Belém possui uma cultura única, rica e cheia de atrações. Confira os principais pontos turísticos da cidade.

Para quem não conhece a capital Paraense, Belém, está perdendo tempo e deixando de conhecer uma cultura única, rica e cheia de atrações, pois além de ser uma cidade turística e roteiro de passeio para muita gente, Belém, é um lugar de um povo muito hospitaleiro e que gosta de uma boa prosa.

Fundada em 12 de janeiro de 1616, é a cidade mais populosa do Pará, com aproximadamente 1 milhão e meio de pessoas, segundo a estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e com seus 400 anos de história, Belém tem uma forte influência, cultural, social, política e econômica em mais de 8 milhões de pessoas nos estados brasileiros do Tocantins, Amapá e Pará. Apesar de ser uma cidade de clima bem quente, devido à sua localização geográfica, a cidade oferece várias opções de lazer e alguns pontos turísticos de Belém merecem destaque.

Um dos mais famosos, sem dúvidas, é a Estação das Docas que é um complexo turístico composto de lojas dos mais variados tipos, além de uma linda vista para a Baia de Guajara, ficando localizada bem no centro de Belém.

A procissão do Círio de Nazaré também é muito famosa em Belém e atrai multidões de todo o país no mês de outubro, além de ser um evento religioso e cultural valendo a pena visitar.

Essa dica é para quem é católico e um ponto bem visitado pelos turistas é a famosa Basílica de Nossa Senhora de Nazaré, que é uma igreja secular e muito bom para orar e ficar em paz.

O Mangal das Garças também é outro local que merece uma visita em Belém, pois é um parque bem preservado e cheio de aves, entre elas, a conhecida garça. Algumas atrações são pagas e a vista é fora do comum.

O Museu de Arte Sacra do Pará também é um ponto turístico bastante visitado pelas pessoas e oferece um ambiente cheio de labirintos e várias esculturas entalhadas em madeira do século passado.

O Forte do Presépio também é destaque na cidade de Belém, pois é um lugar rico em cultura local e da história indígena da região.

A Praça do relógio também é um ponto turístico de Belém e apesar de ser um local comum, as pessoas ainda tiram fotos próximas ao relógio da praça, que é um monumento secular, como a própria cidade de Belém.

Por Rodrigo Souza de Jesus

Estação das Docas


São Luís, no Maranhão, possui casarões, praias, lagoa, restaurantes e museus que atraem turistas de diversos lugares.

Capital do Maranhão, São Luís tem tudo para agradar qualquer turista. Repleta de belezas e com quatro séculos de existência, foi fundada em 1612, a cidade conta com um dos maiores patrimônios históricos brasileiros. São casarões, praias, lagoa, restaurantes e museus que atraem turistas de diversos lugares.

O Centro Histórico de São Luís tem cerca de três mil imóveis que são tombados pelo estado. Com prédios, igrejas, casas, palácios e casarões, tudo torna-se um grande atrativo. Apesar da visível falta de conservação de alguns lugares, nada atrapalha a beleza de tudo.

O Teatro Arthur Azevedo é o primeiro ponto turístico recomendado, que merece uma visita de quem está na capital maranhense. Inaugurado em 1817, o teatro foi idealizado durante a era de ouro do ciclo do algodão. O prédio fica aberto para visitação das 14h às 16h, entre terça e sexta-feira. Para entrar no local é cobrado 2 reais. Tudo sobre o Teatro Arthur Azevedo pode ser consultado no site oficial (www.cultura.ma.gov.br/taa).

A Catedral de São Luís é mais um lugar que não pode passar batido e é muito próxima ao Palácio dos Leões, o qual também deve ser visitado. O Palácio dos Leões é a sede do governo do estado do Maranhão e, dependendo da agenda do governador, é possível visitar o interior do Palácio.

Pra quem gosta muito de museus, a Casa do Nhozinho é uma boa pedida. O museu dedicado à arte e à cultura popular do Maranhão é um casarão do século XIX, que tem três andares abertos a visitação do público e é gratuito. Nhozinho, o homem que deu nome ao museu, foi Antonio Bruno Pinto Nogueira, um importante artista maranhense.

Em São Luís existem mais Museus, como o Museu Histórico e Artístico do Maranhão e o Centro de Cultura Popular, ou como é chamado de Casa da Festa, que também vale a pena de se visitar. A Casa do Maranhão é o mais recente museu da cidade, e também é um ótimo ponto para quem gosta de história.

Existem outros muitos lugares que não podem deixar de estar na lista de visitação em eventuais passeios em São Luís. Belas praias, vários pontos históricos turísticos e uma Lagoa que tira o fôlego de qualquer turista.

Oportunidades para passeios é que não faltam na capital maranhense!

Por Augusto Leão

Catedral de São Luís


Entre as ruas da capital da Alemanha podemos encontrar grande parte da sua história plasmada em monumentos e lugares importantes.

Nos últimos tempos Berlim tem sido uma das cidades europeias mais visitadas por turistas do mundo todo. Entre as ruas da capital da Alemanha podemos encontrar grande parte da sua história plasmada em monumentos e lugares importantes tais como museus, praças, memoriais e outros atrativos.

Para descobrir e explorar essa capital multicultural, divertida e tensa ao mesmo tempo, vamos listar 6 pontos turísticos que não podem faltar no seu guia de viagem.

Muro de Berlim:

Já se passaram mais de 25 anos da queda do Muro que dividiu a cidade em duas partes e, ao longo do tempo, a capital alemã vem renascendo como uma grande metrópole do século XXI. O pedaço maior do Muro original se conhece como East Side Galery. Medindo 1.200 metros, o lado oriental do Muro foi pintado por artistas de 21 países e é um dos memoriais que representam os momentos de tensão no país, a Guerra Fria.

O muro foi levantado na noite de 12 de agosto de 1961 separando a Alemanha em duas partes, o lado ocidental capitalista (pertencente aos setores estadounidense, francês e britânico) e o lado oriental socialista (pertencente ao setor soviético), o que provocou a morte daqueles que tentavam cruzar a fronteira e separou inúmeras famílias. Sua queda em 9 de novembro de 1989 reunificou as Alemanhas e foi um marco na história mundial.

Checkpoint Charlie:

Outro ponto histórico, ainda guarda uma réplica do cartel que avisada a saída e entrada do setor norteamericano ou do setor soviético. Era a fronteira entre os dois mundos separados pelo Muro e onde se encontra hoje um museu dedicado aos que tentaram escapar e ultrapassar a fronteira. O Checkpoint Charlie foi cenário de filmes e há quem goste de guardar fotos como lembrança com os soldados figurantes que se encontram em frente ao cartel.

Museu do Holocausto:

A alguns metros da Porta de Brandeburgo, a mais antiga porta de entrada à capital se encontra o Memorial do Holocausto. Nenhum monumento na Alemanha provocou tantas sensações como este conjunto de 2.711 blocos de concreto de alturas diferentes. Está localizado nos terrenos da antiga sede do governo de Hitler uma superficie de 20.000 metros quadrados e obra do arquiteto americano e judeu Peter Eisenman. O Memorial simula um cemitério em memória das seis milhões de vítimas do nazismo na II Guerra Mundial e foi inaugurado em maio de 2005.

Ilha dos museus:

É um complexo situado no rio Spree, distrito de Mitte, está conformado por cinco museus que propõem aos visitantes pequenas e grandes histórias: Museu Pergamon, Museu Atles, Museu Bode, Museu Neues e Alte Nationalgalerie. A Ilha é patrimônio mundial da UNESCO pelo seu conjunto arquitetônico e cultural únicos no mundo.

Praça Gendarmenmarkt:

Para os berlinenses a praça é um dos cenários públicos mais lindos da Alemanha. Duas catedrais compratlilham o espaço da praça que foi construída m 1688 e restaurada após os danos causados pela II Guerra Mundial. A Igreja Francesa protestante de Friedrichstadt foi edificada entre 1701 e 1705 e sua torre inaugurada em 1786. A Catedral alemã que fica em frente à Catedral francesa também foi edificada em 1701 e terminada em 1708, foi restaurada inumeras vezes devido aos danos da guerra e funciona hoje como um museu.

Ao redor da praça se concentram vários restaurantes, lojas e hotéis.

Potsdamer Platz:

Uma das praças mais movimentadas de Berlim já foi arrasada durante a II Guerra Mundial e partida em dois pelo Muro. Hoje em dia, completamente reformada voltou a brilhar com o mesmo esplendor que tinha antes de ser destruída.
Vários arquitetos, após a queda do Muro, utilizaram a área desta praça para construir uma série de edificios que representassem a nova Berlim unificada e moderna. O Sony Center se caracteriza por sua enorme cúpula de cristal e aço iluminada com luzes que vão mudando de cor e, subindo a Torre Kollhoff é possível ter uma das melhores vistas do centro de Berlim pelo mirante Panoramapunkt.

Também é possível fazer passeios de bicicleta organizados por grupos de excursões e desfrutar da extensa oferta de restaurantes com culinária local e internacional.

Mesmo que seu passado trágico apareça demarcado nas ruas, a cidade hoje é um espaço de multiplas culturas com seus encantos históricos e oferece variedade para todo tipo de gosto.

Por Ana Luiza Suficiel


Portugal possui diversos pontos turísticos que encantam pela beleza e história.

Situado no sudoeste da Europa, Portugal, oficialmente República Portuguesa, conta com quase 11 milhões de habitantes. É um país, cujo território se situa na zona ocidental da Península Ibérica, que tem o euro como a moeda principal e os mais diversos pontos turísticos a oferecer aos seus turistas, que na maioria são os brasileiros.

A grande quantidade de canarinhos no local pode até assustar, mas não é por acaso. Anos atrás, Brasil e Portugal fizeram uma aliança que garante alguns direitos ao turista brasileiro. Por essa razão, a nação portuguesa é dominada pelo povo tupiniquim. Com a chegada de fim de ano, novamente Lisboa receberá mais brasileiros.

Principais pontos turísticos:

Em busca de conhecer os pontos turísticos e culturais da região, os brasileiros, antes de qualquer coisa, fazem uma busca para identificar os melhores. Por isso, resolvemos enumerar os principais pontos turísticos de Portugal.

1. Oceanário de Lisboa

Por ser o maior da Europa, o oceanário de Lisboa é um dos preferidos, quando se trata de turismo em Portugal. O ambiente, que proporciona uma experiência inesquecível, conta com mais de 16 mil animais de 450 espécies diferentes.

2. Mosteiro dos Jerônimos

Considerado como um patrimônio da humanidade, o mosteiro dos Jerônimos, concluído em 1601, possui uma arquitetura com elementos do período renascentista e sua simbologia naturalista. A obra impressionante, que demorou cem anos para ficar pronta, carrega muita história e, atualmente, substitui a igreja de Santa Maria.

3. Castelo de São Jorge

A edificação possui cerca de 6 mil metros quadrados e, nos dias atuais, é um lugar de moradia para várias famílias. Quem passa pelo castelo de São Jorge tem a sua frente praças, torres, guardas e até um fosso. Quando a curiosidade fala mais alto, o turista pode subir às torres, caminhar pelas plataformas e analisar as paisagens espetaculares da construção.

4. Torre de Belém

São Vicente, o santo padroeiro da cidade, é o homenageado nesse ponto turístico. Com o passar dos anos, chegaram as modernas e eficazes construções e a torre acabou ficando para trás. Com isso, a Torre de Belém, que é considerada Patrimônio Cultural de Toda a Humanidade, hoje desempenha a função de Farol.

5. Praça dos Restauradores

Um dos lugares mais visitados da cidade, a Praça dos Restauradores, localizada próximo a Avenida da Liberdade oferece paisagens espetaculares. Entre elas, o turista pode observar o Hotel Orion Éden, que até hoje conserva a fachada original. Para quem não sabe, o hotel está situado no lugar de um antigo teatro.

Engana-se quem pensa que só há essa construção para admirar. Além da arquitetura da praça, que representa a independência de Portugal em 1640, o local proporciona prédios interessantes, como é o caso do Palácio da Foz. Além dele, a Avenida Palace Hotel e o Coreto também estão presentes para serem contemplados.

Por Fábio Santos


Pensando em fazer uma viagem ao exterior? Ou é a primeira vez que gostaria de sair do Brasil? Países próximos, como Uruguai, Paraguai, Colômbia e Argentina podem ser uma rota barata e fácil. Nossos companheiros latinos têm um carinho e vontade inegável de ajudar os brasileiros e, mesmo que você não domine o espanhol ou enrole no "portunhol", não haverá problemas em se comunicar.

Outro ponto que torna essas viagens fáceis e simples é a não necessidade de passaporte. Somente com a carteira de identidade brasileira (renovada a menos de 5 ou 10 anos) já é possível passar sem problemas pela imigração.

A Argentina é, sem dúvidas, um dos principais destinos de brasileiros na América do Sul. Buenos Aires, a capital dos nossos "hermanos" é, então, vista como ponto de partida dessa aventura de conhecimentos e de identificação com o povo argentino. Não é necessário entender de futebol para saber que a principal rivalidade do Brasil no esporte é a seleção Argentina.

Para os argentinos, é tudo besteira! Tratam os brasileiros como se fossem, de fato, irmãos ou mesmo nativos do país. Salvo em raras exceções, é bem fácil se comunicar no país, pedir informações, almoçar, jantar ou simplesmente pegar um táxi. Além disso, as passagens em épocas de baixa temporada são baratas: é possível encontrar passagens aéreas a R$ 434,00 para uma viagem de 7 dias em maio, saindo de São Paulo. A cotação do peso argentino com o real brasileiro favorece: R$ 1,00 pode ser trocado por até $2,40 pesos argentinos. A locomoção na capital é muito barata

Montar um roteiro básico é essencial. Alguns locais são pontos-chave para se conhecer em Buenos Aires:

– A Casa Rosada, sede do governo argentino

– Puerto Madero, o porto da capital.

– Carminito e La Boca, o famoso bairro onde se localiza o estádio do Boca Juniors (la cancha del Boca)

– Avenida 9 de Julio

– Palermo e La Recoleta

– Casas de churrasco (asado, como se diz por lá) e saborear os deliciosos alfajores

Demais informações podem ser encontradas no site Oh!Buenos Aires (em português).


Quem deseja viajar fora da temporada e ainda economizar, a cidade de Santiago no Chile é uma boa opção. Lá você encontra praia, montanhas, museus, gastronomia, entre outras atrações. Mesmo sem neve é possível visitar o Valle Nevado e contar com diversas atividades de verão para crianças e adultos.

A cidade de Santiago é rica em cultura e conta com diversos museus entre eles o Museu Histórico Nacional, que possui um acervo com a maioria do patrimônio histórico e cultural do país. Além disso, há também o Mercado Municipal, vinícolas com vinhos de boa qualidade produzidos na região. Já o Valle Nevado, possui programação para o verão com cavalgadas, escaladas em rocha e parque para as crianças, tudo isso com a vista imperdível da Cordilheira dos Andes.

Nesta época as tarifas de hotéis, pousadas e atividades nos Andes costumam ter preços mais convidativos. Sem contar que para visitar o país não é necessário ter passaporte, basta apenas apresentar o RG. Como a moeda brasileira é mais valorizada, as compras por lá acabam saindo mais baratas e o dinheiro rende mais.

Por Samanta Fernandes


Povos de todos os cantos se encontram no Brasil, e em São Paulo esse número é muito grande; são pessoas de diversos países, estados e cidades, que buscam oportunidades e crescimento na terra da garoa.

Holambra é um pedaço da Holanda na capital e as atrações turísticas que a cidade oferece são muitas, confiram algumas.

Moinho de Holambra: é um moinho de vento inaugurado em julho de 2008,com 38,5 metros de altura, batizado de Povos Unidos. O visitante pode avistar através do mirante, os munícipio vizinhos e as belas paisagens locais.

Rancho da cachaça: um lugar para relaxar e conhecer como é feita a cachaça artesanal, além de saborear a comida feita no fogão a lenha. No local também se encontra o Empório do Rancho, onde vários produtos são comercializados artesanalmente.

Museu Histórico e Cultura de Holambra: para quem deseja conhecer um pouco da história da Holambra e os costumes europeus, o Museu é o local ideal. No espaço há salas de documentários, maquinários, ferramentas e outros objetos da época.

Juliana Alves


Começou como algo totalmente despretensioso e se transformou em um belíssimo e majestoso ponto turístico na cidade maravilhosa. Mais um, no Rio de Janeiro, mas não qualquer um.  Tudo começou com  a idéia de fazer-se uma extensão em um metrô e acabou em um complexo chamado Rubem Braga cujo túnel suspenso liga diversas ruas à estação General Osório.

O mirante já virou cartão Postal da cidade e conta com 64 metros de altura que possibilita uma fenomenal e privilegiadíssima visão das praias de Ipanema, Copacana, Leblon e do Morro dois irmãos, Corcovado e Lagoa Rodrigo de Freitas. O melhor? Acesso gratuito. Só chegar lá.

Por Victor Gonçalves


A capital federal oferece aos turistas inúmeras opções de passeios: há inúmeros museus, parques, monumentos. Para não deixar de visitar algum dos grandes pontos turísticos de Brasília, que tal fazer uma lista daquilo que deve ser visitado? Então vamos la!

O Palácio da Alvorada e do Planalto são visita obrigatória: o primeiro se localiza no Setor de Hotéis e Turismo Norte, o segundo está no Eixo Monumental, na Esplanada dos Ministérios. A Torre de Televisão também não pode ser esquecida: está localizada no eixo monumental e um elevador leva os turistas até o topo, onde é possível ter uma visão de toda a cidade. Também não se pode deixar de visitar o Parque da Cidade, no Eixo Monumetal Sul, e nem de fazer um passeio de barco pelo Lago Paranoá: para saber mais acesse barcabrasilia.com.br.

Não deixe de visitar o Congresso Nacional e a Catedral Metropolitana, localizada no Eixo Monumental. O Santuário Dom Bosco se localizada na W3 Sul, e é um passeio que vale a pena ser feito. Para conhecer mais sobre a capital federal, acesse aqui. Bom passeio!

Créditos: Cris Keller


Para quem quer conhecer o Brasil sem sair de casa, ou deseja obter mais informações sobre os pontos turísticos das principais cidades do nosso país, é possível contar com a ajuda da tecnologia. A Embratur criou um aplicativo compatível com diversos modelos de smartphones do mercado como iPhone, Samsung, HTC, Sony Ericsson e outros. É o Brasil Mobile.

Com ele, os turistas podem contar com mapas e informações sobre as cidades que deseja visitar, ou se já estiverem na cidade, saber qual lugar visitar. O aplicativo faz uso das APIs do Google Maps. Clique aqui e acesse o site para download do Brasil Mobile.

A Embratur também criou um canal exclusivo no YouTube para divulgar as maravilhas do país. Embora seja direcionado aos turistas estrangeiros, é uma ótima opção para conhecer o que o país tem de melhor.

Por Maximiliano da Rosa  


Ottawa é a capital do Canadá e a quarta maior cidade do país. Ela está localizada na região leste da província de Ontário, fazendo fronteira com Quebec. O clima da cidade é temperado, e suas temperaturas variam bastante o ano inteiro, já tendo chegado a 46 graus negativos no inverno até a máxima de 39 graus no verão.

A harmônica arquitetura da cidade não permitiu a construção de muitos prédios altos, mas suas ruas são vibrantes e com intenso movimento urbano, principalmente nas duas mais importantes avenidas comerciais, a Laurier e a Rideau. Os inúmeros jardins e parques floridos dão à cidade um toque aconchegante e intimista.

Entre os principais pontos turísticos de Ottawa está o Canadian Museum of Civilization, a Notre Dame Basilica e o By Ward Market, um antigo mercado repleto de lojas e restaurantes aconchegantes, onde é possível encontrar produtos típicos canadenses. O prédio do parlamento, um dos locais mais famosos e visitados da cidade, também não pode deixar de ser visitado por quem for até a cidade.

Por Juliete Lunkes


Localizada em Santa Catarina, Joinville possui ingredientes distintos que se complementa. A herança dos imigrantes europeus, cultivada na dedicação ao trabalho, faz da cidade um lugar especial para se conhecer. Maior e mais rico município de Santa Catarina, com 490 mil habitantes, Joinville une a vocação industrial com a de centro de excelência em turismo. Cultura, história, gastronomia típica, eventos, atividades ligadas à natureza e à vida rural são alguns dos inúmeros aspectos que a cidade oferece.

Em Joinville há muito o que se fazer. Você pode caminhar pela Rua das Palmeiras e visitar o Museu Nacional da Imigração, conhecer o turismo rural da Estrada Bonita e do Pirai, ver a cidade do alto indo ao Mirante e passando pelo Parque Zoobotânico ou subir a Serra Imperial Dona Francisca. Os mais aventureiros podem ir com o barco Príncipe de Joinville III até São Francisco do Sul.

O município também é uma referência internacional na dança. Lá funciona a única filial em outro país da Escola do Teatro Bolshoi. O Festival de Dança de Joinville é o maior da América Latina. Anualmente envolve 4 mil bailarinos amadores e profissionais, atraindo um público de 50 mil pessoas. No roteiro há balé clássico, dança contemporânea, jazz, dança de rua, danças populares e sapateado.

Por Juliete Lunkes

Fonte: Santur


O Departamento e Cultura de São João da Boa Vista está concretizando o projeto que tornará alguns pontos do Cemitério da Saudade em ponto turístico, seguindo a político do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas). Alguns locais tombados são: quadra do Carmo, a centenária capela do cemitério, Mausoléu do presidente João Theodoro Xavier de Mattos.

Tudo isso nasceu a partir de um estudo que está sendo realizado em parceria com o Sebrae, que visa conhecer a história do cemitério e a arte realizada lá, em suas estruturas de mármore.

Além do cemitério, outros locais, na área rural, são visados e pode se tornar pontos turísticos, devido ao seu potencial artístico e de artesanato.

Por Fabrício Fuzimoto


São Paulo é uma cidade com diversos imigrantes de várias regiões. E uma delas, é a região Nordeste. E quem pretende ir para a cidade e desfrutar de uma comida típica nordestina, pode comparecer no Bar do Melo, que permite que o cliente experimente várias comidas em uma quantidade considerável, e por preço acessível.

A idéia do bar foi de um filho de pernambucanos e o objetivo é retratar o sertão mesmo, por isto não há pratos sofisticados como catado de siri e mariscos mas sim, pratos com mandioca, tapioca e carne-seca, dentre outras delícias da região Nordeste.

O Bar do Melo fica na Rua Madre de Deus, n. 1.176, no Bairro da Mooca e funciona de terça e domingo.

Por Márcia V. L. Galvão


Curitiba é uma cidade que oferece ao turista muitas atrações. Além das ruas arborizadas e seus diversos parques e praças, a cidade também tem forte apelo cultural, sempre com várias opções de teatro, cinema, projetos culturais e museus.

Destaca-se o Museu Niemeyer, com sua estrutura curiosa, que lembra um olho mas, na verdade, trata-se da representação de uma bailarina, feita pelo artista com amplo reconhecimento e criador de vários projetos arquitetônicos.

O visitante também poderá conhecer a Ópera de Arame, um espaço belíssimo aberto à visitação, onde até mesmo as arquibancadas e chão são feitos com arame. Outro ponto muito visitado é o Jardim Botânico, marcando a característica da cidade do contato permanente com a natureza. Um imenso campo florido que culmina numa obra de vidro e metal, com 50 espécies da Mata Atlântica. Vale a pena conferir esta bela cidade.

Créditos da Foto

Esta é uma dica para quem vai passear em Vitória, Espírito Santo. Lá no alto da cidade fica localizado o Convento da Penha, um lugar lindo, que tem uma vista maravilhosa para o mar e para a movimentada Capital.

Quando você chega na entrada no convento passa por uma reservada área verde e, ao passo que vai subindo, lê placas com dizeres, como por exemplo, de Francisco de Assis.

A atmosfera do lugar é muito agradável. Mas se você não gosta de andar muito não tem problema, você pode subir e apreciar de carro essas paisagens. Além disso, um detalhe muito importante é que você não paga para entrar. Legal isso! Então o que você está esperando pra conhecer.


O concurso anual promovido pelo Governo de Pernambuco para a concessão do título de “Patrimônios Vivos” a entidades e personalidades culturais do Estado divulgou os três vencedores do ano de 2009. Os ganhadores foram o Caboclinhos Canindé (Recife), o Maestro Nunes e o Maracatu Estrela Brilhante (Igarassu).

Agora, Pernambuco já tem 21 patrimônios vivos que, além do reconhecimento público, recebem uma subvenção mensal do Governo do Estado enquanto tiverem em atividade. Por sua vez, eles se comprometem a repassar às novas gerações os conhecimentos e ensinamentos de que dispõem.

A Lei do Patrimônio Vivo de Pernambuco foi proposta pelo então deputado estadual Raul Jean Louis Henry (PMDB) e sancionada no ano de 2002, pelo governador da época, Jarbas Vasconcelos (PMDB). A responsabilidade da escolha é do Conselho Estadual de Cultura.

Para conhecer todos os “Patrimônios Vivos de Pernambuco” acesse o site da Fundarpe: aqui.

Por: Alexandre de Souza Acioli


Para os apreciadores das trilhas em morros, um ótimo destino é a cidade de Botucatu, a 240 km de São Paulo. O Morro de Rubião Júnior é um dos mirantes mais apreciados pelos visitantes. Possui em sua área rochas de diversos formatos, uma deliciosa cascata e ainda uma igreja semelhante aos castelos medievais.

O Morro do Peru é outro ponto turístico, oferece uma fascinante visão panorâmica do seu alto e belos riachos que formam cenários indescritíveis. Já no Mirante das Três Pedras é possível praticar esportes radicais, como escaladas e rappel, mas o visitante pode optar por apenas observar as rochas do lugar.

Já do Rio Bonito saem os barcos que realizam passeios. O turista pode realizá-los ou se aventurar em esportes como o jet-ski, ski aquático, veleiro e caiaque.

Dicas para pousar:

  • Iguaçu Hotel (14) 3882.3033
  • Hotel Santo Antônio (14) 3882.4228
  • Excellence Plaza Hotel (14) 3112.0900

Paula Cassandra


Londrina é uma das maiores cidades do estado do Paraná, e nos últimos anos tem se tornado um dos lugares que mais atrai os turistas.

Pontos turísticos e culturais não faltam na cidade, a começar pelo Salto da Apucaraninha, uma queda de 116 metros de altura. No lugar funciona uma reserva de índios Kaigang, e para visitar o lugar é preciso solicitar uma autorização junto à FUNAI.

Outro passeio imperdível pela cidade é fazer uma visita ao Museu de Arte de Londrina e o Museu Histórico de Londrina. Também não deixe de apreciar as belezas do Parque Arthur Thomas e do Lago Igapó.

Por Rosana Radke


Você pode passar um final de semana inteiro em Curitiba e não consegue conhecer tudo que a cidade tem a oferecer. Isso porque ela é repleta de atrações para todos os gostos. Desde parque, até museus e zoológicos.

No zoológico de Curitiba, um pouco retirado da cidade, dá para ficar uma tarde toda num passeio que alia diversão e contato com a natureza. Outros pontos turísticos que são verdadeiros cartões postais de Curitiba, são a Opera de Arame e o Jardim Botânico, lugares que serviram de cenário para a novela da Globo, Sonho Meu, na década de 1990.

No Museu Oscar Niemayer, um dos mais conhecidos do país, você aprecia obras de artistas importantes do cenário artístico nacional, como Cândido Portinari. Vale lembrar que aos sábados pela manhã os visitantes não pagam ingresso para entrar no Museu.

Por Rosana Radke


O Mirante do Cruzeiro é um dos pontos turísticos de Gonçalves, a 464 km de Belo Horizonte, mais apreciado pelos visitantes. Nele encontram-se lindíssimas araucárias, da onde se avista, de seus mais de mil metros de altitude, toda a região ao seu redor.

A Serra da Balança é outro lugar que merece ser conhecido, é constituído por uma sequencia de picos com alturas que variam dos 1.300 aos 1.750 metros. Alguns picos contam ainda com paredões verticais altíssimos, em direção ao Vale de Sapucaí.

A visão que se tem da serra é exuberante, ideal para os turistas que apreciam lugares onde é possível sentir o vento no rosto e a sensação de liberdade, em meio à tranquilidade que só o interior da natureza pode oferecer.

Algumas das opções existentes para hospedagem:

  • Lua de Pedra (35) 3654.1164
  • Pousada Ao Som das Águas (35) 3654.1183
  • Pousada O Montanhês (35) 9984.4761
Paula Cassandra

O “Museu do Olho” é uma ótima opção para quem está em Curitiba e quer conhecer um pouco de outras culturas ou olhar obras de artes de artistas paranaenses, brasileiros ou artistas internacionais.

Museu Oscar Niemeyer tem uma arquitetura toda peculiar e, devido ao formato de sua fachada, recebeu o apelido, pois parece com um grande olho. Já  expôs obras de vários artistas consagrados internacionais e de artistas ainda buscando reconhecimento.

No primeiro domingo de cada mês a entrada é gratuita e o museu está localizado no Centro Cívico de Curitiba, próximo ao Palácio do Governo.

museu-olho


Curitiba é o quarto maior destino das viagens de negócios no Brasil. A capital paranaense possui diversos pontos turísticos como Jardim Botânico, Parque Barigui, Opera de Arame, Passeio Publico, entre outros.

É a maior concentração de parques do Brasil e a maioria desses parques homenageiam os imigrantes, especialmente poloneses, ucranianos, italianos, alemães e japoneses.

A cidade é uma das mais evoluídas no que se refere a serviços públicos tanto é que o transporte publico chega a ser mais um dos atrativos turísticos. Várias campanhas foram feitas para desmistificar a fama do curitibano não ser hospitaleiro e para divulgar a belíssima infra-estrutura de Curitiba.


Além de belíssimas praias, a Capital carioca também conta com outros cenários belíssimos, como a Lagoa Rodrigo de Freitas. É ideal para quem gosta de comer bem e se divertir muito. Nela, existem mais de 200 mil metros quadrados com grande variedade de opções gastronômicas.
A Lagoa Rodrigo de Freitas possui ainda três parques com diferentes opções de entretenimento, entre elas, quadras esportivas. O Parque Tom Jobim é um dos seus atrativos naturais, bem equipado com infraestrutura, tem quiosques, estacionamento e sanitários.
No local, também é possível se exercitar e passear na ciclovia, já as crianças se divertem nos pedalinhos do espelho d’água e nos brinquedos oferecidos no lugar. É uma viagem para toda a família desfrutar de momentos em meio a natureza.
Dicas para se hospedar:
Hotel Monte Castelo (21) 2233.0085
Hotel Novo Mundo (21) 2105.7000
Hotel Pouso Real (21) 3221.5010

Além de belíssimas praias, a Capital carioca também conta com outros cenários belíssimos, como a Lagoa Rodrigo de Freitas. É ideal para quem gosta de comer bem e se divertir muito. Nela, existem mais de 200 mil metros quadrados com grande variedade de opções gastronômicas.

A Lagoa Rodrigo de Freitas possui ainda três parques com diferentes opções de entretenimento, entre elas, quadras esportivas. O Parque Tom Jobim é um dos seus atrativos naturais, bem equipado com infraestrutura, tem quiosques, estacionamento e sanitários.

No local, também é possível se exercitar e passear na ciclovia, já as crianças se divertem nos pedalinhos do espelho d’água e nos brinquedos oferecidos no lugar. É uma viagem para toda a família desfrutar de momentos em meio a natureza.

Dicas para se hospedar:

  • Hotel Monte Castelo (21) 2233.0085
  • Hotel Novo Mundo (21) 2105.7000
  • Hotel Pouso Real (21) 3221.5010




CONTINUE NAVEGANDO: