Segundo dados da OMT – Organização Mundial do Turismo, o turismo de natureza é o que mais cresce, com aumento de 15% e 25% ao ano, superando o turismo de negócios e de praia. Buscando atender um nicho que cresce cada vez mais, os Ministérios do Turismo e Ministério do Meio Ambiente estão investindo R$ 10,4 milhões em parques nacionais.

Ao todo são 16 unidades de conservação que recebem o investimento para a melhoria da infraestrutura, principalmente no acesso, visando aumentar o número de visitantes. Fatores como acesso, sinalização e publicidade também serão enfatizados.

A diversidade na natureza torna o Brasil um dos mais procurados por sua beleza, o que torna o primeiro colocado levando em consideração os atrativos naturais, segundo o Fórum Econômico Mundial. Os parques nacionais representam um grande apelo para os visitantes de outros países, tornando-os um grande atrativo.

Os eventos que serão realizados: a Copa do Mundo de Futebol e as Olimpíadas de 2016 serão ótimas oportunidades para promover os parques para os turistas estrangeiros.

Foram produzidos oito curtas-metragem para mostrar os investimentos feitos pelo Ministério do Turismo. A campanha “Turismo em Cena” tem o objetivo de informar sobre os programas exercidos por intermédio de Cultura, que beneficia não somente os parques nacionais, como cidades históricas e o turismo como um todo.

O Parque Nacional da Serra dos Órgãos, no Rio de Janeiro, será um dos beneficiados, com investimentos de R$ 230 mil, destinados a obras no sistema de esgoto, sinalização e implementação de passarelas para os visitantes.

O parque, criado em 1939 é um dos mais antigos do país e possui uma diversidade de fauna e flora surpreendentes, com fontes de água limpa, cachoeiras, trilhas em uma região de Mata Atlântica, na serra. É no parque onde está o Dedo de Deus, famoso pico de mais de 1.600 metros de altitude.

Por Robson Quirino de Moraes


O Cannyon e a Cachoeira do Rio São Jorge são belíssimos destinos para descansar em meio à natureza, localizados no município de Ponta Grossa, a 117 km de Curitiba. A área é uma unidade de conservação municipal, repleta de deliciosas quedas d’água, com a possibilidade de acampar e praticar rapel nos paredões das cachoeiras.
Perto dali, o balneário Capão da Onça também é área de preservação, conta com maravilhosas cachoeiras, além de piscinas naturais e corredeiras. Já a denominada Dolina Grande é uma formação de grande beleza, com araucárias no seu entorno. O local não tem muita infraestrutura, é mais selvagem, ideal aos turistas que gostam de atrativos mais desertos, está próximo às Furnas Gêmeas.
Sugestões para se hospedar:
Hotel Barbur Plaza (42) 3027.1001
Hotel Geneviee Palace Hotel (42)3223.7844
Hotel Papai Cogo (42) 3227.1014

O Cannyon e a Cachoeira do Rio São Jorge são belíssimos destinos para descansar em meio à natureza, localizados no município de Ponta Grossa, a 117 km de Curitiba. A área é uma unidade de conservação municipal, repleta de deliciosas quedas d’água, com a possibilidade de acampar e praticar rapel nos paredões das cachoeiras.

Perto dali, o balneário Capão da Onça também é área de preservação, conta com maravilhosas cachoeiras, além de piscinas naturais e corredeiras. Já a denominada Dolina Grande é uma formação de grande beleza, com araucárias no seu entorno. O local não tem muita infraestrutura, é mais selvagem, ideal aos turistas que gostam de atrativos mais desertos, está próximo às Furnas Gêmeas.

Sugestões para se hospedar:

  • Hotel Barbur Plaza (42) 3027.1001
  • Hotel Geneviee Palace Hotel (42)3223.7844
  • Hotel Papai Cogo (42) 3227.1014

Pela sétima vez consecutiva Bonito, município de Mato Grosso do Sul foi eleito pela revista Viagem e Turismo, da Editora Abril, como a melhor opção em ecoturismo do Brasil. Referência como local de mergulhos em águas cristalinas, a cidade encanta pelas belezas naturais, como grutas, cachoeiras e cavernas.

A eleição foi realizada através de uma votação feita exclusivamente com os assinantes da revista. Alguns dos lugares mais bonitos da cidade são subterrâneos, como as grutas do Lago Azul e do Mimoso atraem uma série de mergulhadores que buscam aventura.

Para quem deseja praticar ecoturismo, Bonito é o lugar ideal. São várias opções como a Boca da Onça, Cachoeira do Rio do Peixe, Buraco das Araras, Aquário Natural, Gruta de São Miguel, além de outras maravilhas, inclusive para quem pratica rapel e arvorismo.

Bonito está localizada sobre o Planalto da Boquena e é considerada pólo do ecoturismo, sendo reconhecida inclusive mundialmente. Se você ficou com vontade de saber mais sobre a cidade que faz justiça ao nome que ganhou, acesse o site da Prefeitura de Bonito.


Em Arroio Grande, distante 353 km de Porto Alegre, existem praia, balneário e reserva ecológica para os turistas visitarem. A Praia do Pontal conta com deliciosas águas doces e rasas, às margens da Lagoa Mirim, e é um lugar para quem procura sossego e paz.

Já o Balneário da Ponte é para os visitantes que preferem ver pessoas e se divertir, oferece estrutura para esportes. Também possui incríveis sombras graças às frondosas árvores que margeiam o balneário.

Para pescar, o Canal de São Gonçalo é ideal. O Rio Piratini, o mirante Laje de Pedra e a Reserva Biológica do Mato Grande são outros atrativos naturais de Arroio Grande, que os turistas não podem deixar de conhecer ao visitar a cidade.

Algumas dicas para pousar:

  • Hotel Pousada Vô Laurinho (53) 3262.2820
  • Hotel Copacabana (53) 9963.0225
  • Hotel Colina 3 Ás (53) 3262.1289

O pampa gaúcho é uma das regiões características do Rio Grande do Sul e a cidade de Alegrete, a 497 km de Porto Alegre, faz parte deste cenário. Entre seus atrativos, encontra-se o Rio Ibirapuitã, com 250 km, o seu trajeto tem o formato de um imenso arco, que circunda o município.

A Lagoa do Parové é outra bela opção para conhecer, está localizada em um belíssimo coxilhão. O lugar oferece momentos de muita tranquilidade em meio à natureza. A Ilha dos Milano é uma área de preservação, devido a sua importância ecológica, pois resguarda uma grande variedade de espécies de animais e vegetais, como o jacaré do papo amarelo, o bugio preto, a lontra, entre outros animais e um rico conjunto de pássaros.

Algumas dicas para se hospedar:

  • Hotel Caverá (55) 3422.8548
  • Hotel Pousada Alegrete (55) 3422.6366
  • Hotel São Jorge (55) 3422.5300

Cacequi, distante 407 km de Porto Alegre, é uma cidade interessante para fazer turismo. No município, está o chamado Vossorocas do Macaco Branco, que é um fenômeno decorrente da erosão do vento em rochas, formando-se assim, uma imensa cavidade no solo. O local é de uma beleza deslumbrante, acentuada pela vegetação que desabrocha da cratera, de 80 metros de profundidade.

A cidade conta ainda com a Ponte Férrea, que é a maior da América Latina, erguida nos anos 1930, é um ponto turístico de relevante importância histórica. A Praia dos Dourados também é fascinante, com areias brancas, e a Praia de São Simão, que oferece estrutura para acampamento. Ambas são lindas e merecem ser conhecidas pelos turistas que visitam Cacequi.

Dicas de hospedagem em Rosário do Sul, a 83 km:

  • Hotel Fazenda da Lagoa (55) 3231.2233
  • Hotel Areias Brancas (55) 3231.2363
  • Hotel Mar Del Plata (55) 3231.8187

Boqueirão do Leão, a 187 km de Porto Alegre, é rica em cachoeiras e cascatas. A Cachoeira Perau da Nega tem de um lado uma incrível parede de rochas que forma um círculo e, do outro, a fascinante queda que abastece um poço.

A Cascata do Gamelão também é um atrativo turístico de grande beleza, sua queda encontram-se no meio de dois paredões e deságua em dois poços. Os visitantes frequentam muito o lugar devido ao fácil acesso.

Na Cascata da Colônia Jardim, é possível acampar, o lugar oferece toda a infraestrutura necessária. O destaque são os três poços que embelezam ainda mais o cenário desta cidade que é ideal visitar com a família nos dias quentes do verão.

Hospede-se:

  • Pousada Réstia do Sol (51) 3789.1209

Ou em Santa Cruz do Sul, a 72 km:

  • Hotéis Águas Claras (51) 3713.3144
  • Aquárius Hotel Flat Residence (51) 3715.9933
  • Hotel Village (51) 3713.1025

A Gruta da Paixão é um dos atrativos naturais de Andaraí, a 420 km de Salvador, local de observação de insetos e vestígios de pássaros e mamíferos que por ali passaram. Nela, também é possível encontrar as formações chamadas de estalactites e estalagmites, entre outras.

Para se chegar na Cachoeira do Ramalho, o visitante caminha por uma trilha onde existem interessantes formações geológicas. Já o Córrego do Ramalho tem sua nascente na Serra Escura e sua foz no Rio Baiano. Andaraí também conta com os Marimbus, pertencentes ao Pantanal Baiano, tem grande biodiversidade de flora e fauna.

O Vale do Paty é considerado uma das trilhas mais encantadoras do país, região explorada pelo garimpo, depois transformada em plantação de diversificadas culturas, hoje é ponto obrigatório de visitação dos turistas que desejam conhecer o interior baiano.

Dicas de pouso:

  • Pousada Andaraí (75) 3335.2008
  • Pousada Sincorá (75) 3335.2210
  • Pousada Éden (75) 3335.2173

Amargosa, a 248 km de Salvador, conta com diferentes pontos turísticos para seus visitantes conhecerem. A Praça Lourival Monte, por exemplo, é um lindo jardim, construído nos anos 1930, parte remete aos jardins franceses e parte ao estilo clássico.

A Praça do Cristo foi construída onde antes estava situada uma antiga igreja, junto a ela está o Jardim Iraci Silva, ambas contam com uma lindíssima paisagem em meio à zona urbana. A Praça do Bosque é um lugar para descansar através do contato com a natureza, ela é muito arborizada e abriga a Estação da Estrada de Ferro.

A Serra do Timbó também é uma bela região, rodeada de Mata Atlântica, guarda lindas paisagens, como picos e cachoeiras. Já a Serra de Tartaruga apresenta uma vegetação própria da caatinga.

Hospede-se:

  • Hotel Fazenda Colibri (75) 3634.1009
  • Pousada do Bosque (75) 3634.2663
  • Pousada Katyara (75) 3634.1075

Uma das paisagens mais bonitas do Brasil está no interior da Bahia. Para quem gosta de se aventurar entre cachoeiras, vales, grutas, além de praticar esportes radicais e trilhas, a Chapada Diamantina é a opção mais indicada.

O município de Lençóis, localizado a 415 Km de Salvador é considerado o centro turístico mais visitado, por conta do grande número de restaurante e agências de turismo, o que ocasiona de renda à população local.

A consciência ambiental na região é ampla. Tanto habitantes, como guias e donos de hotéis e pousadas, o senso se preservação da natureza, que pode ser vista e comprovada pelos visitantes.


Se você está pensando em viajar, mas ainda não sabe pra onde. Que tal um ponto turístico brasileiro.

O Brasil é cheio de variedades em comidas, estilos, clima e muito mais que você pode descobrir a partir de agora. Uma boa sugestão são as Cataratas do Iguaçu que são formadas pelas quedas do rio Iguaçu.

As cataratas estão localizadas a 28 km de Foz do Iguaçu.

Para informações sobre o Parque Iguaçu onde se encontra as cataratas você encontra em www.cataratasdoiguacu.com.br


Uma viagem histórica é o que você procura? Então seu destino é Gramado no Rio Grande do Sul.

Gramado fica a 115 km de Porto Alegre capital gaúcha, e ainda faz divisa com mais três cidades turísticas do Rio Grande do Sul, Caxias do Sul, Três Coroas, Canela, Nova Petrópolis e Santa Maria do Herval.

A geografia colaborou com a cidade, pois o relevo acidentado combinado com a abundância hidrográfica traz belas surpresas aos turistas como as cascatas e vales.

Para informações sobre pousadas, hotéis e fotos acessem www.gramado.com.br .


Panambi é uma interessante cidade para visitar no interior gaúcho, distante 380 km de Porto Alegre. As cascatas são a principal atração, uma delas, a Cascata do Rio Palmeira tem uma exuberante vegetação ao seu redor. A maior queda tem 12 metros de altitude.

Já a Cascata do Rio Caxambú é propícia para um delicioso banho na área acima da queda d’água de 11 metros de altura. Está situada na localidade de Entre-Rios e deve ser visitada pelos turistas que viajarem para a região de Panambi.

O Rio Fiúza é outra opção, tem sua nascente em Santa Bárbara do Sul e desemboca no Rio Palmeira. É uma região de extrema beleza e importância ambiental, devido às sangas e arroios que se encontram no seu trajeto e a imensa quantidade de afluentes que possui.

Pouse em:


A cidade de Estância, a 70 km de Aracaju, conta com pontos turísticos de grande valor ambiental, entre eles, a Praia do Saco, um lindo lugar para conhecer. O Rio Real, que separa os estados da Bahia e de Sergipe, também é outro belíssimo atrativo. A região possui deliciosos restaurantes de frutos do mar.

No município encontra-se ainda a Praia dos Abaís, um encantador recanto da natureza. No seu entorno existem maravilhosas lagoas, onde é possível tomar um banho refrescante. O lugar possui dunas e coqueirais, sendo ideal para passear com a família e ter momentos de muita tranquilidade. A região é repleta de ótimas opções para se hospedar.

Algumas dicas:

  • Pousada do Padre (79) 214.2534
  • Chalé da Praia (79) 246.1869
  • Hotel São João (79) 522.1710


Os turistas que gostam de desvendar as belezas do interior brasileiro vão adorar conhecer Alto Alegre, distante 100 km de Boa Vista. O lugar é repleto de maravilhosas paisagens naturais, como as encontradas na Estação Ecológica de Maracá. O local é uma Reserva Ecológica, sem infraestrutura para o turismo, por isso é indicada para os visitantes que desejam explorar uma área ainda selvagem. Em Maracá, existe uma fascinante beleza natural, a Ilha de Maracá.

O visitante pode optar ainda por áreas mais propícias ao turismo, com mais conforto, como é o caso do Igarapé Au-Au, um balneário localizado perto do município de Alto Alegre e sua divisa com a cidade de Boa Vista. As águas são límpidas e os mergulhadores de plantão vão encontrar o lugar perfeito para a prática do esporte.

Sugestões para pousar:

  • Hotel Aratur (95) 3263.1625
  • Hotel Paraná (95) 3263.1114

Carrancas, a 276 km Belo Horizonte, é uma cidade ideal para um passeio com a família. O Poço do Coração é um fantástico lugar em meio à natureza, com formato que lembra a imagem de um coração, o visitante pode atravessá-lo por meio de uma abertura na rocha.

No local, pode-se também desfrutar de um delicioso mergulho, se divertir nos escorregadores e piscinas naturais, além de se encantar com as duas cachoeiras que existem no córrego de águas límpidas do Salto.

A Cachoeira do Salomão é uma das belas quedas d’água, com ambiente tranquilo, o turista pode ter momentos de paz em meio a um cenário muito exuberante. A cachoeira do Moinho também é propícia para o descanso, conta ainda com trilhas que levam até a sua queda.

Dicas de hospedagem:

  • Pousada Céu e Serra (35) 3327.1188
  • Pousada das Candeias (35) 3327.1234
  • Pousada Mirante Serra Verde (35) 3327.1546

O município de Claúdio, distante 139 km de Belo Horizonte, é o lugar ideal para conhecer uma flora extremamente diversificada com espécies originárias do cerrado, entre elas, a barbatimão, a pequi e a cagaiteira. Exemplares de outras belíssimas árvores também são vistas na cidade, como jacarandá, cedro, angelim e sucupira, para dar apenas alguns exemplos. A flora de plantas medicinais é também muito rica.

Cláudio conta com uma grande área de mata, que abriga diferentes espécies de animais. Os visitantes que andam pela exuberante natureza da região encontram tamanduás, jaguatiricas, micos, tatus e muitas outras. Destaca-se ainda a cobra-coral, a cascavel e a jararaca.

A Cachoeira do Corumbá, a Serra da Capela Velha, do Barão e do Ouro-Fala são outros excelentes atrativos naturais para o turista que quiser se aventurar pelo interior de Minas Gerais.

Pouse em:

  • Hotel Babilônia (37) 3381.2107
  • Hotel Três Irmãos (37) 3381.2255
  • Hotel Vilaça (37) 3381.1675

1001623739_826b72a549


A Serra de Dois Irmãos está localizada no município de Viçosa de Alagoas, a 96 km de Maceió. O lugar é um dos pontos turísticos mais belos da cidade, devido aos seus 400 metros de altura, o que possibilita uma vista completa da região.

Separada pela cachoeira do rio Paraíba, a serra é um dos cartões postais mais lindos do Estado. Conta-se que o local serviu de refúgio para Zumbi, alguns pesquisadores afirmam isso em decorrência do lugar ser um ponto estratégico para a resistência do herói e de quem o acompanhava.

De Viçosa é possível apreciar o rio Paraíba, que é o maior em extensão de Alagoas. Ele atravessa o Estado de oeste ao leste e banha diversos municípios. Ao se encontrar com a Serra de Dois Irmãos, o rio forma uma fascinante cachoeira.

Algumas sugestões para se hospedar:

  • Pousada Bandeirante (82) 3283.1157
  • Hotel Fazenda Marambaia (82) 3283.1915

1215280424_p6020516


Luziânia, a 255 km de Goiânia, é uma cidade encantadora para um passeio turístico completo. O município oferece maravilhosas paisagens em meio à natureza, entre elas, cascatas e cachoeiras – da Colônia e Três Vendas, além de lagoas, lagos e nascentes. São três os rios que banham o lugar: Vermelho, Descoberto e Corumbá.

Chegando à Luziânia, o turista pode escolher passeios ecológicos, rurais, históricos ou religiosos. Quem optar pelo rural vai percorrer uma imensidade de fazendas. Algumas têm estrutura de pesque-pague e outras possuem clube campestre.

A fauna da região também é riquíssima, contando com espécies típicas do cerrado, inclusive do Planalto Central Brasileiro. Ao realizar os passeios de barco, é possível avistar animais como a suçuarana, a onça-pintada o lobo-guará e outros. O Morro Canastra e o Vale das Andorinhas completam o cenário de Luziânia.

Hospede-se em:

  • Hotel D Peixoto (61) 3622.4172
  • Hotel Elite (61) 3209.1916
  • Hotel Tropical (61) 3601.2959

8676409


Os canyons e a Lagoa Azul são os lugares mais fascinantes de Capitólio, a 284 km de Belo Horizonte. Uma deliciosa cachoeira deságua na Lagoa Azul, com águas claras, é possível praticar o mergulho e enxergar até o seu fundo, de tão límpida que são as águas.

Quem prefere as formações geográficas vai se encantar com os canyons de Capitólio, que totalizam cerca de 200 metros de extensão. Ao final da sequência de fendas nas rochas sólidas, encontram-se duas maravilhosas cachoeiras com aproximadamente 30 metros de altura.

O visitante pode fazer o passeio de barco pela extensão dos canyons e ter uma visão privilegiada, o que faz deste lugar um local ideal para desfrutar de momentos de tranquilidade em meio à natureza.

Algumas dicas para se hospedar:

  • Cyrilos Palace Hotel (37) 3373.1255
  • Balneário do Lago Hotel (37) 3373.1900
  • Pousada do Rio Turvo (37) 3373.1066

Belo Vale, a 86 km de Belo Horizonte, é um lindo lugar para um passeio turístico, destacam-se as atrações rurais. A Fazenda da Boa Esperança tem uma linda paisagem, se localiza num vale às margens do Rio Paraopeba. A sua arquitetura data do século 18, tem o estilo predominante da arquitetura rural mineira.

Ruínas da Chacrinha também é um belo lugar para ser visitado. Apesar de restar apenas ruínas da Fazenda de Ouro, a propriedade conta muitas histórias, que remetem até a uma visita feita por Dom Pedro I ao local, em 1822. A região possui ainda uma deslumbrante cachoeira, com uma corredeira de 1,5 km. As ruínas de pedra são imponentes, algumas com 6 metros de altura, e as janelas são de pedra trabalhadas artisticamente.

Algumas sugestões para se hospedar:

  • Pousada Egg Maia (31) 3734.1313
  • Hotel Paraíso (31) 3734.1177
  • Fazenda Belo Vale (31) 9141.6534

belovale071

2396663715_6288e0db2e


Se você está em busca de aventura e belas paisagens, o Pantanal é o lugar perfeito. Lá você vai encontrar uma grande variedade de espécies animais e vegetais. Antes de arrumar as malas e embarcar nessa experiência, fique atento a algumas informações.

Primeiro, confira o período climático mais favorável para sua viagem: Se seu objetivo é pescar pacu, a época indicada vai de março a maio. Se a intenção é praticar birdwatching (observação dos pássaros), a ocasião propícia vai de julho a novembro, quando ocorrem chuvas fracas e a baixa das águas, temporada de reprodução das aves.

Escolha qual região quer visitar: O Pantanal Sul comporta dois terços da planície pantaneira: lá estão, por exemplo, as cidades de Miranda e Aquidauana, com variadas opções de hospedagem para os turistas. Uma dica para quem vai até o Pantanal Sul é seguir pelas portas de acesso: Campo Grande e Corumbá.

Se você quer ainda mais aventura, não deixe de conhecer o Pantanal Norte, localizado ao sul de Cuiabá, onde estão Barão de Melgaço (com savanas e ninhais), Cáceres e Poconé, essas áreas são mais difíceis de chegar por conta do prolongado alagamento.

Ao viajar de carro, opte por veículos com tração nas quatro rodas, pois serão bastante úteis no percurso acidentado do Pantanal. Uma coisa é certa, aventura não vai faltar nessa viagem!

pantanal


Santa Helena, a 619 km de Curitiba, possui dois atrativos turísticos de extrema beleza e importância para a biodiversidade do país. O Parque de Turismo e Lazer Ney Braga, situado no Balneário Santa Helena, está às margens do Lago Itaipu.

O lugar conta com 86 hectares de área arborizada e toda a infraestrutura necessária para o visitante desfrutar de um passeio tranquilo e aconchegante. No balneário, os turistas podem se divertir com a prática de esportes, principalmente os náuticos, caminhadas e pesca.

O Refúgio Biológico de Santa Helena, com 1.421 hectares, é uma unidade de conservação ambiental devido a sua riquíssima variedade de espécies da flora brasileira, inclusive algumas ameaçadas de extinção. O refúgio possui uma trilha interpretativa, onde o visitante conhece um pouco mais da vegetação nativa.

Hospede-se em:

  • Pousada Morro dos Sete Pecados (45) 8817.8106
  • Pousada Casa de Praia (45) 3268.1364
  • Hotel Alvorada (45) 3268.2258





CONTINUE NAVEGANDO: