. A paisagem exuberante do lugar é formada por uma cadeia de montanhas, com aproximadamente 1.540 metros de altura, além de uma cascata de quase 50 metros.

Outra linda paisagem, que pode ser vista por quem passeia no trem ou litorina, é o Salto dos Macacos, onde o rio se precipita de uma altura 70 metros de altura em uma laje de granito. O salto Redondo vem logo em seguida, com cerca de 30 metros de queda d’água, formando um cenário magnífico.

Dois belíssimos lugares para se visitar na cidade também são a Cascatinha e a Estação Ferroviária, construída em 1885. Formando um lago de quase 10 mil metros quadrados, a Cascatinha tem profundidade de até 4 metros e além de ter uma paisagem de encher os olhos, ainda é propicia para mergulhos.

Por Juliete Lunkes


Rio Negrinho está localizado no Planalto Norte de Santa Catarina e sua colonização é basicamente formada por imigrantes alemães, portugueses, italianos e poloneses. Sua economia é baseada em suas inúmeras indústrias e no turismo rural, de aventura e principalmente de negócios. Um dos principais atrativos do municipio é a Maria-Fumaça, que oferece pequenas viagens até municípios vizinhos através de um belo trem a vapor.

Quem gosta de um clima de aconchego enquanto degustas maravilhas da culinária colonial, precisa conhecer o Café Colonial da cidade. Lá são servidos pratos multiculturais, sempre com o jeitinho colonial da mão de obra familiar.

Uma boa dica de hospedagem para quem visitar o município é a Pousada das Araucárias, que oferece uma deslumbrante área verde de cerca de 100 mil metros quadrados, com direito a campos e quadra de jogos, piscina, salão de festas, trilhas, café colonial e cavalgada.

Por Juliete Lunkes

Fonte: Santur


O pequeno município catarinense de Doutor Pedrinho faz parte da rota do Vale Europeu. Com a economia sustentada pela extração de madeira de reflorestamento e agricultura, a cidade conta ainda com belezas naturais espalhadas por todas as partes. Além de reservas biológicas, podem ser vistas com abundancia diversas grutas, cascatas, corredeiras, cachoeiras, cânions e morros. A paisagem atrai não apenas visitantes em busca de belezas naturais e tranqüilidade, como também centenas de praticantes de esportes radicais.

Aos interessados na prática de esportes como, canyoning, ducking, e rapel, a dica é entrar em contato com a Ativa Rafting, uma empresa especializada em turismo ecológico e de aventura.

Para quem visitar a cidade, uma sugestão de hospedagem é a Bella Pousada, que oferece quartos decorados, bem equipados e super aconchegantes, além de uma belíssima paisagem.

Por Juliete Lunkes

Fonte: Santur


Localizada no Vale do Itajaí, a cidade catarinense de Gaspar mescla culturas da imigração alemã, italiana e açoriana, proporcionando aos visitantes uma bela viagem ao tempo da colonização. A vida no campo é muito presente no município. Repleta de cascatas, riachos e mata nativa, Gaspar possui uma ótima infra-estrutura aos seus turistas. São vários hotéis, pousadas e hotéis fazenda de excelente qualidade.

Um ótimo passeio na cidade é a Rota das Águas, que percorre localidades de colonização alemã e possui vários parques aquáticos, pousadas, construções históricas e propriedades rurais. Na Vila Di Itália, situada na em Gasparinho, o visitante pode conhecer um pouco mais da colonização italiana e desfrutar de parques aquáticos e

Uma boa dica para quem for à Gaspar é visitar a Cascata Carolina, um parque hidromineral com 40 mil metros quadrados compostos por piscinas, tobogãs, cascatas, ponte e trilha ecológica.

Já para quem curte aventura, o morro Pelado, ou Morro da Cruz, é o ideal para a prática de para pente asadelta. 

Por Juliete Lunkes

Fonte: Santur


O município gaúcho de Cotiporã tem aproximadamente 4 mil habitantes e faz divisa com Bento Gonçalves, sendo também parte da Rota da Uva e do Vinho. Sua população é composta basicamente por famílias de descendência italiana. A cidade se destaca por ter aspectos suficientes para desenvolver diversos segmentos turísticos, como o turismo religioso, turismo de aventura, turismo ecológico e de compras. O Artesanato do município é riquíssimo em detalhes através de técnicas que passam de mãe para filha.

Ligando o turismo e a cultura, Cotiporã destaca-se em diversos atrativos, que vão desde sua arquitetura típica italiana, trazida pelos imigrantes, até o museu municipal que guarda toda a narrativa desta saga através de objetos e fotografias.

As belezas naturais também são um belo atrativo na cidade, através de suas belas cascatas e do Morro dos Baianos. A chapada do morro possui 70 hectares de mata nativa, além de mirantes com vistas paradisíacas.

Por Juliete Lunkes


O município gaúcho de Veranópolis mistura dois grandes fatores que o tornam um agradável destino turístico: a exuberante beleza natural e a arquitetura, tanto antiga quanto atual. Um dos postais da cidade é a Ponte Ernesto Dornelles, que passa sobre o Rio das Antas e foi construída em 1944. A ponte tem 278 metros, é composta por arcos paralelos e possui belíssima iluminação de dezenas de refletores e oito pontos de luz.

Outro atrativo de Veranópolis é a Torre Mirante da Serra. Inspirada na Canadian Tower de Toronto, no Canadá, a torre possui um restaurante giratório, que leva duas horas para realizar uma volta completa. Com quase 80 metros de altura, de cima dela é possível visualizar além do próprio município, também cidades vizinhas como Caxias do Sul e Bento Gonçalves.

No quesito belezas naturais Veranópolis com duas belíssimas cascatas: a Cascata dos Três monges e a Cascata da Usina Velha. Quem visitar o município poderá também conhecer o Tedesco Villa D'Asolo, onde há venda de produtos coloniais, além de eco e agro-turismo. Com contato com animais, fonte d’água, horta e passeios em bosques de araucárias.

Por Juliete Lunkes


A Chapada dos Veadeiros atrai muitas pessoas pelo seu lado místico e pela energia que o lugar oferece.

Essa região no meio do Brasil encanta também pela beleza das paisagens e generosidade dos rios. São várias nascentes que pulsam por entre a chapada nos meses de chuvas, que vão de outubro a abril, e fazem uma vegetação e paisagens tão diversas nos meses de estiagem.

O visitante já começa a perceber que a vegetação vai se modificando à medida que se aproxima da Chapada e se mostra um relevo bastante peculiar, com formas sinuosas e marcas que a água foi deixando pelo caminho do tempo.

Alguns lugares não podem deixar de ser conhecidos, como o Rio dos Couros a 51 km de Alto Paraíso, com suas cachoeiras maravilhosas. A cidade de Alto Paraíso é atravessada pelo Paralelo 14 (o mesmo que atravessa Machu Picchu), daí vem sua historia mística claro que as cachoeiras, montanhas e vales dão sua contribuição para torná-la ainda mais mágica.

Locais imperdíveis: Fazenda São Bento, o Vale da Lua, os Cânions do Raizama, o vilarejo de São Jorge e o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros.

Por Cíntia Foloni Santoro


Santa Catarina é o estado ambicionado por uma grande quantidade de brasileiros para morar. A qualidade de vida e as belezas naturais por si só já bastam-se para arrancar suspiros e uma inveja positiva dos que lá vivem. Para quem não pode realizar este desejo visitar, a princípio, já está de bom tamanho.

A praia do Rosa localizada entre garopaba e Imbituba é um desses destino dos sonhos. Conhecida pela prática de Windsurf, surfe e vela, o loca é um paraíso frequentado por surfistas e admiradores de esportes náuticos. As ondas são altas, o verde é extasiante e as montanhas cobertas pela mata atlântica.

Existe bastante opções de hospedagem, os restaurantes servem delícias caprichadas e o resto a própria praia se encarrega de oferecer. E é por essa e por outras que Santa Catarina é o sonho de consumo de muita gente!

Por: Teresa Almeida


A cidade é considerada uma estância turística de São Paulo. Famosa por seu carnaval com marchinhas, a cidade mostra sua diversão e alegria nesta época.

Mas não se esquece da história que fica exposta em museus e monumentos arquitetônicos que compõem a beleza do local.

O ecoturismo praticamente é a alma da cidade, com diversas trilhas, rafting, bóia-cross, cascading, tirolesa, arborismo que encantam ainda mais qualquer viajante que por ali esteja passando.

Mas para os turistas que preferem um pouco mais de tranquilidade, o lugar oferece luau, passeios pelos pontos turísticos, oficinas de artesanato e muito mais atrações.

Não deixe de conferir a excentricidade de São Luís do Paraitinga

Por José Alberi Fortes Junior.


Você já ouviu falar em Ubatuba? Se a resposta for não, arrume as malas e não perca mais tempo, pois é um pequeno paraíso escondido a cerca de 250 km da capital paulista.

Composta por 81 praias diversificadas que garantes agradar qualquer tipo de gosto. Algumas delas possuem águas transparentes, outras com atividades esportivas e ainda existem aquelas que são selvagens co m pouquíssimo contato com o homem.

O local possui um incrível aquário natural para quem desejar ver mais de perto a vida marinha.

Sendo a primeira cidade do hemisfério sul a receber o verão o sol e as belezas litorâneas garantem muita diversão ou para quem preferir tranqüilidade em um lugar paradisíaco.

Por José Alberi Fortes Junior.


Búzios é sem dúvida um paraíso ecológico. Lá você pode escolher entre as várias opções de esporte e lazer como passeios de barco para conhecer suas belas praias e ilhas. Também pode-se fazer um mergulho nas águas cristalinas, numa temperatura de 22°C.

Os iniciantes podem curtir um mergulho livre nos costões de praias como João Fernandes e Lagoinha. Já os mais profissionais e experientes, têm a opção do mergulho com cilindro nas Ilhas da Âncora, Gravatás, Filhote e Ilha Feia.

Apenas em maio a visibilidade fica prejudicada pela força dos ventos. Com relação à fauna marinha, são encontrados em búzios corais, tartarugas verdes e peixes como a garoupa, mero e arraia gigante. A cidade conta com operadoras de mergulho, que instruem tanto iniciantes quando os mais experientes. Outras atividades esportivas e de lazer que você pode encontrar em Búzios são o surfing, skitesurfing, pesca, vôo livre, trekking e mountain bike. Maiores informações podem ser encontradas no site www.buziosonline.com.br .


Um dos roteiros turísticos mais procurados no Brasil é Bonito, no Estado do Mato Grosso. Bonito possui 18 mil habitantes e fica localizada a 257 quilômetros da capital e apesar de ser uma cidade turística, ainda apresenta-se tranquila e sem violência, um ótimo refúgio para quem quer sair um pouco da rotina das grandes cidades.

Lá você pode mergulhar no Rio Sucuri, cuja visibilidade é facilidade pelo calcário, e sair deslizando sendo embalado pela correnteza da água e aproveitando para visualizar as belezas aquáticas naturais.

Além disso, vale a pena encarar uma escadaria de duzentos e noventa e quatro degraus para chegar na gruta do Lago Azul, com águas cristalinas. A caverna foi descoberta por um índio, em 1924 e em 1992 uma expedição encontrou vários fósseis de mamíferos que viveram lá cerca de seis a dez mil anos atrás. A profundidade do lago é estimada em 90 metros.

Outra atração são as Grutas de São Miguel,  situadas na Reserva Natural Parque Ecológico  Vale Anhumas. Para chegar nas grutas percorre-se uma trilha de duzentos metros em meio à mata virgem.  O trecho pode ser feito a pé ou por um carro elétrico.

A visita pode ser feita o ano todo.


Paraibuna, a 124 km de São Paulo, conta com diferentes pontos turísticos para os visitantes do interior paulista. O Fundão Parque é uma área ideal para o turismo ecológico, onde o visitante pode fazer trilhas e conhecer o lugar.

A cidade possui muitas fazendas coloniais para o turismo rural, como a Fazenda São Pedro, a Boa Esperança e a Bom Retiro, que oferecem a bela arquitetura da época colonial.

Na Fazenda São Pedro, existe uma deliciosa cachoeira onde é possível se banhar. O Morro do Remédio é outra opção, do seu alto o turista verá uma belíssima vista panorâmica da região. O lugar é cheio de histórias e lendas, uma dela é sobre a morte neste morro de muitos escravos que escapavam das fazendas do município.

Hospede-se em uma das dicas abaixo:

Hotel Galeria do Santinho (12) 3974.1202

Hotel Pousada Paraibuna (12) 3974.0100

Pousada Beira Rio (12) 3974.0250

Por Paula Cassandra


O Rio Itanhaém é uma das melhores alternativas de turismo no município de mesmo nome, a 108 km de São Paulo. Banhado pelas águas dos rios Preto e Branco, possui 7 km de extensão. Os seus seis afluentes suportam embarcações de médio e pequeno porte, que chegam a lugares ainda pouco visitados.

O rio oferece grande variedade de peixes, entre eles, pode-se encontrar a caratinga, tainha, parati e outros. Com sorte, os turistas terão a chance de presenciar os fascinantes botos, que agora são menos frequentes que em outros tempos.

O Rio Branco também guarda paisagem lindíssimas, sua extensão de 30 km, é banhada por águas velozes. Já o Rio Preto, de mesma extensão, tem águas calmas e coloração escura, além de curvas que dão uma beleza ímpar ao seu trajeto.

Dicas de pouso:

  • Acqua Maris Pousada (13) 3425.4020
  • Pousada Ancoradouro Itanhaém (13) 3425.5156
  • Pousada Araras do Suarão (13) 3427.6549

Paula Cassandra


A natureza de Itu, próxima 101 km de São Paulo, é um dos pontos fortes do turismo na cidade. O Parque do Varvito, tombado pelo patrimônio, tem seu nome originário de uma rocha sedimentar muito antiga, datando da época em que um imenso manto de gelo cobriu parte da América do Sul.

Além de muitas histórias e pesquisas, o parque é uma área esplêndida que possui a belíssima Gruta Lágrima do Tempo. O nome decorre da forma de gotas d´agua que existem nas paredes. O parque  é formando por paisagens de lagos, cascatas e bosques.

Já o Bosque Alceu Geribello resguarda remanescentes de Mata Atlântica, nele é possível realizar caminhas e entrar em contato direto com a natureza. A Estrada Parque é um atrativo histórico, tida como um marco da construção da malha rodoviária paulista.

Opte por:

  • Hotel Internacional (11) 4022.4577
  • Hotel KK (11) 4022.6163
  • Hotel Sabará (11) 4023.9099

Paula Cassandra


Se você curte adrenalina, aventura e esportes radicais, o Hotel Fazenda Igarapés oferece diversas atividades como rapel, escalada, arvorismo. Situado a 45min de Belo Horizonte, no estado de Minas Gerais, no Hotel Fazenda Igarapés, você e sua família terão a chance de se divertir.

Acesse o site do hotel www.hotelfazendaigarapes.com.br e faça sua reserva online agora. Afinal você não vai querer perder a chance de curtir esportes radicais, em um hotel que oferece conforto incomparável e atendimento diferenciado para agradar aos hospedes. Experimente essas aventuras e tenha ferias divertidas e originais, que com certeza você jamais vai esquecer. Hotel Fazenda Igarapés, a opção radical de férias, para você que adora aventuras.

Salete Dias


A 176 km de São Paulo, a cidade de Guaratinguetá é uma ótima opção para conhecer os fascinantes atrativos naturais do interior do Estado. A Queda d’água Gomeral, está situada no belo povoado do Gomeral, em meio a fascinantes paisagens naturais, o lugar é propício para momento de tranquilidade.

Quem gosta de caminhadas ecológicas vai adorar a Trilha das Pedrinhas, no Pico Rochoso, de 100 metros de altitude. A caminhada de 300 metros é realizada em meio às maravilhas da vegetação da Mata Atlântica. Do alto do pico, é possível praticar esportes radicais, como o rapel.

Já a Trilha do Pirizal, que é feita na Serra da Mantiqueira, possui menor dificuldade, mas é bastante íngrime. Durante as quatro horas de caminhada, o turista tem o privilégio de enxergar inesquecíveis paisagens.

Escolha para pousar uma das opções:

  • Pousada 7 Nascentes (12) 3122.8099
  • Kafé Hotel (12) 3128.2600
  • Pousada Monte Verde (12) 3132.4474

Paula Cassandra


Fartura, a 353 km de São Paulo, é uma graciosa cidade que conta com belos atrativos turísticos, entre eles, o Cisne Branco Clube, uma boa opção para quem gosta de piscinas e esportes de quadra. Possui quiosques e churrasqueiras para passar o dia.

O Iate Natureza é outro local para se divertir com a família e amigos, tem toda a infraestrutura necessária para receber os turistas com conforto. Quem prefere os atrativos naturais, deve conhecer as deliciosas cachoeiras. Para se chegar até elas, existem trilhas de difícil acesso, que totalizam 9 km.

Já o Mirante Afonso Suniga conta com uma vista deslumbrante da região, onde se pode enxergar as formações geológicas da serra Fartura. Para se chegar ao topo, percorre-se uma trilha em meio à mata que termina numa cachoeira, na beira de um penhasco.

Opções de hospedagem:

  • Rocha Palace Hotel (14) 3382.3030
  • Hotel Fartura (14) 3382.1423

Paula Cassandra


Quem aprecia um delicioso banho de cachoeira não pode deixar de conhecer as quedas d’água de Divinolândia, distante 269 km de São Paulo. A Cachoeira Santo Ambrósio tem corredeiras que passam por paredões de pedra, mata nativa e canyons, formando paisagens inigualáveis.

A Cachoeira Mário Valente se destaca pelo morro que margeia toda a sua extensão. Já a Cachoeira Santo Barzagli conta com duas quedas, uma com 10 metros e a maior tem mais de 20 metros. O visitante que se aventurar até o seu topo será agraciado com muito ar fresco.

Já a Cachoeira Cervelin tem pequenas quedas d’águas e piscinas naturais, ideal para um delicioso banho. Possui poços e uma mata nativa ao seu redor que, junto as montanhas do local, formam um cenário incrível.

Hospede-se em:

  • Hotel Lunayma (19) 3663.1694

Ou em Poços de Caldas, a 32 km

Paula Cassandra


O município de Cachoeira Paulista, a 206 km de São Paulo, conta com inúmeras belezas naturais para visitar. O Parque Ecológico Nelson Lorena, por exemplo, possui toda a infraestrutura necessária para receber turistas em meio à natureza. Os seus quatro lagos contam com uma belíssima flora e fauna aquáticas.

Já as ilhas do Rio Paraíba são outro fascinante atrativo natural e pode ser visitadas por passeios de barco, disponíveis na região. Além disso, elas são cercadas pela biodiversidade da Mata Atlântica. Quem gosta de se banhar em deliciosas e frescas águas vai se encantar com a Cachoeirão da Bocaina, no Rio Bravo, onde é possível acampar e observar a natureza de mais perto.

Hospede-se em:

Paula Cassandra


O Parque da Moçota é um dos principais pontos turísticos de Caçapava, a 115 km de São Paulo. O Parque Ecológico está às margens do Rio Paraíba do Sul, formando um fascinante cenário em meio à natureza. O local possui infraestrutura completa para receber visitantes de todas as partes.

A área verde é utilizada para a prática da educação ambiental, atraindo estudantes de muitas cidades paulistas. Caçapava também oferece o turismo religioso, destacando-se o santuário do município, o qual conta ainda com muitas igrejas, capelas e grutas.

As fazendas são outros pontos turísticos, que recebem os visitantes e mostram a tradição histórica da cultura do café na região. Esses locais contam ainda com encantadoras cachoeiras de águas puras e uma exuberante vegetação.

Opte por uma das seguintes sugestões:

  • Hotel Central (12) 3653.2455
  • Hotel Líder (12) 3652.6120
  • Arcadas Hotel (12) 3653.4371

Paula Cassandra


O Caminho do Sol é um dos roteiros turísticos de Cabreúva, a 83 km de São Paulo, seus mais de 200 km de caminhada a pé são procurados por visitantes que desejam refletir em meio à natureza a procura de paz interior. Quem escolher este destino vai receber também toda a hospitalidade da população local.

O turismo pedagógico é outra atração do município, ideal para quem deseja conhecer um pouco mais da cultura indígena. Os visitantes conhecem uma propriedade onde são mostradas a história, alimentação, músicas e demais aspectos deste povo.

Já a Estrada Parque é uma lindíssima área verde de proteção e quem visitá-la poderá percorrer a Serra do Japi. A estrada é sinuosa, possui grutas e uma variada fauna e flora para serem apreciadas.

Escolha por uma das opções de hospedagem:

Paula Cassandra


As cachoeiras de Botucatu, longe 240 km de São Paulo, são ideais para relaxar e se aproximar da natureza. A Cachoeira Paula Souza, com 8 metros de altura, é cercada por uma mata fechada, formando uma trilha de difícil acesso. A Cachoeira da Indiana é maior, seus 15 metros de queda d’água formam deliciosos lagos para se banhar e um escorregador natural para se divertir.

Já as três Cachoeiras da Fazenda Canela são encantadoras, duas com 20 metros e outra com 75 metros de altura. O seu acesso também é difícil, mas a recompensa é o delicioso banho em suas águas refrescantes. A Cachoeira da Pedreira é também é um conjunto de quedas, uma com 80 e outra com 20 metros, é rodeada por uma biodiversidade de flora fascinante.

Escolha uma das opções:

  • Pousada Somé (14) 3815.1739
  • Chácara Terra Mãe Natureza (14) 3813.8035
  • Pousada Guaimbé (14) 3882.7438

Paula Cassandra


Um dos lugares mais lindos do Estado de São Paulo e do Brasil é, sem dúvida, Monte Verde. Plantada na Serra da Mantiqueira, com um clima de montanha de temperaturas muito baixas no inverno, Monte verde atrai turistas europeus que a comparam com os Alpes Suíços, muitos se apaixonaram de forma tal pela cidade que para lá se mudaram em definitivo.

Ao receber novos moradores europeus e descendentes, houve uma injeção de verbas na infraestrutura local e o turismo se tornou na atividade mais importante no local. Os casais apaixonados encontram ali clima de paz, paisagem montanhosa, tranquilidade, conforto e comodidade para curtirem um romance inesquecível.

As construções seguem o estilo arquitetônico europeu e há muitas e excelentes pousadas e restaurantes ao estilo do Velho Mundo, muito apaixonante. O Ecoturismo desponta muito forte, pois a região é de uma grande riqueza natural, com serras, cursos d’água, florestas e tudo quanto buscam os amantes da natureza.

Vale a pena conferir e fazer uma visita a esta cidade, uma pérola entre as serras paulistas. Para saber mais, clique aqui.

Por Lindomar Vieira


Considerado um dos lugares mais belos do mundo, Ilha de Páscoa, é um museu a céu aberto e tem paisagens belíssimas esperando os seus visitantes. A ilha fica em um lugar distante de todos os outros lugares do mundo, na verdade de acordo com sua localização, a Ilha de Páscoa, está realmente mais distante de tudo do que qualquer outro ilha, e, é localizada no Oceano Pacífico, e fica tão longe do Taiti quanto da América do Sul. Ou seja, isolada de todo o mundo.

Mais ao visitar a ilha, o que você não vai se sentir é sozinho. O principal cartão postal da cidade são as 15 estátuas gigantes, os Moais, a seqüência de estátuas impressiona todos os que as conhecem, mais não é só isso não. Visitar os vulcões Rano Kau e Rano Raraku, também é passeio indispensável, no Rano Raraku, é possível ver mais de 300 moais, que estão por toda parte, e aprender que tudo aquilo foi feito pela natureza, que tratou de esculpir todos essas estátuas. É impressionante ver como não há a mão do homem em tudo aquilo. Vale à pena conhecer.

pack16

Por Susan Mélany


Bertioga, a 120 km de São Paulo, é o destino ideal para os turistas que desejam fazer trilhas em meio à natureza. As caminhadas são feitas pela Mata Atlântica, onde o visitante vai conhecer as belezas da flora e da fauna que a região apresenta.

Quem seguir pela trilha do Canhambora vai se fascinar com a cachoeira do trajeto e poderá se refrescar nas águas das piscinas naturais. O percurso é longo, 10 km, mas reserva incontáveis encantos.

Trilha da Água é menor, segue pelo mangue e por diferentes tipos de vegetação, por fim, uma piscina natural está à espera dos visitantes. A trilha Histórica é outra opção, destacando-se as ruínas de pontos históricos do passado. Pelo Rio Jaguareguava, é possível conhecer as maravilhosas prainhas do local.

Pouse em:

mataatlantica_galeria_00133583

Paula Cassandra


Americana, a 129 km de São Paulo, conta com belíssimos pontos turísticos naturais, entre eles, o Complexo Ecológico Municipal, que oferece aos turistas o Parque Ecológico, o Jardim Botânico e o Horto Municipal.

No lugar, o visitante vai se deparar com cerca de 500 animais, muitos deles espécies raras de se encontrarem em zoológicos, como pinguins; outras em ameaça de extinção, mas no Parque Ecológico eles não estão presos.

Já o Jardim Botânico tem uma paisagem arborizada fascinante, tendo em sua área a nascente do Córrego do Parque. O lugar possui ainda jardins temáticos, unindo espécies de outros países, e um encantador orquidário. O visitante pode passear por uma série de trilhas no Complexo Ecológico.

Opções de hospedagem:

Paula Cassandra


O município de Águas de Lindóia, distante 119 km de São Paulo, conta com uma série de pontos turísticos, tanto naturais como para o divertimento. Entre as belezas da natureza, o visitante pode conhecer o Recanto dos Nefelibatas, um ambiente tranquilo, com muita vegetação, onde o turista pode passear em meio a bosques, e descansar na infraestrutura que o local oferece.

A Represa Cavalinho Branco também é uma opção para os visitantes, que podem se divertir com a família nos pedalinhos, fazer passeios a cavalo, andar de bicicleta e, até mesmo, passear de  charrete.

Já no Sítio Monte Alegre, o turista poderá desfrutar de caminhadas ecológicas, se deliciar nas águas das cachoeiras e conhecer um pouco mais do cotidiano da vida no campo.

Opções de pouso:

  • Hotel Casablanca 0800.162002
  • Hotel Vacance (19) 3824.1191
  • Vitória Garden Hotel (19) 3824.5365

Paula Cassandra


Quem procura uma cidade interessante e com natureza para apreciar próximo à região metropolitana de Curitiba, deve viajar para o município de Fazenda Rio Grande, a 32 km da Capital. É um belo lugar com áreas fascinantes, o Parque Verde – Centro Esportivo Ayrton Senna é uma delas.

Ideal para turistas de todos os gostos, o Parque Verde é ideal para quem procura tranquilidade como para os visitantes que desejam divertimento, uma vez que conta com infraestrutura completa com churrasqueiras, restaurantes e quadras de esportes.

Os turistas de Fazenda Rio Grande podem ainda conhecer o Pesqueiro Mario Szymanski e o Recanto Fazenda Iguaçu, pontos turísticos obrigatórios.

Algumas dicas de hospedagem:

Hotel Dois Corações (41) 3627.4440‎

Hotel Acapulco (41) 3604.9350

Hotel La-Barca (41) 3608.0070

Paula Cassandra


Lindas cachoeiras podem ser visitadas em Morretes, a 74 km de Curitiba, uma delas é a do Salto dos Macacos, tem uma queda de 70 metros e deságua no Rio dos Macacos, seu percursos está localizado na área de preservação da Serra do Mar. Por uma rocha da cachoeira é possível escorregar e chegar até uma magnífica piscina natural e se refrescar.

Mais adiante, depois de outras três piscinas naturais, o turista vai encontrar um mirante, que fica no topo de outra queda d’água com 40 metros. Essas maravilhas da natureza compõem o Conjunto do Marumbi. Na região, encontram-se belíssimas espécies da flora e fauna, destacando-se uma imensa figueira.

Algumas dicas de hospedagem:

Pousada Estancia Maktub (41) 3462.1374

Pousada Graciosa (41) 3462.1807

Pousada Hakuna Matata (41) 3462.2388

Por Paula Cassandra


O turismo em Panambi, a 380 km de Porto Alegre, é muito diversificado, além dos pontos históricos, conta com surpreendentes atrações naturais. A Cascata do Rio Palmeira é uma delas, rodeada por mata nativa, tem uma queda com 12 metros.

A Cascata do Rio Caxambú, de 11 metros, possui uma paisagem exuberante, antes de sua queda, é o lugar ideal para um delicioso banho. O Rio Fiúza é um local divino, que deve ser visitado, possui diversos afluentes e uma rica biodiversidade ao seu redor.

No centro da cidade, o Parque Municipal Rudolfo Arno Goldhardt é um espaço de lazer, com infraestrutura para acolher os visitantes, que podem usufruir da pista para fazer trilhas em meio à vegetação. A Praça Engenheiro Walter Faulhaber também é linda, com maravilhosos jardins e monumentos.

Dicas para hospedagem:

Paula Cassandra


Campo Formoso, distante 414 km de Salvador, possui cenários de grande beleza, um deles que merece destaque é a Gruta do Convento, ampla e subterrânea, pode-se percorrê-la com facilidade.

Os visitantes vão se encantar com a visão de dentro da gruta, devido às clarabóias que permitem que a luz entre no local. Ainda mais lindos são os riachos que desembocam na gruta, são eles o Queixo D’ Anta e o Tanquinho. O lugar possui também estalactites e estalagmites.

O Vale do Socotó, a 3 km do centro de Campo Formoso, é outro ponto encantador, situado no povoado de Canavieira. O vale é formado por uma área verde, com uma vegetação exuberante e um clima delicioso ameno, ideal para os turistas que gostam de fazer caminhadas.

Hospede-se em uma das seguintes opções:

  • Hotel Campo Formoso (74) 3645.1098
  • Pousada Central (74) 9195.6208
  • Pousada Pedra Verde (74) 3645.2782

Paula Cassandra


Ilhota, a 105 km de Florianópolis, é um lugar lindíssimo repleto de pontos turísticos com belas paisagens. O Parque Ecológico do Morro do Baú é um deles, situado na localidade de Alto Baú, conta com 750 hectares de Mata Atlântica.

O lugar possui grutas e cachoeiras, além de um pico com 819 metros de altura. O parque tem área para acampar e infraestrutura necessária para receber os visitantes com aconchego, aonde é possível ainda praticar futebol e voleibol.

Entre as trilhas que o lugar oferece, existe uma autoguiada que leva até o topo do morro, quem chega até o local tem o privilégio de uma encantadora vista da região, que abrange o Balneário Piçarras e o Camboriú, entre outras praias.

Além do acampar, o turista pode escolher um dos seguintes locais para se hospedar:

Paula Cassandra


Praias maravilhosas, dunas e um clima muito bom para ficar o dia todo aproveitando as belezas do lugar. É isso que os Lençóis Maranhenses têm a oferecer. Quer mais?  São mais de 700 km de praia, chuva acima da média para a região, com dunas e lagoas que formam uma das paisagens mais bonitas do mundo, Lençóis Maranhenses oferece uma estrutura ótima para os turistas e uma hospitalidade por parte dos moradores maravilhosa.

Quem já conheceu o lugar, compara a paisagem com miragens, paisagens surreais, que com o decorrer do dia vão mudando de formato e compondo novas paisagens. Por isso, se você visitar a região no começo do ano e voltar no meio do ano, verá que muitas lagoas simplesmente desapareceram mais que dali a algum tempo voltarão. Ou seja, é uma ótima pedida para as férias de verão.

Por Susan Mélany


Quem nunca ouviu o nome da cidade, não conhece música sertaneja. Isso porque a cidade é berço de muitos nomes da música. Mais não é só isso não, a cidade abriga também belas paisagens e tradições preservadas.

Cercada por fazendas e cachoeiras, que por sinal são as grandes atrações da cidade que tem temperaturas altas e muito secas, o lugar é ótimo refugio para aqueles que estão querendo descansar e aproveitar a natureza. Além disso, a quantidade de espécies de animais é enorme e é muito fácil encontrar com animais em extinção por lá.

Por isso, embarque nesse paraíso do estado de Goiás e conheça o que de melhor a cidade tem a oferecer!

Por Susan Mélany


Já pensou em encontrar em um mesmo lugar, as belezas dos grandes cânions, arvores e flores que mudam de aparência conforme a estação do ano, animais em extinção como a onça pintada, além de rios e cachoeiras idéias para pratica de esportes radicais? Se quiser um lugar assim para passar as férias, visite a Chapada dos Veadeiros. A única certeza é que ninguém da família vai sair de lá triste, existem diversas opções de lazer para a família inteira e ninguém fica parado por lá!

Um dos lugares para visitar é o Parque Nacional, que abriga uma infinita quantidade de plantas e animais, e Vale da Lua, que tem rochas esbranquiçadas e uma água cristalina. Além disso, a cidade é conhecida por seu lado místico, que ganhou fama por ter muitos Cristais de Quartzo, por isso, vários pontos turísticos podem ser visitados se o turista gostar desse lado místico da cidade.

Por Susan Mélany


Caruaru, a 135 km de Recife, é um município encantador devido aos seus atrativos naturais. O Morro do Bom Jesus é um deles, possui 630 metros de altura, a cidade está a sua volta, por isso quem vai até seu topo tem uma vista panorâmica da região.

A Serra dos Cavalos também é um belo lugar, é uma área de preservação e conta com 900 metros de altura. Outro espaço importante para o equilíbrio ambiental é o Parque Ecológico Professor João Vasconcelos Sobrinho, formado por vegetação da Mata Atlântica e por cinco açudes.

No parque, a vegetação é riquíssima, constituída por árvores frutíferas, entre outras, também possui mirantes naturais e é possível os visitantes realizar trilhas em meio à mata. Os animais possíveis de se encontrar são principalmente o lobo guará e diversas espécies de aves.

Hospedagem:

Hotel São Francisco (81) 3721.6657

Pousada Pitiá (81) 3721.4781

Hotel Agreste (81) 3721.2234

Por Paula Cassandra


Jardim, a 280 km de Campo Grande, possui balneários agradabilíssimos para conhecer. O Balneário do Assis é famoso por ter como uma de suas principais atrações o Rio da Prata, apreciado por turistas que gostam de contemplar a natureza e ter momentos de tranquilidade. A área conta com infraestrutura completa.

Já o Balneário Verano, também no Rio da Prata, é ideal para um inesquecível banho. Os visitantes podem realizar passeios em meio à natureza e vislumbrar as espécies da vegetação e de animais encontradas na região. Também tem estrutura para receber turistas.

O Buraco das Araras é outro ponto turístico, formado por uma depressão de 126 metros de profundidade, onde existe um lindo lago repleto de plâncton. No lugar, é possível fazer trilhas ecológicas e apreciar a paisagem nos mirantes ali localizados.

Escolha entre:

Novo Hotel Jardim (67) 3251.1133

Hotel Tropical (67) 3251.1403

Hotel Vitória (67) 3251.4640

Por Paula Cassandra


Cassilândia, distante 338 km de Campo Grande, é um município do interior do Estado com belíssimos cenários naturais. Entre eles, destaca-se o Salto do Rio Aporé, com 63 metros de altura, no seu alto uma plataforma apresenta uma exuberante vegetação biodiversa, onde é possível acampar e praticar rapel. O salto possui quedas d’água límpidas e deliciosas.

Já o Balneário do Salto, às margens do Rio Aporé, é uma encantadora área de lazer. No lugar, o cenário é formado por uma Usina Hidroelétrica que está desativada e foi tombada pelo município como patrimônio. É o lugar ideal para passar um agradável dia com a família e se refrescar nas águas do balneário.

Escolha umas das opções para se hospedar:

Hotel Dos Viajantes (67) 3596.3918

Hotel Esplanada (67) 3596.1415

Hotel Vale do Aporé (67) 3596.2828

Por Paula Cassandra


Os turistas que desejam conhecer o interior do Mato Grosso do Sul devem visitar o município de Aquidauana, a 139 km de Campo Grande. A região é inundada pelo fascinante Pantanal, onde o turista pode conhecer diversas espécies da fauna e flora.

Quem gosta de fazer caminhadas em meio à natureza, vai adorar o Parque Ecológico da Lagoa Comprida, constituído por uma imensa área verde. A lagoa que dá nome ao parque também compõe a belíssima paisagem. O local é bem iluminado, conta com quadra de esportes e viveiro.

O Clube do Laço Pantaneiro é outra opção para os visitantes de Aquidauna. No espaço, são realizados eventos durante todo o ano. É possível acampar e aproveitar a infraestrutura formada por quadra de esportes e parque.

Hospede-se:

Pousada Pantanal do Rio Negro (67) 3025.6811

Pousada dos Monteiros (67) 3324.8237

Pousada Mangabal (67) 3306.7365

Por Paula Cassandra


Se você quer ter um contato maior com a natureza, procure a empresa Trilhas & Trilhas. Eles oferecem diversos roteiros para você que quer fugir do trânsito, preocupações e correria da cidade.

As atividades são muitas, como caminhadas, cavalgadas, rapel, rafting, tirolesa, curso de fotografia da natureza, observação de aves, navegação por orientação, eco-treinamento e educação ambiental (estudo do meio), destinada as escolas, entre outras.

Tudo é muito seguro, já que os locais são visitados antes de qualquer coisa e as atividades são sempre acompanhadas por um guia especializado e com todos os equipamentos de segurança necessários.

Entre em contato com a empresa e programe a sua aventura em meio à natureza, que muitas vezes esquecemos. O telefone é (11) 2231-2933 / 2231-0840 e o e-mail contato@trilhasetrilhas.tur.br. O endereço é Rua Edgard Salles, 560 – São Paulo.

Por Larissa Nalin

Belezas naturais garantidas. Isso é o que você com certeza você vai encontrar se visitar Manaus. Uma das paisagens mais belas do Brasil, a junção dos Rios Negro e Solimões, convidam o turista a passar um bom tempo apreciando a beleza das cores que não se misturam.

Além disso, a culinária é um atrativo a parte, com pratos típicos, muitas frutas e com visitantes ilustres como tucanos e macacos durante as refeições. Além disso o contato direto com animais como cobras, jacarés é inevitável, por isso, o roteiro é perfeito para quem gosta de aventuras.

Sem falar é claro da cultura, das músicas, da beleza da diversidade local. Quer aventura, belas paisagens e muito que contar sobre suas férias? Visite Manaus.

Por Susan Mélany

Monte Sião, distante 484 km Belo Horizonte, é uma cidade belíssima. Oferece, entre outros atrativos, a Cachoeira do Coqueiral, formada pela sequencia de duas quedas d’água. Na sua área é possível acampar, possui belos coqueiros e uma vegetação repleta de flores exóticas e orquídeas.

O Morro Pelado também é uma formação geológica de grande beleza, conta com densa vegetação característica do clima tropical e grandes vales, bem como riachos que seguem por entre as rochas. Já a Praça Prefeito Mário Zucato é repleta de ciprestes e canteiros de flores, um lugar de rara beleza criada pela mão humana.

Outro atrativo natural é o Morro do Macaco, com uma altura de mais de mil metros, tem um cenário exemplar, ideal para um passeio tranquilo pelas trilhas de fácil acesso.

Hospede-se em uma das sugestões:

  • Pousada Monte Sião (35) 3465.4014
  • Hotel Guarini (35) 3465.1190
  • Guarany Country Hotel (35) 3465.1443
Paula Cassandra

As cachoeiras da cidade de Gonçalves, distante 464 km de Belo Horizonte, são extremamente lindas, destacando-se a Cachoeira do Simão, com uma queda de 7 metros e um incrível trajeto. Ela deságua em uma deliciosa piscina, depois segue por um pequeno cânion de incrível beleza. As águas escorrem pelas paredes e continuam por uma ponte e, em seguida, por um túnel formado por grandes árvores.

A Cachoeira do Retiro é formada por diversas quedas e formam belíssimas piscinas naturais. Já a Cachoeira das Andorinhas está dentro da mata, possui difícil acesso. A Cachoeira Fazendinha também possui um exuberante trajeto, sua queda segue uma encosta, transformando-se em lindas piscinas naturais. Na sequencia, forma outra queda, em meio a um bosque cercado de imensas samambaias.

Pouse em uma das opções:

  • Pousada Ao Nascer do Sol (35) 3654.1213
  • Pousada Trem das Cores (35) 3654.1438
  • Pousada Espelho D´água  (35) 3654.1397
Paula Cassandra

As formações geológicas de Gonçalves, a 464 km de Belo Horizonte, devem ser visitadas pelos turistas que forem conhecer a cidade. A Pedra de São Domingos é um pico com mais de dois mil metros de altura e de seu topo é possível ter uma visão belíssima.

A Pedra do Forno é acessada por uma trilha em meio à vegetação, de seu topo avista-se a Pedra do Baú. Já a Pedra Bonita é o ponto mais alto, com uma visão incrível, enxerga-se o Vale do Paraíba e a Serra do Mar.

A Pedra do Cruzeiro é uma rocha imensa que emerge do Vale do Lambari, conforme o ângulo que o visitante olhar para ela, vai enxergar uma forma diferente. Em um dos lados da pedra, está o acesso para uma gruta.

Pouse em:

  • Pousada Serra Vista (35) 3654.1314
  • Pousada Dona Manoela (35) 9917.4742
  • Pousada Solar D´araucária (35) 3654.1398

Paula Cassandra


As encantadoras grutas de Paracatu, a 483 km de Belo Horizonte, são os pontos turísticos mais apreciados pelos visitantes. A Gruta de Santa Fé é de uma beleza incomparável, possui fascinantes estalagtites e estalagmites. Conta com salões e pequenas poças d´água, além de pinturas e hieróglifos em suas paredes. O acesso não é fácil, sendo apropriada aos turistas que gostam de emoção.

Já a Gruta do Bonsucesso possui duas entradas, é profunda e possui pelos menos quatro salões que apresentam belas formas de estalagtites e estalagmites. A gruta termina em um rio subterrâneo, de incrível beleza. Outra opção para os turistas de Paracatu é a Lapa do Brocotó, uma formação calcária, de somente um salão, que está situada na região do Córrego Rico.

Algumas dicas para se hospedar:

  • Magno Hotel (38)3671.5232
  • Eduardo Hotel (38)3671.6219
  • Hotel Monarca (38)3671.2323

Paula Cassandra


Nova Lima, a 22 km de Belo Horizonte, possui entre seus atrativos naturais, belas paisagens, entre elas, a Mata do Jambreiro, situada na Serra do Curral, é constituída de Mata Atlântica. A área conta com 912 hectares, sendo considerada Reserva Particular do Patrimônio Natural.

No lugar, existem belíssimos córregos, como o Aperta-Pé, Jambreiro, Campo-Alegre e outros. A fauna é composta por espécies de tamanduás, pacas e macacos, a região abriga ainda mais de 100 espécies de aves. Já a flora conta com 400 variedades, destacam-se o jacarandá, o cedro e as canelas.

O Parque Ecológico Municipal é um espaço fascinante. Localizado no Rego dos Carrapatos, é possível fazer trilhas e observar a riquíssima biodiversidade de animais, como o sabiá e o bem-te-vi, a lontra e a paca.

Sugestões para pouso:

  • Pousada Rio Branco (31) 3541.5376
  • Pousada Tuareg (31) 3547.8138
  • Pousada Chateau Benigna (31) 3547.8184
Paula Cassandra

Montes Claros, distante 418 km de Belo Horizonte, é uma cidade com uma natureza muito rica e preservada. Os parques da região são a prova disso. O Parque Municipal Milton Prates é um encantador lugar, conta com uma belíssima área verde e infraestrutura para receber os turistas, como restaurante e espaço para praticar esportes.

O lugar é propício para a realização de um tranquilo piquenique, possui play-ground e pedalinho para as crianças se divertirem. Próximo está instalado o zoológico municipal com diferentes espécies de animais.

Já o Parque Sapucaia, na Serra do Ibituruna, é uma reserva florestal, ideal para os visitantes que gostam de aeromodelismo, ultra-leve e asa delta, bem como montanhismo e corridas rústicas. Quem prefere os passeios menos radicais, vai se divertir no teleférico.

Descanse em uma das sugestões:

  • Dimas Lessa Hotel (38) 3222.9815
  • Hotel Alvorada (38) 3214.1397
  • Hotel Premier Palace (38) 3221.6800

Paula Cassandra


Para quem deseja desvendar o interior de Minas Gerais, uma opção é conhecer a cidade de Delfinópolis, a 420 km de Belo Horizonte. No local, está a nascente do Rio São Francisco, no Parque Nacional da Serra da Canastra. O lugar é fascinante e possui uma vegetação exuberante e biodiversa.

A Cachoeira Casca D’Anta é outro atrativo para os visitantes de Delfinópolis, também situada no parque. Para acessar a sua queda d’água é necessário seguir pela trilha chamada Caminho do Céu ou pelo caminho denominado Babilônia.

Outras cachoeiras para visitar são a Luquinha e Lobão, Paraíso, Mirante e do Claro. Próxima delas existe uma fazenda com infraestrutura para acomodar os turistas. As águas são límpidas e deliciosas para um banho refrescante.

Opções para pouso:

  • Pousada das Flores (35) 3525.1250
  • Pousada Jardim da Serra (35) 3525.1256
  • Pousada Lobo Guará (35) 3525.1841
Paula Cassandra

Próximo 30 km de Belo Horizonte, está o município de Betim, que conta com as maravilhas do turismo ecológico para os visitantes que gostam de conhecer lugares em meio à natureza. Encontram-se na cidade atrativos naturais como a Trilha dos Bandeirantes, a Lagoa Várzea das Flores, além de montanhas por onde é possível praticar caminhadas, cavalgadas, rapel e mountain bike.

A Várzea das Flores é um lugar muito frenquentado pelos moradores da região e turistas, é um lugar de grande beleza e ideal para o descanso. Já a Fazenda Vale Verde oferece 150 hectares transformados em parque ecológico. Os guias do local levam os visitantes a um passeio por toda a área, onde entre outros atrativos, se conhece a produção de doces e conservas artesanais, bem como o preparo das cachaças da região.

Hospede-se em:

Hotel Serra Negra (31) 3594.4137

Hotel Maia (31) 3594.2594

Hotel Nuar (31) 3531.1914

Paula Cassandra

A 94 km do Rio de Janeiro, está o município de Mangaratiba, ideal para os turistas que apreciam belas cachoeiras para deliciosos banhos. A Cachoeira dos Escravos, localizada na Serra do Piloto Acesso, é uma delas, exibe uma lindíssima queda d’água em meio à natureza.

A Cachoeira da Ingaíba, situada na Fazenda Ingaíba, e as Cachoeirinhas, localizadas na região de Muriqui, são outros atrativos naturais de grande importância para o turismo em Mangaratiba.

Já a Cachoeira Santa Bárbara, no Vale do Rio Sahy, e a Cachoeira do Itingussú, no Itacuruçá, estão abertas permanentemente para turistas de todo o país. Venha para esta cidade e se encante com as quedas d’água cristalinas e frescas que estão à disposição dos visitantes.

Hospedagem em Angra dos Reis, a 57 km:

  • Londres Angra Hotel (24) 3365.0044
  • Hotel Pestana Angra (24) 3364.2005
  • Hotel Angra Inn (24) 3377.1717
Paula Cassandra

Macaé, a 180 km do Rio de Janeiro, oferece uma série de atrações aos seus visitantes. O distrito de Glicério é um deles, possui maravilhosas corredeiras, onde se pratica a canoagem. O lugar tem uma das mais belas cachoeiras da região, a Ciriaca, com queda d’água e uma deliciosa piscina natural.

Os turistas devem conhecer ainda o Parque de Jurubatiba, possui uma lagoa de água doce, com temperatura morna e terapêutica. São 44 km de costa, mesclando paisagens do sertão nordestino e da Floresta Amazônica. Considerada área de preservação, conta com diversos brejos, mais de dez lagoas costeiras e florestas.

Quem visitar Macaé poderá conhecer espécies de flora, como a pitangueira, cajueiro e erva-mate. Além de encontrar espécies de animais, entre eles, jacarés, tatus e diferentes aves e peixes.

Dicas para pouso:

  • Hotel Rosa Mar (22) 2791.9090
  • Hotel Bellatrix (22) 2765.7325
  • Hotel Colonial Macaé (22) 2772.515

Paula Cassandra


A Serra do Gambá está localizada no município de Jeceaba, distante 110 km de Belo Horizonte, e é um dos lugares mais encantadores da região para visitar. O local possui mais de 1.200 metros de altitude, exuberante vegetação, formando morros arredondados.

Os turistas vão se encantar com o cenário ao percorrer a serra, com uma imensa área onde se encontram ribeirões, rochas antigas e muito verde. O lugar é extremamente rico em variedade de espécies da flora e da fauna, típicas do cerrado, como felinos, serpentes e aves. Destacam-se também as belíssimas árvores, de grande porte.

Na Serra do Gambá, pode-se ainda aproveitar as suas características para praticar esportes, entre eles, asa delta, vôo livre e montain bike.

Opção de hospedagem:

  • Hotel do Sabino (31) 3735.1291

Ou em Belo Horizonte:

Por Paula Cassandra

Saquarema, a 100 km do Rio de Janeiro, conta com o maravilhoso Lago de Água Mineral, situado entre a Serra de Mato Grosso e a cachoeira do Tingüí. No local, existe ainda uma trilha propícia para andar de moto ou jipe.
Do Mirante do Morro da Cruz é possível avistar o fascínio da Lagoa de Saquarema, além dele oferecer uma visão de todo o município e ser o lugar ideal para apreciar o pôr-do-sol.
As Cachoeiras Serra do Roncador são outro atrativo de incrível beleza, formam um conjunto de seis quedas d’água circundadas por uma vegetação pouco explorada, de clima ameno, que proporciona um delicioso passeio por suas trilhas, que necessitam do acompanhamento de guias.
Pouse em uma das seguintes opções:
Pousada da Titia (22) 2651.2058
Pousada do Suíço (22) 2651.7842
Pousada dos Socós (22) 2651.3943
Paula Cassandra

Saquarema, a 100 km do Rio de Janeiro, conta com o maravilhoso Lago de Água Mineral, situado entre a Serra de Mato Grosso e a cachoeira do Tingüí. No local, existe ainda uma trilha propícia para andar de moto ou jipe.

Do Mirante do Morro da Cruz é possível avistar o fascínio da Lagoa de Saquarema, além dele oferecer uma visão de todo o município e ser o lugar ideal para apreciar o pôr-do-sol.

As Cachoeiras Serra do Roncador são outro atrativo de incrível beleza, formam um conjunto de seis quedas d’água circundadas por uma vegetação pouco explorada, de clima ameno, que proporciona um delicioso passeio por suas trilhas, que necessitam do acompanhamento de guias.

Pouse em uma das seguintes opções:

  • Pousada da Titia (22) 2651.2058
  • Pousada do Suíço (22) 2651.7842
  • Pousada dos Socós (22) 2651.3943
Paula Cassandra


Rio das Ostras, a 170 km do Rio de Janeiro, possui parques e atrativos naturais. O Parque dos Pássaros é uma área de preservação, com mata de restinga de 8 hectares, e conta com uma exuberante fauna.
O lugar possui viveiro aberto ao público e trilhas por onde é possível observar diferentes espécies de pássaros. O Monumento Natural dos Costões Rochosos é outra opção, constituído por um caminho de rochas que liga a Praia da Joana e a Praça da Baleia. É uma reserva ecológica com grande variedade de animais e vegetação.
O Pier de Costazul também deve ser conhecido, ele avança 200 metros em direção ao mar, onde é possível pescar e ter uma visão encantadora da Orla de Costazul, uma grande área de restinga preservada que oferece estrutura de lazer para os visitantes.
Hospede-se:
Maria Maria Pousada (22) 2764.1308
Pousada Caetano (22) 2764.1291
Ostrão Hotel (22) 2764.2415
Por Paula Cassandra

Rio das Ostras, a 170 km do Rio de Janeiro, possui parques e atrativos naturais. O Parque dos Pássaros é uma área de preservação, com mata de restinga de 8 hectares, e conta com uma exuberante fauna.

O lugar possui viveiro aberto ao público e trilhas por onde é possível observar diferentes espécies de pássaros. O Monumento Natural dos Costões Rochosos é outra opção, constituído por um caminho de rochas que liga a Praia da Joana e a Praça da Baleia. É uma reserva ecológica com grande variedade de animais e vegetação.

O Pier de Costazul também deve ser conhecido, ele avança 200 metros em direção ao mar, onde é possível pescar e ter uma visão encantadora da Orla de Costazul, uma grande área de restinga preservada que oferece estrutura de lazer para os visitantes.

Hospede-se:

  • Maria Maria Pousada (22) 2764.1308
  • Pousada Caetano (22) 2764.1291
  • Ostrão Hotel (22) 2764.2415
Por Paula Cassandra

Guarapuava é uma cidade da região centro-sul do estado do Paraná. Descoberta em 1770 pelos portugueses e fundada em 1810, o nome da cidade é de origem tupi “Guara” (lobo) “puava” (bravo). A cidade atrai até mesmo turistas da terceira idade pelo festival anual de dança, onde é possível a participação de casais e premiações para os participantes.

Além de ser uma cidade movimentada por esses festivais, existem vários monumentos históricos e é considerada a região mais fria do estado.

A Catedral de Nossa senhora de Belém, o distrito de entre rios, a Lagoa das Lágrimas, o museu Entomológico Hipólito Schneider e o parque do Lago são exemplos de pontos turísticos da cidade.


Spas, hotéis fazendas, retiros, chalés mais afastados são uma das alternativas para o turismo, porém tem pessoas que procuram algo mais agitado e divertido.

O interesse por raffiting, rapel, tirolesa, asa-delta e vários outros esportes radicais tem aumentado significativamente não só por adolescentes, mas por todas as idades. Estes esportes geralmente são encontrados nos picos brasileiros e o turismo feito para essas regiões tem suas calmarias e suas agitações.

Somente executada por profissionais altamente qualificados esses esportes radicais trazem ao turista adrenalina e diversão enquanto conhece a beleza natural do local.  Sendo assim, viajar não importa o destino, faz bem ao corpo e a mente.


O município de Vargeão, distante 479  km de Florianópolis, oferece, entre seus atrativos turísticos, o Paredão e a Cascata do Beato João Maria, onde a queda d’água localiza-se no meio do paredão. Ali, situa-se ainda a Gruta de Nossa Senhora de Lourdes.
O Domo de Vargeão é ainda mais incrível, acredita-se que a cratera tenha sido formada devido ao impacto de um meteoro. Lugar de pesquisas e muito visitado, conta ainda com um mirante, chamado de Acesso do Meio, que possibilita uma vista completa da área.
A cidade possui outro sítio paleontológico, o Areial, que está localizado dentro da cratera, de sua base afloram argila e areia. Lugares de grande importância científica que merecem ter a visita de turistas de todo o país.
Hospede-se em:
Hotel Canário (49) 3434.0166
Ou em Chapecó, a 71 km:
Hotel Bertaso (49) 3361.8888
Eston Hotel (49) 3323.1044
Golden Hotel (49) 3331.0300

O município de Vargeão, distante 479  km de Florianópolis, oferece, entre seus atrativos turísticos, o Paredão e a Cascata do Beato João Maria, onde a queda d’água localiza-se no meio do paredão. Ali, situa-se ainda a Gruta de Nossa Senhora de Lourdes.

O Domo de Vargeão é ainda mais incrível, acredita-se que a cratera tenha sido formada devido ao impacto de um meteoro. Lugar de pesquisas e muito visitado, conta ainda com um mirante, chamado de Acesso do Meio, que possibilita uma vista completa da área.

A cidade possui outro sítio paleontológico, o Areial, que está localizado dentro da cratera, de sua base afloram argila e areia. Lugares de grande importância científica que merecem ter a visita de turistas de todo o país.

Hospede-se em:

  • Hotel Canário (49) 3434.0166
  • Ou em Chapecó, a 71 km:
  • Hotel Bertaso (49) 3361.8888
  • Eston Hotel (49) 3323.1044
  • Golden Hotel (49) 3331.0300


Vitor Meireles, a 266 km de Florianópolis, tem sua formosura voltada aos encantos das cachoeiras e formações geológicas. A Cachoeira do Forno com uma queda de 86 metros, é acessada por uma trilha de 1 km.
Para se chegar na Caverna Santa Cruz dos Pinhais, o visitante também tem que caminhar por um trilha, em meio a natureza e um belo cenário. Sua formação é calcária e conta com sedimentos rochosos de fedelspato e quartzo.
A Pedra do Chapéu tem uma incrível beleza, está suspensa, dividida em duas partes, e para chegar até ela, anda-se por uma trilha de 900 metros. Na cidade está instalada a Área de Relevante Interesse Ecológico, com 4.251 hectares de Mata Atlântica, tem grande importância devido a sua biodiversidade. A área abriga 8.000 araucárias e imensa variedade de flora.
Pouse em uma das dicas:
Recanto Fusinato (47) 3258.0438
Pousada Legal (47) 3258.0211

Vitor Meireles, a 266 km de Florianópolis, tem sua formosura voltada aos encantos das cachoeiras e formações geológicas. A Cachoeira do Forno com uma queda de 86 metros, é acessada por uma trilha de 1 km.

Para se chegar na Caverna Santa Cruz dos Pinhais, o visitante também tem que caminhar por um trilha, em meio a natureza e um belo cenário. Sua formação é calcária e conta com sedimentos rochosos de fedelspato e quartzo.

A Pedra do Chapéu tem uma incrível beleza, está suspensa, dividida em duas partes, e para chegar até ela, anda-se por uma trilha de 900 metros. Na cidade está instalada a Área de Relevante Interesse Ecológico, com 4.251 hectares de Mata Atlântica, tem grande importância devido a sua biodiversidade. A área abriga 8.000 araucárias e imensa variedade de flora.

Pouse em uma das dicas:

Recanto Fusinato (47) 3258.0438

Pousada Legal (47) 3258.0211


Os turistas que desejam desvendar o interior de Santa Catarina precisam visitar Xanxerê, distante 550 km de Florianópolis. A pequena cidade é tranquila e entre seus atrativos naturais, destacam-se suas cascatas.
A Cascata S’manella é uma das três exuberantes quedas d’água que caem no Rio Chapecozinho. Elas foram um dos mais belos cenários da região e estão localizadas na divisa das cidades de Xanxerê com Ipuaçu.
A Praça Tiradentes é outro ponto turístico do município, muito arborizada, é propícia para o descanso em uma de suas sombras. No local, encontra-se a Casa do Artesanato, que oferece exposições permanentes com diversos produtos locais para os visitantes levarem de lembrança.
Escolha uma das opções para se hospedar:
Center Hotel (49) 3441.5900
Hotel do Viajante (49) 3433.0221
Hotel Xanxerê (49) 3433.0699

Os turistas que desejam desvendar o interior de Santa Catarina precisam visitar Xanxerê, distante 550 km de Florianópolis. A pequena cidade é tranquila e entre seus atrativos naturais, destacam-se suas cascatas.

A Cascata S’manella é uma das três exuberantes quedas d’água que caem no Rio Chapecozinho. Elas foram um dos mais belos cenários da região e estão localizadas na divisa das cidades de Xanxerê com Ipuaçu.

A Praça Tiradentes é outro ponto turístico do município, muito arborizada, é propícia para o descanso em uma de suas sombras. No local, encontra-se a Casa do Artesanato, que oferece exposições permanentes com diversos produtos locais para os visitantes levarem de lembrança.

Escolha uma das opções para se hospedar:

Center Hotel (49) 3441.5900

Hotel do Viajante (49) 3433.0221

Hotel Xanxerê (49) 3433.0699


Quem for visitar a capital carioca não pode deixar de conhecer o bairro Tijuca. Nele está localizado o Parque Nacional da Tijuca, que conta com 3.972 hectares e está inserido na região do Maciço da Tijuca. Ali, encontram-se características de seis diferentes tipos de florestas.
No parque, existem lindíssimas paisagens, com nascentes de água puríssimas. Os turistas podem fazer trilhas e conhecer as cachoeiras do local, bem como contemplar a natureza e praticar esportes radicais, entre eles, o montanhismo, asa delta, skate e ciclismo.
O local possui ainda diferentes símbolos ligados ao patrimônio histórico do Rio de Janeiro, alguns deles são a estátua do Cristo Redentor e a Capela Mayrink. A Praça Tobias Barreto também tem valor histórico, pois nela são homenageados ilustres personagens da história carioca.
Algumas dicas para se hospedar:
Corinto Hotel (21) 2570.9696
Flor do Éden (21) 2569.5346
Hotel Trampolim (21) 2578.0291

Quem for visitar a capital carioca não pode deixar de conhecer o bairro Tijuca. Nele está localizado o Parque Nacional da Tijuca, que conta com 3.972 hectares e está inserido na região do Maciço da Tijuca. Ali, encontram-se características de seis diferentes tipos de florestas.

No parque, existem lindíssimas paisagens, com nascentes de água puríssimas. Os turistas podem fazer trilhas e conhecer as cachoeiras do local, bem como contemplar a natureza e praticar esportes radicais, entre eles, o montanhismo, asa delta, skate e ciclismo.

O local possui ainda diferentes símbolos ligados ao patrimônio histórico do Rio de Janeiro, alguns deles são a estátua do Cristo Redentor e a Capela Mayrink. A Praça Tobias Barreto também tem valor histórico, pois nela são homenageados ilustres personagens da história carioca.

Algumas dicas para se hospedar:

  • Corinto Hotel (21) 2570.9696
  • Flor do Éden (21) 2569.5346
  • Hotel Trampolim (21) 2578.0291

Mesquita, a 34 km do Rio de Janeiro, é um belo lugar para visitar. Um dos atrativos é a Gleba, um geoparque com 1.100 hectares de exuberante vegetação. É propício para passear com a família. Está situado entre as serras Mendanha e Madureira, além de contar com um vulcão inativo há mais de 70 milhões de anos.

O turismo histórico é bastante acentuado em Mesquita. A antiga sede de uma fazenda hoje é o Centro de Visitantes, também é tida como o primeiro prédio erguido na cidade. A área possui muito sossego, em meio a lagos naturais e espécies de incrível beleza, como jequitibás, cedros e jacarandás. O pau-brasil, que é uma espécie rara, também se encontra na região, bem como a encantadora Gruta da Pedra da Contenda e a Cachoeira Véu da Noiva.

Sugestões para hospedagem:

  • Hotel Juscelino (21) 2796.2521
  • Hotel Outes Iguaçu (21) 2796.0507
  • Hotel Bolonha (21) 2796.3451

Incluída para ser uma das sete novas maravilhas da natureza, as Cataratas do Iguaçu sempre atraem turistas do mundo inteiro para a cidade de Foz do Iguaçu.

Tendo como ponto turístico também a Usina Hidrelétrica de Itaipu, que é uma das maiores do mundo, a cidade está sempre lotada pelos viajantes.

Em qualquer época do ano Foz é procurada para visitação, principalmente em datas festivas por isso é preciso agendar hotéis e pousadas com antecedência. Possui um aeroporto internacional e é um dos maiores parques hoteleiros do Brasil, estando muito bem estruturada e com pessoal totalmente capacitado para receber os turistas.


São Tomé das Letras, a quarta mais alta cidade do Brasil, situada a 1.444 metros acima do nível do mar, tem muito a oferecer ao turista: esportes radicais, ecoturismo, belas paisagens, várias igrejas, grutas, cachoeiras, e até ufologia, um assunto que faz parte da mística da cidade, considerada por muitos um dos sete pontos energéticos da Terra.

O portal oficial da cidade http://www.saothomedasletras.net/ traz uma série de informações essenciais ao turista, sobre pontos turísticos, dicas de compras, roteiros de visitas, hospedagem e muito mais.

Não deixe de visitar a Gruta São Tomé e a Gruta do Carimbado, além das Formações Rochosas, sendo a da bruxa a mais famosa, sem esquecer do artesanato, feito utilizando a famosa pedra São Tomé.


Para quem está a procura de calmaria, descanso e tranqüilidade, vale a pela tentar um turismo diferente. O turismo rural vem crescendo a cada dia, sendo procurado cada vez mais nas agências turísticas.

O Turismo Rural oferece: Passeios ecológicos, cavalgadas, comidas típicas, banhos em cachoeiras, rapel, caminhadas tudo bem longe da realidade da cidade grande.

O eco-turista tem de ter consciência diferenciada, pois a estrutura é praticamente inexistente para manter a preservação do ambiente. O conhecimento de trajeto também é fundamental o que torna o guia turístico um personagem importante para a realização do passeio com segurança.

O cuidado com o lixo e com os restos de alimentos é de grande importância, pois mantém o local para que outros turistas venham a ter a mesma experiência.


A Estância Hidromineral Caldas do Jorro, localizada na cidade de Tucano, a 245 km de Salvador, é uma região extremamente encantadora. Os visitantes contam com diversas opções, podem acampar no Parque das Águas, com uma grande área e estrutura para se instalar, como iluminação, piscina, bares e banheiros.

A Cachoeira do Inferno, apesar do nome, é um lugar muito tranquilo, onde o visitante pode se refrescar em suas águas. O Buraco do Vento é um vale com uma grande cratera, ideal para os turistas que gostam de praticar caminhadas, para se chegar até o local anda-se por belas paisagens. O Rio Itapicurú é próprio para a pesca, é extenso e conta com diversas espécies de peixes.

Sugestões para hospedagem:

  • Hotel Bela Vista (75) 3256.1198
  • Jorro Hotel (75) 3256.1280
  • Hotel Morada do Sol (75) 3256.1273

Em Arroio Grande, distante 353 km de Porto Alegre, existem praia, balneário e reserva ecológica para os turistas visitarem. A Praia do Pontal conta com deliciosas águas doces e rasas, às margens da Lagoa Mirim, e é um lugar para quem procura sossego e paz.

Já o Balneário da Ponte é para os visitantes que preferem ver pessoas e se divertir, oferece estrutura para esportes. Também possui incríveis sombras graças às frondosas árvores que margeiam o balneário.

Para pescar, o Canal de São Gonçalo é ideal. O Rio Piratini, o mirante Laje de Pedra e a Reserva Biológica do Mato Grande são outros atrativos naturais de Arroio Grande, que os turistas não podem deixar de conhecer ao visitar a cidade.

Algumas dicas para pousar:

  • Hotel Pousada Vô Laurinho (53) 3262.2820
  • Hotel Copacabana (53) 9963.0225
  • Hotel Colina 3 Ás (53) 3262.1289

O Rio Grande do Sul é um Estado que possui uma grande diversidade de costumes, inclusive distante das metrópoles. A 562 km de Porto Alegre, está a cidade de Alecrim, lugar de grande riqueza natural, próxima à fronteira do noroeste gaúcho.

Alecrim é o município com a maior área margeada pelo Rio Uruguai, são 45 km de costa, que divide o Estado com a Argentina. O rio possui uma imensa importância para a manutenção da biodiversidade local.

A região é também o melhor lugar para os turistas se banharem no Rio Uruguai. Do Balneário Porto Biguá, é possível avistar as encantadoras ilhas no trajeto do rio, onde a pesca é propícia. Os visitantes podem se divertir ainda com as trilhas de jeep.

Dicas de sugestões para se hospedar em Santa Rosa, a 44 km

  • Hotel Avenida (55) 3512.1782
  • Hotel Rigo (55) 3512.6545
  • Hotel Ferreira (55) 3511.3596

O pampa gaúcho é uma das regiões características do Rio Grande do Sul e a cidade de Alegrete, a 497 km de Porto Alegre, faz parte deste cenário. Entre seus atrativos, encontra-se o Rio Ibirapuitã, com 250 km, o seu trajeto tem o formato de um imenso arco, que circunda o município.

A Lagoa do Parové é outra bela opção para conhecer, está localizada em um belíssimo coxilhão. O lugar oferece momentos de muita tranquilidade em meio à natureza. A Ilha dos Milano é uma área de preservação, devido a sua importância ecológica, pois resguarda uma grande variedade de espécies de animais e vegetais, como o jacaré do papo amarelo, o bugio preto, a lontra, entre outros animais e um rico conjunto de pássaros.

Algumas dicas para se hospedar:

  • Hotel Caverá (55) 3422.8548
  • Hotel Pousada Alegrete (55) 3422.6366
  • Hotel São Jorge (55) 3422.5300

Cacequi, distante 407 km de Porto Alegre, é uma cidade interessante para fazer turismo. No município, está o chamado Vossorocas do Macaco Branco, que é um fenômeno decorrente da erosão do vento em rochas, formando-se assim, uma imensa cavidade no solo. O local é de uma beleza deslumbrante, acentuada pela vegetação que desabrocha da cratera, de 80 metros de profundidade.

A cidade conta ainda com a Ponte Férrea, que é a maior da América Latina, erguida nos anos 1930, é um ponto turístico de relevante importância histórica. A Praia dos Dourados também é fascinante, com areias brancas, e a Praia de São Simão, que oferece estrutura para acampamento. Ambas são lindas e merecem ser conhecidas pelos turistas que visitam Cacequi.

Dicas de hospedagem em Rosário do Sul, a 83 km:

  • Hotel Fazenda da Lagoa (55) 3231.2233
  • Hotel Areias Brancas (55) 3231.2363
  • Hotel Mar Del Plata (55) 3231.8187

Boqueirão do Leão, a 187 km de Porto Alegre, é rica em cachoeiras e cascatas. A Cachoeira Perau da Nega tem de um lado uma incrível parede de rochas que forma um círculo e, do outro, a fascinante queda que abastece um poço.

A Cascata do Gamelão também é um atrativo turístico de grande beleza, sua queda encontram-se no meio de dois paredões e deságua em dois poços. Os visitantes frequentam muito o lugar devido ao fácil acesso.

Na Cascata da Colônia Jardim, é possível acampar, o lugar oferece toda a infraestrutura necessária. O destaque são os três poços que embelezam ainda mais o cenário desta cidade que é ideal visitar com a família nos dias quentes do verão.

Hospede-se:

  • Pousada Réstia do Sol (51) 3789.1209

Ou em Santa Cruz do Sul, a 72 km:

  • Hotéis Águas Claras (51) 3713.3144
  • Aquárius Hotel Flat Residence (51) 3715.9933
  • Hotel Village (51) 3713.1025

A Gruta da Paixão é um dos atrativos naturais de Andaraí, a 420 km de Salvador, local de observação de insetos e vestígios de pássaros e mamíferos que por ali passaram. Nela, também é possível encontrar as formações chamadas de estalactites e estalagmites, entre outras.

Para se chegar na Cachoeira do Ramalho, o visitante caminha por uma trilha onde existem interessantes formações geológicas. Já o Córrego do Ramalho tem sua nascente na Serra Escura e sua foz no Rio Baiano. Andaraí também conta com os Marimbus, pertencentes ao Pantanal Baiano, tem grande biodiversidade de flora e fauna.

O Vale do Paty é considerado uma das trilhas mais encantadoras do país, região explorada pelo garimpo, depois transformada em plantação de diversificadas culturas, hoje é ponto obrigatório de visitação dos turistas que desejam conhecer o interior baiano.

Dicas de pouso:

  • Pousada Andaraí (75) 3335.2008
  • Pousada Sincorá (75) 3335.2210
  • Pousada Éden (75) 3335.2173

Uma das paisagens mais bonitas do Brasil está no interior da Bahia. Para quem gosta de se aventurar entre cachoeiras, vales, grutas, além de praticar esportes radicais e trilhas, a Chapada Diamantina é a opção mais indicada.

O município de Lençóis, localizado a 415 Km de Salvador é considerado o centro turístico mais visitado, por conta do grande número de restaurante e agências de turismo, o que ocasiona de renda à população local.

A consciência ambiental na região é ampla. Tanto habitantes, como guias e donos de hotéis e pousadas, o senso se preservação da natureza, que pode ser vista e comprovada pelos visitantes.


A Natureza emoldura Guaraqueçaba, uma cidadezinha paranaense que faz divisa com o estado de São Paulo, ás margens da baía de Paranaguá.

Os encantos de Guaraqueçaba envolvem reservas de Mata Atlântica, cachoeiras, trilhas, praias e muito mais.

As praias de Guaraqueçaba reservam alguns presentes da natureza, como a visita de golfinhos pela manhã e no fim da tarde.

Passeios de barcos levam os visitantes ás praias do Parque Nacional do Superagui onde as principais atrações são os animais ameaçados de extinção como o papagaio-de-cara-roxa. E aqueles que desejam pernoitar na área existem pousadas rústicas e restaurantes.

Mais informações no site www.guaraquecaba.com.br


O município de Claúdio, distante 139 km de Belo Horizonte, é o lugar ideal para conhecer uma flora extremamente diversificada com espécies originárias do cerrado, entre elas, a barbatimão, a pequi e a cagaiteira. Exemplares de outras belíssimas árvores também são vistas na cidade, como jacarandá, cedro, angelim e sucupira, para dar apenas alguns exemplos. A flora de plantas medicinais é também muito rica.

Cláudio conta com uma grande área de mata, que abriga diferentes espécies de animais. Os visitantes que andam pela exuberante natureza da região encontram tamanduás, jaguatiricas, micos, tatus e muitas outras. Destaca-se ainda a cobra-coral, a cascavel e a jararaca.

A Cachoeira do Corumbá, a Serra da Capela Velha, do Barão e do Ouro-Fala são outros excelentes atrativos naturais para o turista que quiser se aventurar pelo interior de Minas Gerais.

Pouse em:

  • Hotel Babilônia (37) 3381.2107
  • Hotel Três Irmãos (37) 3381.2255
  • Hotel Vilaça (37) 3381.1675

1001623739_826b72a549


A Praia do Francês, a 20 km de Maceió, é um dos lugares mais visitados por turistas de todo o país. As enseadas da praia são naturais, reservando belíssimas paisagens em conjunto com a preservada vegetação de restinga. O local é ideal para os visitantes que gostam de praticar surf. Pode-se ainda mergulhar, passear de barco, banana-boat e ultra-leve.

Depois de muito esporte, nada melhor do que experimentar os petiscos e frutos do mar, especialidade dos bares locais. Já quem gosta de caminhar var adorar chegar até a Barra de São Miguel a pé. A região reserva também histórias do passado, como o fato da praia ser habitada, na época da colonização, pelos índios Caetés e se supor que foi palco da chegada de navios piratas, ávidos pelo pau-brasil na Mata Atlântica.

Dicas para pouso:

  • Pousada Miragem (82) 3260.1604
  • Pousada Maresia (82) 3260.1224
  • Hotel Mahon-Mar (82) 3260.1223

frances2005


Arraial do Cabo é uma cidade que fica a apenas 140 Km do Rio de Janeiro e, com seu jeitinho de cidade do interior, atrai cada vez mais turistas.

Um lugar de belas praias, lagoas e dunas, nos propicia sempre uma temperatura quente, chegando a 23 graus no inverno. Com a mata preservada, a caminhada é uma ótima dica de passeio, sem esquecermos dos passeios de barco, que nos levam para praias desertas e paradisíacas.

Para terminar o dia com chave de ouro, vale a pena conferir o pôr-do-sol no Pontal do Atalaia, que nos proporciona um momento inesquecível e mágico.

arraial


Jacobina, a 352 km de Salvador, é o lugar certo para quem deseja estar mais próximo da natureza. O município oferece o turismo ecológico com suas mais diversas possibilidades, entre elas, passeio nas serras, canyons e desfiladeiros, além de deliciosos banhos em cachoeiras de águas cristalinas.

No Parque das Cachoeiras, 45 quedas d’água foram um cenário fascinante e nelas é possível praticar rapel; nas trilhas que existem na região, o turista pode optar entre a mountain bike e o trekking.

A Cachoeira Véu de Noiva tem a maior queda d’água, seus 60 metros de altura desembocam em um poço delicioso para mergulhar. Já uma das trilhas mais emocionantes é a da Cachoeira da Pirâmide, com vegetação fechada, é necessário atravessar três riachos para chegar até a queda d’água.

Algumas sugestões de hospedagem:

  • Fiesta Park Hotel (74) 3621.6916
  • Hotel do Coelho (74) 3621.3181
  • Jacobina Palace Hotel (74) 3621.2488

Analândia, a 214 km de São Paulo, é uma cidade para turistas que procuram momentos de aventura. Um dos atrativos é o Escorregador Natural, situado em uma bela cachoeira, ideal para relaxar e tomar sol.

O visitante que prefere praticar rapel pode escolher entre o Morro Cuscuzeiro e o Morro do Camelo. O Morro do Cuscuzeiro tem o privilégio de ser um testemunho geológico com formação em arenito e uma bela vegetação.

Já o Morro do Camelo é muito visitado à noite, pela bela vista da cidade e região. Sua boa localização, acima do nível da cidade, oferece um pôr-do-sol inesquecível. É possível ainda conhecer o Salto Major Levy, da onde são escutados diversos sons, como do canto de pássaros, da cachoeira, das araras, corujas e grilos.

Sugestões de hospedagem:

  • Chalé Macaúva (11) 8124.6979
  • Pousada Sopro do Vento (19) 3566.1303
  • Pousada Vale da Lua (19) 3566.1112

A 120 km de João Pessoa, está a cidade Areia. Um encantador lugar que sedia a Reserva Ecológica Estadual Mata do Pau-Ferro. A área conta com uma extensa mata nativa, córregos, trilhas, diversos animais silvestres e uma barragem.

A reserva é de preservação ambiental, sendo proibida a pesca, a caça e o desmatamento depredatório de uma das poucas reservas remanescentes de Mata Atlântica do nordeste.

Os caminhos, que antes serviam como fonte de acesso para retirada de madeira, foram transformados em trilhas, as chamadas Trilhas do Cumbe. A mata oferece ainda um maravilhoso passeio ecológico, embalado pelo canto da imensa fauna e por um delicioso banho nas águas da barragem Vaca Brava.

Algumas sugestões de hospedagem:

  • Pousada Veneza (83) 9107.5524
  • Rancho Nova Vida (83) 3362.2081
  • Hotel Bruxaxá (83) 3362.2423




CONTINUE NAVEGANDO: