Expresso Trem da Terra será o 1º trem turístico interestadual do país que fará viagens entre o Rio de Janeiro e Minas Gerais. O projeto visa contribuir com o turismo na região, o desenvolvimento social e econômico, além de interligar os estados.

Os representantes políticos, voluntários, empresários e as autoridades de vários setores dos estados de Minas Gerais e Rio de Janeiro se juntaram para fazer o 1º trem turístico interestadual do país. A criação foi batizada de Expresso Trem da Terra e a previsão para iniciar a funcionar é no primeiro semestre do ano de 2016. O trem será composto de duas locomotivas, dois carros restaurantes e quatro vagões.

Os equipamentos foram doados pelo Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT) e serão restaurados com ajuda da iniciativa privada.

O presidente da Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, Paulo Henrique Nascimento, disse que o projeto técnico operacional já foi protocolizado na Ferrovia Centro Atlântica e no Ministério dos Transportes.

Com o objetivo de acelerar o andamento do processo, reuniões estão sendo realizadas entre os prefeitos das oito cidades que o trem irá percorrer, os empresários, a Inventariança da Rede Ferroviária Federal, a Associação Brasileira de Preservação Ferroviária\Porto Novo, os líderes dos governos estaduais, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e o DNIT.

Conforme informado pelo Paulo Henrique, o Expresso Trem da Terra circulará entre as cidades de Sapucaia e Três Rios, situadas no Centro Sul Fluminense, e Cataguases, Leopoldina, Recreio, Chiador, Volta Grande e Além Paraíba, localizadas em Minas Gerais.

Estima-se que serão transportados 60 passageiros em cada vagão, totalizando até 240 pessoas por viagem. O preço do passeio será entre R$ 40,00 e R$ 50,00 por pessoa e a duração é de aproximadamente cinco horas. A princípio só terão viagens aos finais de semana.

O projeto visa contribuir com o turismo na região, o desenvolvimento social e econômico, além de interligar os estados.

Os turistas poderão desfrutar das cachoeiras, paisagens, hidrelétricas, lagos, fazendas, e casarões históricos durante o passeio entre a região da Zona da Mata mineira e Centro Sul fluminense.

A criação do Expresso Trem da Terra, de acordo com a Oscip Amigos do Trem, vai originar 500 empregos, tanto diretos quanto indiretos. As pessoas irão trabalhar na manutenção do trem, a bordo, nas estações e nas lojas de artesanatos.

Por Bruna Rocha Rodrigues

Expresso Trem da Terra

Foto: Divulgação


O brasileiro não possui o costume de utilizar os sistema ferroviário de forma  frequente, o que contribui para isso é a precariedade que o sistema brasileiro apresenta.

Embora o sistema ferroviário seja considerado por muitos especialistas o melhor, mais barato e menos poluidor, o sistema no Brasil ainda recebe pouco investimento. Já na contramão  brasileira está a Europa. Lá quase todas as extensas viagens são realizadas via transporte férreo, o motivo é a curta distância entre os países e o baixo custo que este tipo de transporte proporciona. No entanto, ao contrário do Brasil, a Europa possui regras muito rígidas, o que pode complicar a sua vida ou mesmo te colocar em apuros. Para que isso não ocorra saiba melhor como não transformar sua viagem em um inferno: 

– Transporte somente o necessário:

Os trens não possuem um limite de bagagens, no entanto não é por este motivo que você levará até a casinha do cachorro dentro de sua mala, não é mesmo? Mas se mesmo assim quiser levar muitas bagagens saiba que ela é transportada por você mesmo, ou seja, é exatamente o passageiro dono da bagagem que se encarrega de descarregá-la e transportá-la;

– Não se atrase:

Diferentemente do Brasil onde tudo se atrasa, na Europa não arrisque em perder aqueles 5 minutos, pois eles realmente serão sagrados e o fará perder a partida do trem. Além disso, a maioria dos trens possui um limite de tempo para embarcação, que costuma finalizar o embarque quando faltam dois minutos para que o trem parta;

– Não confunda as estações:

Lembre-se que você estará viajando por uma região repleta de países pequenos e que a diversidade linguística é enorme e muito diferente da sua, portanto não seja tão confiante ao ponto de querer memorizar o seu ponto de embarque e o seu ponto de destino. Anotar ou imprimir o ticket de viagem é uma ótima opção para garantir uma viagem sem atrasos ou desentendimentos;

– Verifique os documentos necessários:

Antes de viajar verifique se os destinos exigem o passaporte. A União Europeia confere o passe livre para todos os países membros, no entanto, em alguns poucos lugares esse passe livre é verificado quando se trata de estrangeiros oriundos de outros continentes;

– Verifique a necessidade de reservar lugares:

Mesmo que você seja portador de um bilhete ferroviário ilimitado a lugares e situações onde é obrigado ao passageiro reservar lugares nos trens, para não passar vergonha e nem perder a viagem verifique se as estações por onde passará necessitam de reserva de assentos.

Por Fernando Setoue


A bordo de um trem aproveite para conhecer uma das regiões mais encantadoras de Portugal, chamada Douro. Entre a região, o Rio Douro corta a paisagem e propicia aos turistas uma viagem inesquecível.

O passageiro pode optar em que vagão da locomotiva quer viajar. Se a escolha for em cabines mais sofisticadas, as paredes são pintadas em branco e poltronas revestidas de couro; nas cabines mais simples o interior e os bancos são feitos em madeira.

O trem, assim como o Rio Douro, percorre vales incríveis, vilas à moda antiga e vinhedos, muitos vinhedos. Em meio ao percurso é feito algumas paradas rápidas.

A viagem dura pouco mais de três horas, o suficiente para se tornar inesquecível. O preço é em média de 45 euros.

Por Rosana Radke


Em suas próximas férias reserve tempo e dinheiro para viajar de trem da capital da Escócia, Edimburgo até outra importante cidade do país: Glasgow. O passeio dura em média quatro horas e contorna lindas paisagens escocesas.

A diversão começa já em Edimburgo, passeando em meio aos penhascos e vulcões que rodeiam a cidade. A cidade também é sede de uma importante atração cultural, o Edinburgh Castle, construído no século 11, o castelo é a principal atração do Centro Histórico.

Ao final do passeio, em Glasgow, as atrações continuam: a cidade está entre os principais destinos para compras do Reino Unido. E é contornada por belas paisagens.

Por Rosana Radke





CONTINUE NAVEGANDO: