Cidade bateu recorde em 2014 recebendo mais de 62 milhões de turistas

Orlando continua sendo um dos destinos mais preferidos dos turistas de todo o mundo. Em 2014 a cidade da Flórida bateu novo recorde, recebendo mais de 62 milhões de turistas, um aumento de 5% em relação ao ano anterior.

De acordo com o Visit Orlando, o órgão oficial do turismo na Flórida, o número de turistas no ano passado bateu um novo recorde, porém, não foi informado o número de brasileiros que visitaram a cidade em 2014.

Orlando é um dos locais favoritos dos brasileiros que viajam para o exterior, seja para fazer compras ou para se divertirem nos vários parques temáticos, que são uma das principais atrações da cidade.

O número de diárias vendidas nos hotéis de Orlando, em 2014, superou os 32 milhões, batendo assim um novo recorde e gerando uma arrecadação de impostos acima de US$ 200 milhões.

A Walt Disney World Resort, uma das maiores empresas de entretenimento da cidade investiu em novas áreas para seus parques, frente à crescente demanda, assim como a Universal Orlando Resort, outra grande empresa do setor que inaugurou a Wizarding World of Harry Potter – Diagon Alley, no intuito de atrair um número ainda maior de turistas.

Quem visitar Orlando este ano já poderá experimentar os novos parques e muitas outras novidades, entre elas o I-Drive 360 que oferece um trio de atrações.

E além de muita diversão, Orlando vem expandindo seus negócios para a área da gastronomia, hoje já é possível encontrar sofisticados restaurantes e uma culinária local excelente. Quem pode gastar um pouco mais, experimenta o serviço do Four Seasons Resort Orlando, um serviço recém-inaugurado assim como o Ritz-Carrlton Orlando e Waldorf Astoria Orlando.

E não para por aí! Orlando está abrindo espaços para os apreciadores de artes e tem ainda os torneios esportivos profissionais que vão se tornando mais conhecidos e atraindo um público cada vez maior. O estádio da Major League Soccer deverá ser inaugurado ano que vem, na região de Downtown Orlando e será mais um local que receberá visitantes de todo o mundo.

Para este ano, Orlando tem expectativa de bater um novo recorde em número de turistas, ainda mais com as novas atrações que estão sendo inauguradas!

Por Russel

Orlando

Foto: Divulgação


O brasileiro sempre gostou de viajar. E, de acordo com novas pesquisas sobre esse cenário, a região Sul acaba de ultrapassar a região Sudeste no que diz respeito aos destinos preferidos do turista nacional. A pesquisa, que foi feita pelo Ministério do Turismo em parceria com a Fundação Getúlio Vargas, chegou ao veredicto de que o Nordeste ainda é o destino mais procurado com 40,1%. A região Sul, por sua vez, já aparece na segunda posição com 23,3%. No mais, no que tange aos outros cantos do país, a região Sudeste  tem 21,7%, o  Centro-Oeste 8,3% e o Norte surge com 6,6% da intenção de viajar.

Seja como for, na última pesquisa feita com o consumidor sobre viagens, vemos que um grande diferencial foi a copa do mundo e o carnaval. Porém, para a surpresa de todos, o Sul apareceu mais bem ranqueado que a região sudeste, de modo que podemos dizer que as pessoas de outras regiões estão procurando novidades em seus destinos e rotas turísticas.

Aliás, para termos uma noção sobre o perfil do turista brasileiro, o fato é que essa pesquisa, então feita em cidades como Rio de Janeiro, Salvador, Porto Alegre, Brasília, entre outras, apontou que mais de 37% das pessoas que participaram da entrevista pretendem viajar para o exterior, ou para terras brasileiras nos próximos seis meses.

De todo modo, para compreendermos esses números, outro ponto também se mostra interessante. Mais de 50% dos entrevistados querem e vão fazer suas viagens de avião. A maioria também deseja ficar em hotéis ou pousadas.

Por fim, dentro dessa perspectiva, observamos que a Região Sul está sendo mais valorizada e que seu clima diferente da maior parte das outras regiões do Brasil vem encantando cada vez mais turistas. Assim, sendo seu destino o Rio Grande do Sul, o Paraná ou Santa Catarina, o mais importante é que boas opções não vão faltar.

Por Juan Wihelm

Foto: Dalmir Pinto/RBS TV


Se você está programando as suas próximas férias, mas ainda não tem um destino certo, saiba que o México pode ser uma boa escolha. As praias do México são famosas pela beleza e tranquilidade. Além disso, o país possui excelentes hotéis e conta com ótimos programas culturais.

Com a supressão dos vistos de entrada no México, as autoridades mexicanas esperam um aumento no fluxo de turistas brasileiros. O Brasil é o sexto mercado de turistas no México, só em 2012 mais de 248 mil brasileiros viajaram para o país. Em geral, os brasileiros viajam para conhecer Cancun e a Cidade do México.

No momento, existem 71 voos diretos por mês entre Brasil e México. Os voos são feitos pelas empresas TAM e Aeroméxico.

A decisão de suprimir os vistos nos passaportes é resultado de um acordo entre Enrique Pena Nieto (presidente do México) e Dilma Rousseff (presidente do Brasil). A reunião foi realizada na Cúpula da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos.

Com a novidade, é esperado que mais brasileiros visitem o México e mais mexicanos visitem o Brasil. Com o incentivo ao turismo, ambos os países ganham, tanto na geração de receita quanto na geração de empregos.

Por Jéssica Posenato


O governo brasileiro reforçou as relações com o indiano para o fortalecimento do setor de turismo dos dois países. O ministro do Turismo brasileiro, Gastão Vieira, e o da Índia, Subodh Kant Sahai, tiveram um encontro na quinta-feira (dia 29 de março) e discutiram estratégias para o aumento do fluxo turístico entre os países.

Além disso, a ideia dos representantes dos governos é criar uma parceria entre Brasil e Índia para que seja feito uma troca de informações e experiência entre os países. Em foco, estão os setores rural, de ecoturismo e de sol e praia.

Para Gastão Vieira, o objetivo é fortalecer o segmento para poder ampliar a geração de emprego e renda. Já Kant Sahai informou que pretende melhorar a infraestrutura indiana nos quesitos ecoturismo e de sol e praia com a troca de informações com o governo do Brasil. Os indianos, por sua vez, demonstraram interesse em contribuir para o desenvolvimento do turismo rural brasileiro.

O intercâmbio será feito através da realização de seminários e encontros que abordem o turismo, abrangendo técnicos de ambos os países.

Dados dos ministérios apontam que 18 mil indianos visitaram o Brasil em 2010. Já o número de brasileiros que foi àquele país no mesmo ano chegou a 8 mil.

Fonte: Ministério do Turismo

Por Matheus Camargo


Os índices que envolvem os vários pontos da economia bateram recordes sobre recordes em 2010. O segmento de veículos automotores, por exemplo, conquistou elevadas taxas de vendas, as melhores da história, em pelo menos três ocasiões. O setor da aviação civil, com o aumento do poder de compra da população, além do maior número de postos de trabalho criados, passou a fazer parte, definitivamente, dos planos da nova classe média.

O turismo vias marítimas também se apossou dos consumidores, no bom sentido da palavra, para alavancar sua atuação. Os reflexos devem ser sentidos ainda em 2011, tanto que até o final da atual temporada, com término em maio, Ubatuba e Ilhabela devem acolher mais de 345 mil cruzeiristas.

A Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Abremar) estima que a despesa média em cruzeiros, por turista, é de R$ 200 reais por dia nas cidades em que são realizadas escalas (estimativa que considera temporadas anteriores). Com base nesses cálculos, os municípios podem aguardar movimentação financeira de R$ 69 milhões apenas se considerado o comércio, valor superior em 11,65% ante o período 2009/2010.

O aumento de turistas deve ser particularmente bom daqui a três anos (2014), ocasião em que o país receberá a Copa do Mundo. Muito se comenta sobre o segmento de aviação civil, mas o marítimo deve granjear sua parcela.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Assessoria de Imprensa


O setor turístico conquistou bons índices nos últimos anos, embora o globo terrestre tenha passado por duras crises aéreas. Em meio ao crescimento da economia brasileira, as pessoas de praticamente todas as classes sociais decidiram “abandonar” seus lares por alguns dias e partir rumo ao destino acessível aos seus bolsos.

Estudo do Ministério do Turismo (MTur) aponta que a vontade de viajar aumentou no país. A Sondagem do Consumidor em Intenção de Viagem registrou que das duas mil famílias sondadas, 35,8% mostraram o desejo de realizar roteiros pelo país ou, então, para outras nações.

A Sondagem aponta que o meio de locomoção predileto para as mais variadas viagens é o avião, situação que na visão de Pedro Novais, ministro da pasta, contribui na justificativa sobre os bons números do setor aéreo no ano passado.  Além desta constatação, a nova classe média, que representa mais de 55% de toda a população, passou a ter maior acesso a linhas de crédito, bem como começou a contar com melhor remuneração e melhores oportunidades de emprego.

A expectativa, na verdade, é como o país se adequará para receber a Copa do Mundo de 2014. Por enquanto, poucos são os ministros, políticos e empresários capazes de garantir cumprimento de prazos e instalações de níveis internacionais.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Ministério do Turismo


O aumento da renda da população e, consequentemente, do otimismo, incidiram com grande astúcia sobre os consumidores. Além das intenções de compras continuarem avançando em vários dos setores de atividades, boa parte das pessoas planejam, sem vínculos com agências de viagens, montar seu próprio roteiro pelo mundo.

Segundo levantamento realizado pela consultoria GfK, do total dos brasileiros consultados, 35% realmente querem viajar e dentre esse percentual, 87% irão preparar a viagem por iniciativa própria. Segundo release divulgado no portal Maxpress, somente 13% dos intencionados em percorrer outros estados e países farão uso de pacotes.

Segregado por classes, o estudo indica que 47% dos cidadãos sondados (ao todo mil) realizaram sua viagem de férias há muito, muito tempo (mais de um ano), com disparate – negativo, grosso modo – aos inseridos nas classes C e D. Neste caso, o índice avança para 60%.

Em relação à intenção de despesas, até 42% das pessoas que almejam despender de sete a 14 dias para viagens a lazer, no verão, devem gastar R$ 1.054. Os inseridos nas classes A e B pretendem pouco mais, exatamente R$ 1.320, mais que o dobro do ambicionado pelas classes C e D (R$ 625).

Por Luiz Felipe T. Erdei


Se você está de malas prontas para visitar Roma (Itália) fique atento a mais “nova” atração turística a sua disposição. Foi reaberto dia 11 de novembro, depois de mais de 20 anos de reformas, o Templo de Vênus e Roma.

Símbolo do poder do Império Romano, este templo foi construído pelo imperador Adriano (121 a 135 d.C.) sobre as ruínas da Domus Aurea, a casa do Imperador Nero. O Templo celebra duas grandes forças da Itália: o amor, representado por sua deusa Vênus e Roma, representada pela deusa Aeterna.

Situado ao lado do Coliseu, outro grande ponto turístico de Roma e no centro do Fórum Romano, o turista que visitar este templo poderá admirar suas várias colunas restantes e parte de duas absides com seus tetos lindamente decorados, que receberam nova sustentação e foram limpos eliminando a maléfica ação da poluição.

Por Monica Dinah


As Touradas na belíssima região da Catalunha sempre foram um atrativo a parte, se não o principal (em diversas ocasiões), para atrair os turistas. Agora a votação realizada pelo parlamento da região espanhola proíbe a partir de 2012 que a prática ou "esporte" continue a ser realizado.

Desde 2009 a população vem fazendo este apelo para acabar com essa atrocidade com os animais. Querendo ou não, a tourada é uma marca cultural presente na Espanha e na Catalunha a séculos, e os membros do parlamento são cautelosos com o fim da tradicional tourada. Segundo eles não será absolutamente TUDO banido, apenas as práticas mais cruéis.

Pelo sim e pelo não, se você não quer morrer sem ver uma autêntica tourada que tanto agradava a Hemingway corra pra Catalunha até 2012.

Por Victor Gonçalves


Fazer uma refeição enquanto desfruta do auge da  criatividade humana é algo que decididamente não possui preço.  O Dinner in the Sky é um exemplo disso. O projeto criado pelas empresas belgas Hakuna Matata e Benji Fun  percorre diversos países proporcionando a 22 escolhidos e privilegiados de cada vez, uma deliciosa refeição a 50 metros do chão.

Com o uso de guindastes, a  mesa de cinco toneladas é guinchada para o alto e lá nas alturas uma equipe de garçons treinados servem os convidados que usam cintos de segurança. A atração já fez sua passagem pelo Brasil.

Fique de olho para poder apreciar essa atração e refeição única!

Mais informações no site: www.dinerinthesky.com.br.

Por Teresa Almeida


A cidade de São Luiz do Paraitinga, no estado de São Paulo, já está recebendo turistas depois das enchentes que destruíram o município no início do ano.

Uma das principais atrações da cidade, o Mercado Municipal, foi reaberto recentemente para visitação de turistas. As ruínas da igreja Matriz de São Luiz de Tolosa também estão sendo visitadas pelos grupos de turistas que se hospedam em São Luiz do Paraitinga.

Além dos turistas, muitos estudantes de engenharia e arquitetura estão se hospedando na cidade para acompanhar as obras de reconstrução do município.

Para quem deseja visitar a cidade, está programada uma festa para o próximo dia 13 de agosto, que atrairá diversos visitantes de diferentes estados brasileiros. A festa do padroeiro São Luiz de Tolosa foi mantida pela prefeitura e ajudará na recomposição do turismo da cidade.

Por Luana Neves


Para os amantes da arquitetura uma viagem ganha outra conotação. Conhecer outros e novos lugares não é a mesma coisa se não puder perder-se entre gigantes, futuristas e originais formas.

Para os que abraçam esta causa a Tea  House on Bunker é um prato cheio a deliciar-se. Originalmente um abrigo anti-aéreo, construído em 1936 diante do medo da ameaça nuclear, o bunker da cidade holandesa de Vreeland acabou virando não uma casa de chá (apesar do nome), depois das reformas do UNStudio, virou um espaço original para reuniões de negócios envolto em uma fachada de aço.

A sua frente há um campo de pólo para a distração logo após o trabalho.

Por Teresa Almeida


Nesta onda de frio que está passando pelo país atualmente, juntamente com as férias escolares do mês de julho, os hotéis e pousadas da Região Sul, em especial da Serra Gaúcha, estão com uma procura intensa por parte dos turistas de diversas localidades.

De acordo com Francisco Padilha, presidente do Sindicato da Hotelaria, Restaurantes, Bares e Similares da Região das Hortênsias, nesta semana a rede hoteleira da região teve oitenta por cento de ocupação, sendo que para o final de semana, estima-se que a taxa será elevada para noventa e cinco por cento. Mas quem espera ver neve pode não sair satisfeito, visto que a previsão da MetSul Meteorologia é de haver pouca possibilidade de nevar na Serra Gaúcha nesta sexta-feira, e no sábado e domingo o frio será menos intenso e deverá chover.

Por Elizabeth Preático

Fonte: Correio do Povo, R7


Ninguém duvida de que a tecnologia facilitou muito a vida de todo mundo. Internet, televisão, smartphone, notebook. As pessoas nunca estiveram tão próximas e tão conectadas. Mas como tudo na vida, há seus efeitos negativos. Por causa da tecnologia muita gente não consegue separar o lazer do trabalho. Mesmo nas férias.

Uma saída para resolver esse problema é ir para um lugar onde a tecnologia ainda não chegou. Ou aonde não é permitido que ela entre. É o caso do Arawak Beach Inn, no Caribe. Lá nenhum dispositivo eletrônico entra. Notebooks e smartphones devem ficar trancados no cofre. E nos quartos não há TV, telefone, internet.

A ideia é fazer uma espécie de desintoxicação tecnologia, e relaxar aproveitando o que a natureza oferece de melhor: sol e belas praias. Afinal, férias são para se descansar e não ficar tuitando ou checando e-mails.

Por Maximiliano da Rosa


O Brasil é um dos países que possuem um dos maiores potenciais turísticos do mundo. Todos os anos milhares de pessoas visitam as cidades do litoral e do interior do país. O ministério do Turismo está promovendo a campanha "Viaja Mais Melhor Idade".

O programa disponibiliza pacotes turísticos especiais e com descontos de até 50% para que pessoas da terceira idade conheçam melhor as belas cidades do Brasil, com o intuito de promover a inclusão social dos idosos brasileiros.

O "Viaja Mais Melhor Idade" tem planos customizados que incluem hospedagem, passeios, restaurantes e muito mais. Saiba mais sobre os programa, os pacotes, preços e condições no site oficial do projeto (www.viajamais.com.br).

Por Thiago Martins


O maior poder aquisitivo dos brasileiros e o acesso mais facilitado ao crédito, embora com aumento da inadimplência no mês passado, têm estimulado os empresários a investirem mais no Brasil. Os próprios residentes do país estão mais otimistas, fato comprovado nas vendas relacionadas pelo comércio e na alta apresentada pelo setor de turismo.

Michael Bayley, vice-presidente mundial da Royal Caribbean, divulgou em 10 de junho, quinta-feira, que aumentará o número de cruzeiros na nação brasileira em 10% em confronto à temporada antecedente, atingindo, pois, 92 mil passageiros transportados por meio de sua companhia.

No final do ano, como parte da estratégia, o portal de economia do Estadão relacionou que o embarque e desembarque de pessoas, antes restrito ao porto de Santos, em São Paulo, será estendido ao Rio de Janeiro. Segundo Bayley, o potencial oferecido pela localidade carioca permite a estimativa de até 8 mil passageiros municiados pela cidade a serem transportados pela Royal.

Mesmo assim, avalia o empresário, o Brasil ainda tem pouca competitividade ante outras nações do mundo, tais como a China, que constrói terminais portuários constantemente.

Fonte Estadão

Por Luiz Felipe T. Erdei


Quanto mais a classe C se equipa com salários melhores e obtém maior acesso a créditos, aquisição de bens, entre outros, mais o país tende a ganhar. Se grande parte dos empresários pensasse melhor nesse sentido, não haveria tantas desigualdades; haveria, sobretudo, novas possibilidades, tais como a anunciada em 22 de abril, quinta-feira, pelo Banco Central (BC).

O órgão revelou que os gastos de turistas brasileiros em outros países ultrapassaram a cifra de US$ 3,3 bilhões nos primeiros três meses de 2010, ou seja, alta em 74,2% maior sobre o trimestre inicial do ano passado, quando à ocasião a crise financeira global derrubava as principais economias.

Além dos fatores mencionados anteriormente, há outro levantado pelo portal de notícias G1: desvalorização do dólar ante o real, que há meses ocorre quase que naturalmente, embora o mercado financeiro seja instável em épocas de crise.

Leia mais aqui.

Por Luiz Felipe T. Erdei


Depois de 200 anos de inatividade, o vulcão Eyjafjallajokull despertou a cerca de duas semanas, criando certo alvoroço em seus arredores, na região sul da Islândia. Agora ativo, tem proporcionado imagens impressionantes e suas lavas incandescentes sendo lançadas.

Como se trata de Uma raridade nos dias de hoje, vem atraindo diversos turistas do mundo todo, que não se assustam com o poderia destrutivo do vulcão e sua lava, que se espalha e agora flui em várias direções.

A autoridade do país já acalmou os mais alarmados, dizendo que não há riscos de destruição nos povoados mais próximos, ou seja, a situação está sob controle, o que é música para os ouvidos dos aficionados por esse tipo de espetáculo. A única consequência grave e ruim é que o calor da lava pode provocar o degelo de um glacial próximo ao vulcão.

Fonte: BrasilTuris

Por Fabrício Fuzimoto





CONTINUE NAVEGANDO: