A Boca da Onça Ecotur, localizada em Bodoquena (MS), traz em seu roteiro de atividades o Rapel na Boca da Onça, que constitui-se em uma descida por um paredão de 90 metros de altura.

A ponte que leva ao início do rapel possui 34 metros de comprimento, e leva o aventureiro até o “abismo”, há 15 metros de distância do paredão, de onde se inicia o rapel.

Para a preservação da estrutura, o rapel na Boca da Onça é praticado de forma diferente, não havendo o apoio dos pés no paredão.

O “abismo”, na realidade, é o Cânion do Rio Salobra, que pertence à Bacia do Rio Paraguai e nasce na Serra da Bodoquena, sendo  “um dos berçários dos peixes do Pantanal”.

O cânion em si foi escavado em rocha calcária, pela força das águas do Rio Salobra, com seus paredões possuindo incríveis formações rochosas entalhadas há milhões de anos.

O rapel localiza-se em uma Fazenda que conta também com cachoeiras e trilhas, além de encantadora paisagem, formada pela fauna e flora típica da região.

Por Laura Skws.


O turismo de aventura em Bonito, município do Mato Grosso do Sul, conta com a contribuição do Circuito Arvorismo, cujo grau de dificuldade é denominado “acrobático”.

O circuito possui 350 metros, com treze obstáculos em seu percurso, entre eles quatro tirolesas, pontes (como a Ponte de Bambu e a Ponte Crusoé) , rapel e outras atividades suspensas.

A administradora do Circuito Arvorismo indica que os interessados em percorrer o Circuito devem, além de trazer repelente, vir vestidos com camiseta leve, confortável e comprida (abaixo da linha do quadril); calça ou bermuda comprida que permita boa movimentação às pernas; e calçado fechado (tipo tênis) com meias compridas que passem da altura do tornozelo.

O Circuito Arvorismo localiza-se a 10km da sede de Bonito, na Rodovia MS 345, conhecida como “Estrada do 21”.

O telefone do local é o (67) 3255-1610, e o email é contato@circuitoarvorismo.com.br.

Por Laura Skws.


O Mato Grosso, oferece a bela paisagem das três chapadas brasileiras mais famosas, a Chapada dos Guimarães. A região que é localizada no centro da América do Sul é rica em ecoturismo e recomendado pelo o livro “1.000 lugares para conhecer antes de morrer” por suas belezas e sensações descritas apenas por quem conheceu a Chapada.

Os aventureiros de plantão podem praticar rapel e trekking em meio ao Cerrado. Para os que curtem um clima místico e esotérico, o local serve como inspiração e é muito procurado pela peregrinação mística de visitantes.

Dizem às lendas que o lugar é cenário para histórias referentes a aparições de OVNs e duendes.

Só indo ao local para conferir tudo que é oferecido na Chapada dos Guimarães.

Juliana Alves


A cidade de Brotas é considerada capital paulista de esportes de aventura. Agora a cidade que fica a duzentos e cinquenta quilômetros da grande São Paulo tem novidades radicais para os pequeninos. Inaugurou um circuito de arvorismo para crianças à partir de 3 anos.

Os pais podem acompanhar e cumprir o circuito juntamente com seus rebentos. Os desafios foram criados pensando exclusivamente nos pequenos, com desafios adequados para a pouca idade dos atletas. Há 1,20 mt do chão, tem atividades que incluem pontes, redes, troncos e uma tirolesa.  

Todo o circuito dura 30 minutos aproximadamente e pode ser realizada duas vezes pelo valor de 45 reais por criança. Com o valor é possível aproveitar o dia inteiro na fazenda.

Mais informações pelo site www.ecoacao.com.br 

Por Victor Gonçalves


Rio Negrinho está localizado no Planalto Norte de Santa Catarina e sua colonização é basicamente formada por imigrantes alemães, portugueses, italianos e poloneses. Sua economia é baseada em suas inúmeras indústrias e no turismo rural, de aventura e principalmente de negócios. Um dos principais atrativos do municipio é a Maria-Fumaça, que oferece pequenas viagens até municípios vizinhos através de um belo trem a vapor.

Quem gosta de um clima de aconchego enquanto degustas maravilhas da culinária colonial, precisa conhecer o Café Colonial da cidade. Lá são servidos pratos multiculturais, sempre com o jeitinho colonial da mão de obra familiar.

Uma boa dica de hospedagem para quem visitar o município é a Pousada das Araucárias, que oferece uma deslumbrante área verde de cerca de 100 mil metros quadrados, com direito a campos e quadra de jogos, piscina, salão de festas, trilhas, café colonial e cavalgada.

Por Juliete Lunkes

Fonte: Santur


O pequeno município catarinense de Doutor Pedrinho faz parte da rota do Vale Europeu. Com a economia sustentada pela extração de madeira de reflorestamento e agricultura, a cidade conta ainda com belezas naturais espalhadas por todas as partes. Além de reservas biológicas, podem ser vistas com abundancia diversas grutas, cascatas, corredeiras, cachoeiras, cânions e morros. A paisagem atrai não apenas visitantes em busca de belezas naturais e tranqüilidade, como também centenas de praticantes de esportes radicais.

Aos interessados na prática de esportes como, canyoning, ducking, e rapel, a dica é entrar em contato com a Ativa Rafting, uma empresa especializada em turismo ecológico e de aventura.

Para quem visitar a cidade, uma sugestão de hospedagem é a Bella Pousada, que oferece quartos decorados, bem equipados e super aconchegantes, além de uma belíssima paisagem.

Por Juliete Lunkes

Fonte: Santur


Sossego ou adrenalina? Ambos. A dica é Monte Verde, meca do turismo na Serra da Mantiqueira. A pequena vila localiza-se a quase 1600 metros acima do nível do mar, o que lhe confere clima e neblina típicos.

Localizada na região chamada Serra Mineira, a cidade merece uma visita, principalmente na época do inverno, quando fica ainda mais charmosa.

O lugar convida a longas caminhadas mescladas a porções generosas de pão de queijo e chocolate artesanal, ao pé da lareira.

Nem só de compras e quitutes vive a região. Cachoeiras, trilhas para caminhada, rampa de vôo livre, spa, rafting e muitas outras atrações radicais.

Saindo Rio, chega-se a Monte Verde pela Dutra até a BR 459 indo em direção à Pouso Alegre, estrada que liga Poços de Caldas a Paraty, percorrendo boa parte do antigo traçado Estrada Real. Depois seguir pela rodovia Fernão Dias até Camanducaia, daí segue-se sentindo Monte Verde.

Por Andrea Cardoso                                                                           

                                                                        


Conhecida por suas cachoeiras, rios, montanhas e piscinas naturais, a cidade catarinense de Ibirama atrai mais de trinta mil turistas anualmente. Repleta de natureza preservada, a cidade é chamada de “cidade dos belos panoramas”, e, além disso, ainda conserva características da colonização germânica, através de edifícios históricos, culinária e artesanato.

O município é rota certa para praticantes de esportes radicais como rafting, cascading, rapel, treking e canyoning. Um dos trechos mais procurados para a prática de rafting é o Morro do Pelado, que tem cerca 7,5 quilômetros. Através da  Eco Adrenalina os turistas podem curtir a aventura em vários pontos, principalmente nas descidas que correm em seis cachoeiras no Rio Rafael e no Ribeirão das Pedras.

Na Ferrovia das Bromélias, que recorta a topografia da serra do Rio Itajaí-Açu, é possível praticar trekking tendo como plano de fundo belíssimas cachoeiras e antigas pontes ferroviárias.

Por Juliete Lunkes

Fonte: Santur


O município gaúcho de Cotiporã tem aproximadamente 4 mil habitantes e faz divisa com Bento Gonçalves, sendo também parte da Rota da Uva e do Vinho. Sua população é composta basicamente por famílias de descendência italiana. A cidade se destaca por ter aspectos suficientes para desenvolver diversos segmentos turísticos, como o turismo religioso, turismo de aventura, turismo ecológico e de compras. O Artesanato do município é riquíssimo em detalhes através de técnicas que passam de mãe para filha.

Ligando o turismo e a cultura, Cotiporã destaca-se em diversos atrativos, que vão desde sua arquitetura típica italiana, trazida pelos imigrantes, até o museu municipal que guarda toda a narrativa desta saga através de objetos e fotografias.

As belezas naturais também são um belo atrativo na cidade, através de suas belas cascatas e do Morro dos Baianos. A chapada do morro possui 70 hectares de mata nativa, além de mirantes com vistas paradisíacas.

Por Juliete Lunkes


Localizada próxima de Gramado, Canela pode ser considerada uma extensão de sua cidade vizinha, pois é tão bonita e charmosa quanto ela. Não tem tantos hotéis luxuosos e restaurantes badalados, mas destaca-se bela beleza natural de suas paisagens. São inúmeros parques e reservas com paisagens paradisíacas, ideais para caminhadas ou somente para relaxar ouvindo o som dos pássaros.

A cidade é repleta de rios, florestas, morros e bosques, muitos deles situados dentro de parques que oferecem excelente infra-estrutura para os visitantes. Para quem gosta de esportes radicais como  rappel, rafting, pêndulo, tirolesa ou trekking, Canela é o destino ideal.

Um dos atrativos de inverno em Canela é o restaurante La Charbonnade. Além de ter um visual super charmoso e aconchegante, o restaurante oferece um menu variado com diversas opções de fundues e uma adega de vinhos finos para curtir o friozinho em família ou em clima de romance.

Por Juliete Lunkes


Santa Catarina é o estado ambicionado por uma grande quantidade de brasileiros para morar. A qualidade de vida e as belezas naturais por si só já bastam-se para arrancar suspiros e uma inveja positiva dos que lá vivem. Para quem não pode realizar este desejo visitar, a princípio, já está de bom tamanho.

A praia do Rosa localizada entre garopaba e Imbituba é um desses destino dos sonhos. Conhecida pela prática de Windsurf, surfe e vela, o loca é um paraíso frequentado por surfistas e admiradores de esportes náuticos. As ondas são altas, o verde é extasiante e as montanhas cobertas pela mata atlântica.

Existe bastante opções de hospedagem, os restaurantes servem delícias caprichadas e o resto a própria praia se encarrega de oferecer. E é por essa e por outras que Santa Catarina é o sonho de consumo de muita gente!

Por: Teresa Almeida


A cidade de Jaguariaíva é um local que agrade qualquer tipo de turista, com esportes radicais como rapel, canyonig e ate mesmo rafting, para os aventureiros, mas também possui caminhas, passeios ecológicos e turismo rural para quem procura descanso e tranqüilidade.

Com cachoeiras exuberantes e um paredão de pedra, a cidade é rota de muitos turistas.

Com festas típicas do interior do estado, a cidade mantém a tradicional hospitalidade de cidades interioranas.

A culinária também não fica para trás e mostra-se em pousadas, hotéis e chalés que cercam o lugar para receber os visitantes.

A cidade é um modelo de limpeza e cidadania, quando tiver um tempinho, visite Jaguariaíva.

Por José Alberi Fortes Junior.


Búzios é sem dúvida um paraíso ecológico. Lá você pode escolher entre as várias opções de esporte e lazer como passeios de barco para conhecer suas belas praias e ilhas. Também pode-se fazer um mergulho nas águas cristalinas, numa temperatura de 22°C.

Os iniciantes podem curtir um mergulho livre nos costões de praias como João Fernandes e Lagoinha. Já os mais profissionais e experientes, têm a opção do mergulho com cilindro nas Ilhas da Âncora, Gravatás, Filhote e Ilha Feia.

Apenas em maio a visibilidade fica prejudicada pela força dos ventos. Com relação à fauna marinha, são encontrados em búzios corais, tartarugas verdes e peixes como a garoupa, mero e arraia gigante. A cidade conta com operadoras de mergulho, que instruem tanto iniciantes quando os mais experientes. Outras atividades esportivas e de lazer que você pode encontrar em Búzios são o surfing, skitesurfing, pesca, vôo livre, trekking e mountain bike. Maiores informações podem ser encontradas no site www.buziosonline.com.br .


Para quem gosta de visitar lugares com encantadoras vistas panorâmicas, Santo Antônio do Pinhal, a 163 km de São Paulo, é o lugar certo. O Pico Agudo, na Serra da Mantiqueira, tem 1.700 metros de altitude, é famoso por ser um dos poucos da América Latina a oferecer uma visão de 360 graus. Nele, aventureiros de todas as partes praticarem o Vôo Livre, sua posição beneficia o esporte o ano inteiro.

O Mirante Nossa Senhora Auxiliadora também oferece uma inesquecível vista da Serra da Mantiqueira e do Vale do Paraíba. No local, a estátua da santa que dá nome ao mirante atrai visitantes adeptos do turismo religioso. Para quem gosta das alturas, tem mais, a cidade conta ainda com o Morro do Cruzeiro, a 1.300 metros, tem mirante, praça e a Trilha das Cruzes para passear.

Hospede-se:

  • Mirante Pousada (12) 3666.1443
  • Pousada Venezia (12) 3666.1505
  • Pousada Alemã (12) 3666.1360

Paula Cassandra


Itapira, a 166 km de São Paulo, é um maravilhoso lugar para se conhecer. A cidade conta com uma fascinante cachoeira de deliciosas corredeiras para um banho refrescante, onde moradores e turistas praticam canoagem, o que valeu ao município o título de sede da 1ª etapa do Campeonato Brasileiro e Paulista de Canoagem.

Quem gosta de Asa Delta também vai encontrar em Itapira muitos encantos. É no Morro do Cruzeiro onde, a mais de mil metros de altura, esportistas se aventuram no céu. A plataforma de vôo livre é a única no Estado e reúne interessados de todas as partes.

O Parque Juca Mulato é outro ponto turístico, nele encontram-se diferentes espécies de árvores, um aviário e infraestrutura para passar momentos de tranquilidade. A área conta com museus e espaço para a criançada brincar.

Pouse em:

  • Hotel Leli’s (19) 3863.1440
  • Hotel Palace (19) 3863.0621
  • Hotel São Paulo (19) 3863.1465

Paula Cassandra


A cidade de Buritama, distante 535 km de São Paulo, é famosa pelo seu mar de água doce, delicioso para se banhar e passar o final de semana com os amigos. Além de área de camping, na região é possível praticar alguns esportes, entre eles, a pescaria e o jet ski.

Uma ótima opção para quem for visitar o município é conhecer o Parque Turístico João Simão Garcia. O lugar é calmo e o visitante terá nele momentos de muita tranquilidade. No parque, uma prainha refresca os adultos e diverte as crianças, local ideal também para estar com a família.

O parque oferece ainda toda a infraestrutura necessária para atender os turistas com aconchego, como uma grande área de camping muito arborizada e área de lazer para caminhadas e apreciação do pôr do sol.

Algumas sugestões para se hospedar:

Paula Cassandra


O município de Areias, a 225 km de São Paulo, é um lugar repleto de pontos turísticos para os visitantes que desejam se aventurar no interior paulista. Os Campos da Bocaina é um dos belíssimos lugares para se conhecer, suas quedas d’água e vegetação nativa encantam visitantes de todas as partes.

As altitudes da Serra da Bocaina, que variam de 1500 a 2000 metros, convidam para o turismo de aventura, sendo possível fazer trilhas pelos mais altos picos, como o Curral Velho, Tira Chapéu e outros. Entre as mais belas cachoeiras, destacam-se a Cachoeira do Conde e a Caroba.

Para quem prefere a pesca e os esportes náuticos, o atrativo ideal é a Represa do Funil, local muito requisitado pelos turistas e moradores da cidade.

Escolha uma das opções para se hospedar:

  • Hotel Solar Imperial (12) 3107.1109
  • Pousada Caminhos da Bocaina (12) 3107.1499
  • Pousada Fazenda Sítio Velho (12) 3107.8228

Paula Cassandra


Itacaré, com temperatura que gira em torno dos 35oC no verão, é o nome do cenário perfeito para quem busca adrenalina. Cercado por grandes coqueirais e agraciado pela Mata Atlântica, Itacaré é um cenário perfeito para se aventurar no rapel, rafting, vôo livre e outros. Além das belas praias, o local oferece aos visitantes cachoeiras, manguezais e mata virgem.

Para chegar neste paraíso saindo de Salvador a distancia é de aproximadamente 440 km, mas para quem sai de Ilhéus a distancia é de apenas 72 km. Quem for de avião fica no aeroporto de Ilhéus e o restante do trajeto faz de carro ou de ônibus, que sai diariamente de Ilhéus rumo ao paraíso. Uma outra opção é pegar ferry-boat em Salvador, fazer a travessia para Bom Despacho, na Ilha de Itaparica-Ba, de lá seguir pela Ba-001. O estão esperando?


O Estado de Roraima, no Norte do Brasil, é um bom lugar a ser visitado, principalmente por turistas mais aventureiros. Há ainda pontos turísticos pouco explorados, que levam à paisagens fascinantes.

O principal atrativo é a ida ao monte Roraima. Ele é um dos pontos mais altos do país, e é possível que qualquer pessoa faça a trilha pelo monte. Para realizar a caminhada só é necessário dormir em barracas e ter preparo físico para percorrer de 70 a 80 quilômetros.

Outro atrativo do estado é a culinária. A damorinda é o principal prato, ela é um assado de carne ou peixe regado por vários tipos de pimenta.

Por Rosana Radke


Urubici é o lugar perfeito para descansar e curtir o frio no inverno. A mais ou menos 2 horas de Florianópolis, a cidade fica no ponto mais alto do Brasil e, em conseqüência, é uma das mais frias.

Quem pretende se aventurar encontra diversas opções em Urubici. Entre os mais procurados estão o Rafting, o rapel, o montanhismo e as trilhas ecológicas.

A cidade é pacata, mas com uma boa estrutura hoteleira para recepcionar os turistas. Há restaurantes que servem comidas típicas e chocolatarias.

O contato direto com a natureza, com o frio e a rusticidade são marcas registradas desta cidade serrana, com povo acolhedor e hospitaleiro.

Por Rosana Radke


Para quem deseja conhecer as belezas naturais de São Paulo, uma ótima opção é a cidade de Brotas, distante 235 km da Capital. A Mata Nativa Aventura é um espaço para praticar esportes em meio à natureza, oferece tirolesa com um tour de 1.300 metros, tirolesa aquática e emocionantes trilhas, além de toda a infraestrutura necessária para receber os turistas.

Na zona urbana, o Parque dos Saltos é um lugar fascinante, onde o rio que passa pelo município apresenta corredeiras e quedas. Ali, pratica-se a canoagem e o rafting, e conta com uma antiga construção com valor arquitetônico que abrigava uma usina hidrelétrica.

Os visitantes que gostam de automóveis vão se fascinar com o Museu do Calhambeque, que tem um acervo com 20 veículos das décadas de 1920 e 1930.

Opções de hospedagem:

Fazenda Sinhá Ruth (14) 3653.6152

Pousada Kampai (14) 3653.2832

Fazenda Hotel Areia que Canta (14) 3653.1382

Por Paula Cassandra


O estado mais novo do Brasil não tem uma visibilidade grande no cenário nacional, mas não significa que fique atrás quando o assunto são belezas naturais.

A região do Jalapão é uma dos mais novos destinos de turismo de aventura e ecoturismo do estado do Tocantins.

A região é bem quente, a temperatura chega muito fácil aos 40° por isso, é sempre bom levar um protetor solar, óculos-escuro e boné. Como as noites são frias é sempre bom levar um agasalho, a região é cheia de insetos, é recomendado levar repelentes para espantar os visitantes indesejados e também se vacinar contra a febre-amarela pelo menos 10 dias antes da viagem.

Para saber mais informações e dicas quentes de como chegar ao Jalapão e lugares para ir na região, confira os toques dados pela equipe do EcoViagem

Por Levi Rocha


Se você quer ter um contato maior com a natureza, procure a empresa Trilhas & Trilhas. Eles oferecem diversos roteiros para você que quer fugir do trânsito, preocupações e correria da cidade.

As atividades são muitas, como caminhadas, cavalgadas, rapel, rafting, tirolesa, curso de fotografia da natureza, observação de aves, navegação por orientação, eco-treinamento e educação ambiental (estudo do meio), destinada as escolas, entre outras.

Tudo é muito seguro, já que os locais são visitados antes de qualquer coisa e as atividades são sempre acompanhadas por um guia especializado e com todos os equipamentos de segurança necessários.

Entre em contato com a empresa e programe a sua aventura em meio à natureza, que muitas vezes esquecemos. O telefone é (11) 2231-2933 / 2231-0840 e o e-mail contato@trilhasetrilhas.tur.br. O endereço é Rua Edgard Salles, 560 – São Paulo.

Por Larissa Nalin

A Nova Zelândia é um dos poucos países pertencentes à Oceania, continente situado no outro lado do mundo banhado pelo Oceano Pacifico, e fica a cerca de 2000 km da Austrália, seu país vizinho.

Esse país vem ganhando destaque internacional na área de turismo, principalmente pelo turismo de aventura, que atrai jovens do mundo inteiro que querem se arriscar em esportes de média e/ou alta periculosidade.

Popularmente chamada de “a terra dos esportes radicais” o país tem os lugares perfeitos para se aventurar pulando de bungee-jump, de pára-quedas ou para paint, asa delta, ou até mesmo fazer trilhas nas florestas, rafting nos rios, imagine então descer de um morro rolando dentro de uma bola de plástico gigante, os viajantes de aventura não podem perder esta oportunidade.

Para saber mais informações sobre este país fascinante para os aventureiros, visite os sites http://www.aucklandnz.com/ e http://www.newzealand.com/travel/International, e tire todas as suas dúvidas.

Good Adventure!

Por Levi Rocha

Montes Claros, distante 418 km de Belo Horizonte, é uma cidade com uma natureza muito rica e preservada. Os parques da região são a prova disso. O Parque Municipal Milton Prates é um encantador lugar, conta com uma belíssima área verde e infraestrutura para receber os turistas, como restaurante e espaço para praticar esportes.

O lugar é propício para a realização de um tranquilo piquenique, possui play-ground e pedalinho para as crianças se divertirem. Próximo está instalado o zoológico municipal com diferentes espécies de animais.

Já o Parque Sapucaia, na Serra do Ibituruna, é uma reserva florestal, ideal para os visitantes que gostam de aeromodelismo, ultra-leve e asa delta, bem como montanhismo e corridas rústicas. Quem prefere os passeios menos radicais, vai se divertir no teleférico.

Descanse em uma das sugestões:

  • Dimas Lessa Hotel (38) 3222.9815
  • Hotel Alvorada (38) 3214.1397
  • Hotel Premier Palace (38) 3221.6800

Paula Cassandra


Próximo 30 km de Belo Horizonte, está o município de Betim, que conta com as maravilhas do turismo ecológico para os visitantes que gostam de conhecer lugares em meio à natureza. Encontram-se na cidade atrativos naturais como a Trilha dos Bandeirantes, a Lagoa Várzea das Flores, além de montanhas por onde é possível praticar caminhadas, cavalgadas, rapel e mountain bike.

A Várzea das Flores é um lugar muito frenquentado pelos moradores da região e turistas, é um lugar de grande beleza e ideal para o descanso. Já a Fazenda Vale Verde oferece 150 hectares transformados em parque ecológico. Os guias do local levam os visitantes a um passeio por toda a área, onde entre outros atrativos, se conhece a produção de doces e conservas artesanais, bem como o preparo das cachaças da região.

Hospede-se em:

Hotel Serra Negra (31) 3594.4137

Hotel Maia (31) 3594.2594

Hotel Nuar (31) 3531.1914

Paula Cassandra

Levy Gasparian, a 145 km do Rio de Janeiro, é uma cidade encantadora, possui entre seus pontos turísticos a Pedra de Paraibuna, uma imensa rocha de 890 metros de altura. Fica próxima às corredeiras do rio de mesmo nome e conta com um grande paredão de aproximadamente 400 metros.

Do alto da pedra, o visitante tem uma visão completa do Vale do Rio Paraibuna. As Corredeiras do Rio Paraibuna também são outro atrativo de incomparável beleza, sendo um dos lugares mais importantes para o turismo no município. As corredeiras são muito visitadas por turistas de todo o país, no local é possível praticar a canoagem e ter tranquilidade em meio à natureza.

Hospede-se em:

Paula Cassandra

Quem deseja conhecer o interior mineiro deve visitar Dom Joaquim, a 180 km de Belo Horizonte. Na cidade, existe o Complexo Turístico da Represa, onde são inúmeras as opções para se divertir, entre elas, cachoeiras e piscinas. O local conta com restaurantes, bares e ginásio de esportes. O visitante pode praticar jet-ski e canoagem.

Em Dom Joaquim, está instalada a Área de Proteção Ambiental Gameleira, constituída por uma grande floresta por onde passam praias, corredeiras e cachoeiras com deliciosas águas cristalinas. O lugar oferece ainda a beleza do encontro das águas do Ribeirão do Jacém e do Rio do Peixe.

Lindas paisagens também são vistas na Cachoeira da Maria Bamba, que é cercada por vegetação nativa, que formam trilhas e onde é possível acampar para aproveitar o dia.

Algumas dicas de hospedagem:

  • Pousada Caminho das Minas (31) 3866.1478
  • Pousada do Gaia (31) 8322.8532
  • Halley Hotel (31) 3866.1104
Por Paula Cassandra

As praias de Rio das Ostras, a 170 km do Rio de Janeiro, são o lugar ideal para quem procura descanso em meio às delícias da natureza. A Praia do Abricó destaca-se por seu clima de tranquilidade. Já a Praia das Tartarugas é pequena e repleta de tartarugas.

A Praia dos Bosques conta com árvores de grande porte, águas profundas para um refrescante banho e uma areia deliciosa para praticar esportes. A Praia do Centro é sossegada, com infraestrutura completa para os turistas.

A Praia do Cemitério também é propícia para o banho, bastante frequentada pelos moradores que pescam no local.  A Praia da Boca da Barra possui estrutura para se divertir e comer bem e a Praia da Joana Pequena é área de preservação.

Sugestões para se hospedar:

  • Pousada Manhã Dourada (22) 2760.9136
  • Pousada Santa Helena (22) 2764.1358
  • Hotel Fazenda Recanto da Praia (22) 2764.6013
Paula Cassandra

Spas, hotéis fazendas, retiros, chalés mais afastados são uma das alternativas para o turismo, porém tem pessoas que procuram algo mais agitado e divertido.

O interesse por raffiting, rapel, tirolesa, asa-delta e vários outros esportes radicais tem aumentado significativamente não só por adolescentes, mas por todas as idades. Estes esportes geralmente são encontrados nos picos brasileiros e o turismo feito para essas regiões tem suas calmarias e suas agitações.

Somente executada por profissionais altamente qualificados esses esportes radicais trazem ao turista adrenalina e diversão enquanto conhece a beleza natural do local.  Sendo assim, viajar não importa o destino, faz bem ao corpo e a mente.


Pegar a estrada, com uma mochila nas costas e uma barraca no porta-malas. Para alguns isso basta para se tornar uma viagem turística das mais emocionantes.

Não ter um destino definido até começar a viagem pode ser uma alternativa de surpresa e emoção. Apenas define se deseja ir para o interior ou para o litoral, depois disso é só pegar a estrada e escolher o lugar para parar e curtir o visual.

A rede hoteleira e os campings ainda são, infelizmente, muito carentes e precisam de muito investimento. Mas se tiver um pouco de sorte e muita vontade é possível arranjar um bom lugar para acampar e aproveitar a natureza.


O município de Vargeão, distante 479  km de Florianópolis, oferece, entre seus atrativos turísticos, o Paredão e a Cascata do Beato João Maria, onde a queda d’água localiza-se no meio do paredão. Ali, situa-se ainda a Gruta de Nossa Senhora de Lourdes.
O Domo de Vargeão é ainda mais incrível, acredita-se que a cratera tenha sido formada devido ao impacto de um meteoro. Lugar de pesquisas e muito visitado, conta ainda com um mirante, chamado de Acesso do Meio, que possibilita uma vista completa da área.
A cidade possui outro sítio paleontológico, o Areial, que está localizado dentro da cratera, de sua base afloram argila e areia. Lugares de grande importância científica que merecem ter a visita de turistas de todo o país.
Hospede-se em:
Hotel Canário (49) 3434.0166
Ou em Chapecó, a 71 km:
Hotel Bertaso (49) 3361.8888
Eston Hotel (49) 3323.1044
Golden Hotel (49) 3331.0300

O município de Vargeão, distante 479  km de Florianópolis, oferece, entre seus atrativos turísticos, o Paredão e a Cascata do Beato João Maria, onde a queda d’água localiza-se no meio do paredão. Ali, situa-se ainda a Gruta de Nossa Senhora de Lourdes.

O Domo de Vargeão é ainda mais incrível, acredita-se que a cratera tenha sido formada devido ao impacto de um meteoro. Lugar de pesquisas e muito visitado, conta ainda com um mirante, chamado de Acesso do Meio, que possibilita uma vista completa da área.

A cidade possui outro sítio paleontológico, o Areial, que está localizado dentro da cratera, de sua base afloram argila e areia. Lugares de grande importância científica que merecem ter a visita de turistas de todo o país.

Hospede-se em:

  • Hotel Canário (49) 3434.0166
  • Ou em Chapecó, a 71 km:
  • Hotel Bertaso (49) 3361.8888
  • Eston Hotel (49) 3323.1044
  • Golden Hotel (49) 3331.0300


Para ver a diversidade de paisagens do Jalapão, no estado de Tocantins, o visitante precisa ter mais que energia de sobra, disposição e resistência. São horas e horas sacolejando em picapes 4×4 pelas areias da região, passando por lugares que até chegam a lembrar o continente africano.

O calor escaldante pode causar cansaço a quem não está habituado, mas vale a pena mergulhar nas praias refrescantes do Jalapão e andar pelas dunas cor de laranja, até que se enxergue o belíssimo pôr-do-sol e a sensação de canseira seja invadida pela admiração.

Talvez o que deixe a desejar sejam as opções de hospedagem, que fogem do ar sofisticado da capital. Mas, para quem busca aconchego e belas paisagens o Jalapão pode ser considerado um verdadeiro paraíso. A dica é não deixar de conhecer a Cachoeira da Formiga e o Mirante da Serra.


São Tomé das Letras, a quarta mais alta cidade do Brasil, situada a 1.444 metros acima do nível do mar, tem muito a oferecer ao turista: esportes radicais, ecoturismo, belas paisagens, várias igrejas, grutas, cachoeiras, e até ufologia, um assunto que faz parte da mística da cidade, considerada por muitos um dos sete pontos energéticos da Terra.

O portal oficial da cidade http://www.saothomedasletras.net/ traz uma série de informações essenciais ao turista, sobre pontos turísticos, dicas de compras, roteiros de visitas, hospedagem e muito mais.

Não deixe de visitar a Gruta São Tomé e a Gruta do Carimbado, além das Formações Rochosas, sendo a da bruxa a mais famosa, sem esquecer do artesanato, feito utilizando a famosa pedra São Tomé.


Localizado na América Central, banhado pelo Oceano Pacífico e pelo Mar do Caribe é um país com quase 3,8 milhões de habitantes é mundialmente conhecido na área turística, uma área que tem tido cada vez mais importância econômica do país.

A Costa Rica é um país onde a variedade para os tipos de turismo são muitas, mas podemos destacar os seguintes o turismo de Aventura (o mais procurado até então), o turismo Cultural e o Ecoturismo.

É garantia de um bom passeio, que com certeza não irá sair da memória de quem tiver a oportunidade de ir a esse maravilhoso país.


Analândia, a 214 km de São Paulo, é uma cidade para turistas que procuram momentos de aventura. Um dos atrativos é o Escorregador Natural, situado em uma bela cachoeira, ideal para relaxar e tomar sol.

O visitante que prefere praticar rapel pode escolher entre o Morro Cuscuzeiro e o Morro do Camelo. O Morro do Cuscuzeiro tem o privilégio de ser um testemunho geológico com formação em arenito e uma bela vegetação.

Já o Morro do Camelo é muito visitado à noite, pela bela vista da cidade e região. Sua boa localização, acima do nível da cidade, oferece um pôr-do-sol inesquecível. É possível ainda conhecer o Salto Major Levy, da onde são escutados diversos sons, como do canto de pássaros, da cachoeira, das araras, corujas e grilos.

Sugestões de hospedagem:

  • Chalé Macaúva (11) 8124.6979
  • Pousada Sopro do Vento (19) 3566.1303
  • Pousada Vale da Lua (19) 3566.1112

Você adoraria esquiar mas a grana está curta para ir à Bariloche?

São Roque é a solução! Localizada a 54 Km de São Paulo, a cidade abriga o Ski Moutain Park, um parque situado na montanha a 1.200m acima do nível do mar. São duas pista de esqui e snowboard, uma de pequena inclinação destinada aos iniciantes, e outra de média dificuldade para os que já sabem esquiar.

Além de esquiar, há muitas outras opções de lazer no parque como alpinismo, mountain bike, paintball, teleférico, trilha ecológica, arco e flecha e passeio a cavalo. Para os mais calmos, a vista panorâmica de São Roque já faz a viagem valer a pena.

Funcionamento:

  • Sábados, domingos, feriados Prolongados;
  • Durante o mês de Julho, o parque funciona de terça a domingo;
  • Horário: 10hs às 18hs.

Obs: Excepcionalmente dia 28 de julho de 2009 o parque não abrirá.


Trilhas e praias são os atrativos da linda Ilha do Mel, a 90 km de Curitiba. O lugar esbanja 28 km de praias de mar aberto com partes em que o mar é calmo e se pode relaxar e outras áreas com mar mais agitado propício para os esportes.

Além disso, algumas praias formam belíssimas piscinas naturais. Já as trilhas abrangem a reserva ecológica e o Parque Estadual. Em mata fechada ou aberta, elas estão presentes por toda a ilha. Há trilhas que levam para dentro da ilha e outras desembocam na beira do mar.

Os caminhos das trilhas são visíveis e fáceis de fazer, mas durante a noite tornam-se labirintos.

Dicas de hospedagem:

  • Hotel Ilha do Mel (41) 3426.8075
  • Pousada Caraguatá (41) 3426.9097
  • Pousada Estrela do Mar (41) 3455.3127

A Ilha do Mel é o roteiro certo para uma temporada de descanso e lazer.


Aos turistas que procuram lugares mais selvagens, o Lago Cuniã, a 130 km de Porto Velho, é uma atração fascinante. O lago integra a Estação Ecológica do Cuniã – reserva extrativista criada há 12 anos.

A reserva está à margem esquerda do rio Madeira e possui 104.000 hectares, sendo a maior reserva de reprodução da vida aquática de Rondônia, com 83 espécies de peixes, onde se destacam o pirarucu e o aruamá.

O local possui excelentes condições para observar a flora, fauna e aves, principalmente garças brancas e cor-de-rosa.

Algumas sugestões de hospedagem em Porto Velho:

  • Hotel Samaúma (69) 3224.5300
  • Yara Hotel (69) 3224.5306
  • Vitória Palace Hotel (69) 3221.9232

Para os turistas que desejam sair da rota dos passeios mais badalados, o Lago Cuniã é diferente de tudo o que você já viu.


A 680km de Rio Branco, está o segundo maior município do Acre, Cruzeiro do Sul. O acesso só é possível por via fluvial ou aérea e é conhecido com “Terra dos Nauas”, devido à tribo indígena que habitava a região.

A dois dias de Cruzeiro do Sul, está o Parque Nacional Serra do Dividor, que não está aberto à visitação, mas uma das atrações locais é o Rio Moa, navegável quase o ano todo. No local, encontra-se a floresta Amazônica, com sua incontável variedade de espécies.

O Rio Moa, situado entre os afluentes do Rio Juruá, desenha um traçado de curvas cheias de meandros e, mais adiante, um cânion belíssimo. No período das secas, aparecem corredeiras e cachoeiras.

Dicas de acomodação:

  • Hotel dos Viajantes (68) 3322.2226
  • Savone Hotel (68) 3322.2349
  • Swamy Hotel (68) 3322.6166

Se você quer aventurar-se em um lugar ainda pouco explorado pelo homem, aproveite Cruzeiro do Sul.





CONTINUE NAVEGANDO: