Grande parte na Região Central é ocupada pelo Pantanal, esta planície alagada está presente nos estados de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso. Além da extensão em terras brasileiras, o Pantanal também existe no Paraguai, Bolívia e Argentina, nesses países a maior planície alagada da terra se chama Chaco.

As mudanças drásticas na paisagem do Pantanal são decorrentes da variação entre períodos de seca e humidade (a água divide o clima em dois períodos bem diferentes), todas estas alterações de uma estação para outra faz da planície um local único e que cada vez mais está atraindo turistas de vários lugares do país e do mundo. No Pantanal, o ecoturismo é uma das grandes atrações.

É nesta planície pluvial que se desenvolve uma grande quantidade de espécies da flora e da fauna, a abundância de ambos é resultado da influência dos biomas da Mata Atlântica, Chaco, Cerrado e Amazônia. No Pantanal são encontradas mais espécies de aves do que na América do Sul e mais tipos de peixe do que na Europa. O cenário formado entre os mais diversos componentes da flora e da fauna junto às variações do clima é um dos mais belos da terra. 

Desbravar o Pantanal por meio de trilhas é um desafio que a maior parte dos turistas, principalmente os estrangeiros, procura encarar assim que chega nesse paraíso natural. Outras atividades que são muito atraentes para os visitantes são safaris fotográficos, ecoturismo e pesca esportiva. Alguns dos passeios mais realizados no Pantanal são cavalgada, caminhada, observação de animais, passeio de barco, manejo do gado, entre outros.

Para alojar o grande número de visitantes, foram construídos muitos hotéis e pousadas que alojam os turistas com muito conforto e hospitalidade. Há muitas hospedagens, algumas dessas são Pousada do Agupé, Refúgio Ecológico Calman, Pousada Refugio da Ilha, Recanto Barra Mansa, Pousada Monteiros, Pousada Xaraés Ecoturismo, Fazenda São Francisco.

Geralmente, as hospedagens da região oferecem serviço de alimentação, guia turístico, passeios, transfer entre o aeroporto e a pousada/hotel. O preço da estadia na alta temporada (julho a setembro) é bem mais elevado, pois nessa época muitos turistas buscam conhecer as belezas do Pantanal.

Por Melina Menezes

Pantanal


Um dos melhores destinos de viagens para quem gosta de aventuras e de fotografar a vida selvagem, é o Pantanal Mato-Grossense. A fauna e a flora são realmente diversificadas, com imagens encantadoras.

O Pantanal, abriga um imenso e fantástico zoológico, de mamíferos, peixes, répteis, pássaros. A bordo de chalanas, barcos típicos da região, é possível avistar nas margens tatus, antas e até mesmo onças-pintadas.

Alguns hotéis fazem visitas às típicas casas dos pantaneiros, que recebem os turistas dedilhando cantigas na viola. Também é possível aprender a ser peão, lidando com o gado e conhecendo as práticas de laço.

Na época da estação seca, as aves se reproduzem e exibem plumagem mais vistosa. Um binóculo permitirá ver os animais bem de perto. É necessário tomar a vacina contra febre amarela antes de chegar ao lugar.

Quem vai ao Pantanal, não deixa de se impressionar com tamanha beleza e variedades naturais.

Onde ficar: REFÚGIO ECOLÓGICO CAIMAN, FAZENDA SAN FRANCISCO e PANTANAL PARK.

Por Monique Mota


O município de São Bento do Sul, localizado no Estado de Santa Catarina, sul do Brasil, é conhecido por seu potencial madeireiro, sendo o 1° Polo Exportador de Móveis do Brasil – “Capital Nacional dos Móveis” – e o 4° Maior Exportador de Santa Catarina.

Entretanto, o que poucos sabem é que a cidade também vem desenvolvendo seu potencial para o Ecoturismo: recantos, parques, morros, rios e cachoeiras compõem parte do roteiro turístico local.

Uma das atrações especiais é conhecida como “Ano Bom / Braço Esquerdo”, constituindo-se por um conjunto de cachoeiras (com quedas d’água de até 100 metros) que leva até belo portal de pedra, após o qual chega-se ao “Vale Perdido”, local com ainda mais cachoeiras, além de uma piscina natural com águas cristalinas.

O site da Prefeitura da cidade – www.saobentodosul.sc.gov.br – traz ainda outras informações sobre os demais locais para Ecoturismo em São Bento do Sul, como o Parque Natural das Aves, o Morro da Igreja e o Recanto Rural Água Doce. Vale a pena conferir!

Por Laura Skws.


Os amantes do ecoturismo não podem perder a oportunidade de conhecer a Serra da Canastra, uma região de Minas Gerais que abrange 6 cidades (São Roque de Minas, Vargem Bonita, Delfinópolis, Sacramento, São João Batista do Glória e Capitólio).

A região é muito conhecida pelo Parque Nacional da Serra da Canastra, criado pelo IBAMA com o objetivo de proteger e preservar as nascentes do Rio São Francisco. Além da cachoeira Casca D’Anta, com 200 metros de altura e 5 quedas do Rio São Francisco, o parque abriga ainda espécies de animais ameaçados de extinção, como o lobo-guará, o tatu-canastra e o tamanduá-bandeira.

O público pode visitar o parque diariamente, das 8h às 18h. A região oferece ainda diversas pousadas para os turistas. Para aqueles que desejam se hospedar na cidade, a mais próxima é São Roque de Minas, a apenas 8 km da entrada do parque.

Para mais informações acesse o site: www.serradacanastra.com.br.

Por Tamara Fonseca


Impressionante como um lugar tão perto da agitação de Belo Horizonte consegue manter-se longe da poluição, do barulho e da agitação da cidade grande. Esse lugar é Macacos. Situado a apenas 25 km da capital mineira, mantém todo seu aconchego e tranquilidade em meio às suas belezas naturais, o que faz dela uma ótima opção para descansar no fim de semana.

Devido às montanhas e quedas d’água que cercam Macacos, também é procurada pelos amantes do ecoturismo.  E não há com o que se preocupar, pois a cidade possui várias pousadas aconchegantes, além de uma variedade de restaurantes e bares noturnos. Vale a pena conhecer!

Acesse o site para informações sobre hospedagem, lazer, gastronomia e muito mais: www.guiamacacos.com.br.

Por Tamara Fonseca


Lavras Novas, localizada no alto da Serra do Espinhaço, a 17 km de Ouro Preto/MG, é um vilarejo em meio a montanhas e cachoeiras, conhecido por suas casinhas coloridas em estilo colonial.

Ótima opção de viagem para quem quer tranquilidade e contato com a natureza. Cercado por duas serras imponentes, Serra da Chapada e Serra do Trovão, o vilarejo possui inúmeras nascentes de água, além de cachoeiras belíssimas.

Lavras Novas oferece também esportes de aventura, como rapel, tirolesa, caiaque, off road, trekking, entre outros. Outra beleza natural da região é a Represa do Custódio, onde é possível acampar, pescar e nadar.

E o melhor, um fim de semana em Lavras Novas pode sair bem em conta, considerando que o vilarejo oferece muitas opções de pousadas.

Para mais informações sobre atrações turísticas, noturnas e hospedagem, acesse o site: www.lavrasnovas.com.br.

Por Tamara Fonseca


Para aqueles que curtem a natureza, seja praticando um esporte radical ou apreciando uma tranquila caminhada entre pássaros e quatis, uma boa opção é o Parque Nacional do Iguaçu, Patrimônio Natural da Humanidade, que abriga as famosas Cataratas do Iguaçu. A região fica na tríplice fronteira, entre Brasil, Paraguai e Argentina, e a exuberância da sua natureza faz do ecoturismo seu ponto forte.

Além dos parques, o visitante também pode apreciar a imponência da Usina Binacional de Itaipu ou atravessar a Ponte da Amizade para fazer compras em Ciudad Del Este, no Paraguai, aventurando-se pelo seu comércio que oferece de perfumes a eletrônicos. Como se não bastasse, o turista pode contar com uma rede hoteleira de primeira linha, cujo atendimento já foi premiado pelo MTur.

Chegar a Foz do Iguaçu não é difícil, por via rodoviária utiliza-se a BR 277 e por via área existem voos regulares que saem das principais capitais do país. Para saber mais sobre as atrações da cidade e consultar a lista de hotéis, pousadas e campings da região, acesse aqui e boa viagem!

Por Lilian Ávila


 O estado do Pará é conhecido por suas belezas naturais, e uma delas em questão é o rio que banha as terras ribeirinhas; a Flona do Tapajós. O rio que muda de cor a cada hora do dia, varia de azul, laranja, verde, vermelho, prateado entre outros. Além de alterar seu tamanho, é um fenômeno que vale a pena ser visto.

Os animais também são atrações frequentes no local, um exemplo são os jacarés que aparecem nos lagos, perto dos buritis. Por lá tem águas limpas é ótimas para banho, além de possuir palmeiras, açaizais e babacais, que são fontes de alimento.

Vale à pena conhecer a Flona do Tapajós, com autorização do IBAMA que custa R$ 3,00 (por pessoa), o valor da visita comunitária fica em média de R$ 6,00 (por pessoa).

Juliana Alves


Localizado na Zona da Mata, o Parque Estadual do Ibitipoca, nos municípios de Lima Duarte e Santa Rita do Ibitipoca, em Minas Gerais, possui uma área de 1.488 hectares e apresenta aos visitantes, lindas paisagens e belezas naturais.

O significado de Ibitipoca na linguagem tupi-guarani, é Serra Fendida. O parque além de ser o mais visitado do estado, é um dos mais conhecidos no Brasil. Entre as atrações do local, a Ponte de Pedra, a Gruta dos Três Arcos, a Janela do Céu e o Pico do Pião estão entre os mais apreciados.

A fauna é muito rica e apresenta algumas espécies em extinção como a onça parda e o lobo guará. A flora possui diversas espécies encontradas na unidade de conservação como as candeias, samambaias e bromélias.

Vale à pena visitar Ibitipoca e se encantar com a natureza ao redor do parque.

Juliana Alves


Se você gosta de um lugar tranqüilo e reservado, vai gostar de conhecer no Tocantins, o Japalão. O local que começou a ser explorado por turistas a partir dos anos 90, ficou conhecido por suas águas cristalinas e potáveis.

Vale ressaltar que o Jalapão tem uma das densidades mais baixas do país. Você não vai se arrepender em conhecer a Gruta do Suçuapara, a Cachoeira do Vrejo da Cana, Cachoeira do Rio Formiga, suas dunas e o Fervedouro, que são pontos principais.

O cenário noturno é palco para um céu estrelado e o pôr do sol é como nos filmes com seus raios avermelhados.

Juliana Alves


A Free Way Brasil é a companhia de turismo especializada em ecoturismo. Ela lançou pacotes para aproveitar a baixa estação antes que dezembro/janeiro chegue e os valores subam as alturas.

É possível inclusive viajar ao santuário de Fernando de Noronha pagando cinco parcelas de R$386,00 (por cinco dias) ou ficar oito dias e pagar cinco parcelas de R$ 470,00.

Pode aproveitar e ir a Itacaré e ficar cinco dias por cinco parcelas de R$ 218,00.

Tem ainda a Chapada Diamantina em que o pacote inclui oito dias por cinco parcelas de R$ 342,00.

Dentro dos roteiros estão incluídos a parte aérea e a terrestre partindo de São Paulo.

Para mais informações acesse o blog  www.blogfreway.com.br ou acesse o perfil da empresa no Twitter: @freewaybrasil

Por Victor Gonçalves


O Rio São Francisco passa pela divida de cinco estados brasileiros. O rio nasce em Minas Gerais e passa por Bahia, Pernambuco, Sergipe e Alagoas. A população ribeirinha o chama de Velho Chico. O local é muito importante economicamente para o país.

Existem muitas opções de ecoturismo. Uma das mais procuradas é o Cânion da Baixa do Chico. A vegetação no local é nativa, com muitos cactos ao redor. Melhor época para esse passeio é entre os meses de junho e agosto, quando a temperatura é mais amena. Há ainda a opção de fazer rapel pelo cânion. Outra opção é fazer um passeio de barco pelas águas do Rio. O passeio dura três horas. Muitas trilhas também podem ser feitas.

Durante a primavera o Rio fica com as águas esverdeadas e nos demais meses, por causa das chuvas, a água passa a ficar com um tom marrom devida a movimentação do barro no leito do rio.

Fernanda T. Sodré


Devido a muita neblina, garoa e vento, a famosa paisagem das cataratas foi a maior atração no Parque Nacional do Iguaçu, no Paraná.

Segundo o site EcoViagem, os turistas procuram visitar o mirante do elevador para observar a paisagem exuberante que o inverno proporciona, diferente do que acontece no verão quando a maioria dos visitantes procuram sentir de perto as cataratas. Por causa da umidade do ar, as trilhas proporcionam uma maior sensação de proximidade da natureza ainda mais quando se observa o florir do Ipê Roxo, a árvore símbolo de Foz do Iguaçu.

Para quem prefere um friozinho e a grande diversidade de paisagens naturais nessa época, o Parque Nacional do Iguaçu é uma ótima opção que proporcionará experiências únicas.

Por Rafael TOTP


Depois que o coronel Percy Fawcet explorou a Serra do Roncador em busca da cidade perdida de Atlântida, o local se tornou ponto turístico de brasileiros e pessoas do mundo afora. 

Mitos e estórias à parte, a Serra do Roncador apresenta várias áreas muito interessantes para serem visitadas. Desde cientistas até Aventureiros são atraídos pelas ruínas arqueológicas, vulcões extintos, fósseis de animais pré-históricos e lagoas que encantam a Serra.

A região que é conhecida mundialmente como um santuário metafísico, ainda é pouco explorada pelo homem. Pessoas que procuram um local para caminhadas, pratica de esportes de aventura e o ecoturismo, encontram na Serra do Roncador um lugar ideal.

Ela está localizada no Mato Grosso, e com mil quilômetros de extensão,dentre cannyons, grutas,cavernas etc, se estende até o Estado do Pará. O parapente também é um dos esportes praticados pelos turistas, as rampas de vôo livre do local são consideradas uma das melhores.

Confira abaixo uma matéria interessante sobre a Serra:

Por Oscar Ariel


Se tem um lugar no Brasil que eu amo no Brasil e indico para qualquer um que me perguntar é a Bonito, no Mato Grosso do Sul. Desde a primeira vez em que estive lá eu descobri o óbvio; Bonito não é bonito, mas sim estupidamente extraordinário.

Complicado é chegar lá, são pelo menos quatro horas de chão por carro, van ou ônibus saindo do aeroporto em Campo Grande. Só que chegando lá compensa tudo. Há o rio Olho D`agua afluente do Rio Prata. Pelo rio é possível encontrar jacarés e sucuris.

Tem a fazenda Parque das Cachoeiras, trilhas entre as sete cachoeiras da região. ótima comida, resort, caminhadas, grutas e lagos subterrâneos que podem ser visitados acompanhado por guias.

Por Teresa Almeida


Ascurra é uma pequena cidade de Santa Catarina de colonização italiana cercada de belezas naturais. E para quem gosta de um passeio ecológico e gastronômico uma ótima opção é visitar Mariota, um complexo turístico rural com um restaurante de dar água na boca.

Lá tudo é muito simples, mas percebe-se o carinho e a alegria com que os pratos típicos italianos são feitos, além de ter aquele gostinho de comida caseira do interior. Você pode almoçar ao ar livre, contemplando um riacho com uma pequena queda d água ao som dos patinhos que nadam no local. Outra opção também é a vinícola Mondini que fica ao lado do restaurante e é aberta à visitação. Lá, os visitantes podem degustar os vinhos e sucos de uva feitos no local e conferir a arquitetura belíssima da cantina.

Por Elizabeth Preático


A cidade paranaense de Morretes é conhecida nacionalmente pela sua beleza e por seus inúmeros atrativos turísticos. Além do famoso trem que passa pela cidade, há inúmeros atrativos naturais, como o Pico Marumbi, popularmente chamado de Olimpo. A paisagem exuberante do lugar é formada por uma cadeia de montanhas, com aproximadamente 1.540 metros de altura, além de uma cascata de quase 50 metros.

Outra linda paisagem, que pode ser vista por quem passeia no trem ou litorina, é o Salto dos Macacos, onde o rio se precipita de uma altura 70 metros de altura em uma laje de granito. O salto Redondo vem logo em seguida, com cerca de 30 metros de queda d’água, formando um cenário magnífico.

Dois belíssimos lugares para se visitar na cidade também são a Cascatinha e a Estação Ferroviária, construída em 1885. Formando um lago de quase 10 mil metros quadrados, a Cascatinha tem profundidade de até 4 metros e além de ter uma paisagem de encher os olhos, ainda é propicia para mergulhos.

Por Juliete Lunkes


Conhecida por suas cachoeiras, rios, montanhas e piscinas naturais, a cidade catarinense de Ibirama atrai mais de trinta mil turistas anualmente. Repleta de natureza preservada, a cidade é chamada de “cidade dos belos panoramas”, e, além disso, ainda conserva características da colonização germânica, através de edifícios históricos, culinária e artesanato.

O município é rota certa para praticantes de esportes radicais como rafting, cascading, rapel, treking e canyoning. Um dos trechos mais procurados para a prática de rafting é o Morro do Pelado, que tem cerca 7,5 quilômetros. Através da  Eco Adrenalina os turistas podem curtir a aventura em vários pontos, principalmente nas descidas que correm em seis cachoeiras no Rio Rafael e no Ribeirão das Pedras.

Na Ferrovia das Bromélias, que recorta a topografia da serra do Rio Itajaí-Açu, é possível praticar trekking tendo como plano de fundo belíssimas cachoeiras e antigas pontes ferroviárias.

Por Juliete Lunkes

Fonte: Santur


Teresópolis é um grande destino turístico do estado do Rio de Janeiro, onde ainda reside um clima de serra e uma paisagem natural muito bem preservada, isto porque fica localizada no Parque Estadual dos três Picos.

Vários atrativos se destacam na região, também conhecida com a capital nacional do montanhismo.

O Mirante do Soberbo é um mirante com uma vista espetacular, onde em dias com poucas nuvens é possível observar os Picos Dedo de Deus, Dedo de Nossa Senhora e a Baixada Fluminense e a Baia de Guanabara.

A Serra dos Órgãos também traz uma beleza singular e é ponto obrigatório para todos que gostam de natureza.

Feiras, hotéis aconchegantes, lagos e cachoeiras também fazem parte de roteiros, que agradam todas as faixas etárias.

Por José Alberi Fortes Junior.


Está em dúvida para onde ir durante as férias? Por que não optar pela Chapada dos Guimarães, localizada no coração do Mato Grosso?

Com seus paredões formados por arenito de cor vermelho-alaranjado, o Parque Nacional da cidade possui diversas trilhas que levam a mirantes naturais de onde pode ser vista a cidade de Cuiabá, capital do estado. O ponto principal da Chapada é a Cachoeira Véu de Noiva, com águas cristalinas e uma queda de oitenta e seis metros de altura. O banho no local foi proibido devido a um acidente que ocorreu no ano de 2008.

E quem quer curtir uma super aventura pode encarar as cinco horas de caminhada e meia hora de escalada em direção ao Morro de São Gerônimo, apreciando todas as belezas rochosas que aparecem pelo caminho.

Por Márcia V. L. Galvão


A Chapada dos Veadeiros atrai muitas pessoas pelo seu lado místico e pela energia que o lugar oferece.

Essa região no meio do Brasil encanta também pela beleza das paisagens e generosidade dos rios. São várias nascentes que pulsam por entre a chapada nos meses de chuvas, que vão de outubro a abril, e fazem uma vegetação e paisagens tão diversas nos meses de estiagem.

O visitante já começa a perceber que a vegetação vai se modificando à medida que se aproxima da Chapada e se mostra um relevo bastante peculiar, com formas sinuosas e marcas que a água foi deixando pelo caminho do tempo.

Alguns lugares não podem deixar de ser conhecidos, como o Rio dos Couros a 51 km de Alto Paraíso, com suas cachoeiras maravilhosas. A cidade de Alto Paraíso é atravessada pelo Paralelo 14 (o mesmo que atravessa Machu Picchu), daí vem sua historia mística claro que as cachoeiras, montanhas e vales dão sua contribuição para torná-la ainda mais mágica.

Locais imperdíveis: Fazenda São Bento, o Vale da Lua, os Cânions do Raizama, o vilarejo de São Jorge e o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros.

Por Cíntia Foloni Santoro


A cidade é considerada uma estância turística de São Paulo. Famosa por seu carnaval com marchinhas, a cidade mostra sua diversão e alegria nesta época.

Mas não se esquece da história que fica exposta em museus e monumentos arquitetônicos que compõem a beleza do local.

O ecoturismo praticamente é a alma da cidade, com diversas trilhas, rafting, bóia-cross, cascading, tirolesa, arborismo que encantam ainda mais qualquer viajante que por ali esteja passando.

Mas para os turistas que preferem um pouco mais de tranquilidade, o lugar oferece luau, passeios pelos pontos turísticos, oficinas de artesanato e muito mais atrações.

Não deixe de conferir a excentricidade de São Luís do Paraitinga

Por José Alberi Fortes Junior.


Pirenópolis é um destino perfeito para o turista que não gosta de tédio nem da mesmice.

A cidade revela uma diversidade de atrativos única indo desde ecoturismo a turismo de aventura, sem mencionar o turismo gastronômico e o turismo para quem gosta de comprar. Esses são alguns dos variados atrativos do local, mas as belezas naturais não ficam para trás.

Essa cidade contempla belíssimas cachoeiras, santuários ecológicos, parques, mirantes, reservas naturais, rios e centros históricos que o viajante não pode deixar de conhecer.

Para os mais aventureiros a cidade oferece rafting, rapel nas cachoeiras, tirolesa, arvorismo, cavalgada, bóia-cross e diversas outras formas de diversão e distração.

Para quem não conhece, visite Pirenopolis, consulte uma agencia de viagem ou simplesmente pegue o carro, a cidade é encantadora e garante estadia com gostinho de quero mais!

Por José Alberi Fortes Junior.


Se você é daqueles turistas que adoram viajar e conhecer novos lugares, não pode deixar de conhece Alto Paraíso, localizada em Goiás está no centro da Chapada dos Veadeiros.

Cheia de energia e espiritualismo o local oferece aos visitantes ecoturismo que compões ainda mais a beleza do lugar. Cachoeiras, serras, vales, pousadas são alguns itens que certamente o turista não poderá deixar de experimentar.

Passeando pelo parque o turista terá a oportunidade de encontrar diversos animais que estão sendo ameaçados de extinção como, por exemplo, o lobo-guará, o veado-campeiro, a capivara, tucanos-de-bico-amarelo etc.

Para quem aprecia a natureza e ainda não conhece as belezas nacionais, Alto Paraíso está pertinho e esperando por você!

Por José Alberi Fortes Junior.


Para quem gosta de visitar lugares com encantadoras vistas panorâmicas, Santo Antônio do Pinhal, a 163 km de São Paulo, é o lugar certo. O Pico Agudo, na Serra da Mantiqueira, tem 1.700 metros de altitude, é famoso por ser um dos poucos da América Latina a oferecer uma visão de 360 graus. Nele, aventureiros de todas as partes praticarem o Vôo Livre, sua posição beneficia o esporte o ano inteiro.

O Mirante Nossa Senhora Auxiliadora também oferece uma inesquecível vista da Serra da Mantiqueira e do Vale do Paraíba. No local, a estátua da santa que dá nome ao mirante atrai visitantes adeptos do turismo religioso. Para quem gosta das alturas, tem mais, a cidade conta ainda com o Morro do Cruzeiro, a 1.300 metros, tem mirante, praça e a Trilha das Cruzes para passear.

Hospede-se:

  • Mirante Pousada (12) 3666.1443
  • Pousada Venezia (12) 3666.1505
  • Pousada Alemã (12) 3666.1360

Paula Cassandra


A cidade de Peruíbe, a 128 km de São Paulo, conta com diferentes atrativos turísticos. Entre eles, destaca-se o Porto de Pesca, local de venda de peixes frescos e onde uma homenagem em forma de monumento foi feita à colônia japonesa.

Na Praça Redonda, o turista pode passear à noite, conhecer a gastronomia e o comércio local. Na Praça Flórida, o destaque é para o artesanato da região. A Praça Monsenhor Lino de Passos é outra opção para quem deseja conhecer as praças de Peruíbe.

Já as Ruínas do Abarebebê são o ponto turístico cultural e histórico da cidade, conta um pouco da história do seu povo. O ecoturismo é outra alternativa para apreciar o turismo de Peruíbe, conta com a Barra do Uma, uma pequena vila ideal para momentos de tranquilidade.

Hospede-se em:

  • Brisamar Praia Hotel (13) 3455.4392
  • Praia Sul Apart Hotel (13) 3455.4125
  • Hotel Agua Azul (13) 3458.2791

Por Paula Cassandra


O Parque Ecológico Pedro Mineiro, localizado em Morungaba, a 103 km de São Paulo, é uma fascinante área do município. A paisagem são os morros da Serra de Cabras, além de lindos mananciais e mata nativa. O espaço oferece aos visitantes visita às cachoeiras e trilhas.

Do alto, é possível enxergar uma encantadora vista panorâmica do vale do Ribeirão dos Mansos, além do mar ao fundo. O parque foi inaugurado na década de 1990 e desde então vem recebendo melhorias para receber os turistas, como infraestrutura para passar o dia, fazer um lanche e descansar.

Na belíssima região montanhosa do Rio Jaguari, é possível caminhar por partes asfaltadas e por trechos de terra, por onde os visitantes vão conhecer as cascatas, a ponte pênsil e um lindo e grande lago.

Pouse em:

  • Chale Estância São Luiz (11) 9150.8275
  • Pousada Rancho da Lagoa (11) 4014.6698
  • Pousada Harmonia Morungaba  (11) 4014.1400

Paula Cassandra


O município de Leme, distante 189 km de São Paulo, conta com maravilhosos rios para visitação. O Rio Mogi-Guaçu possui em seu percurso belas corredeiras e cachoeiras. Entre elas, destacam-se a Salto do Pinhal e a Cachoeira de Cima. Quem passear pela região vai conhecer também a Cachoeira de Baixo e a de Emas.

Ao percorrer o rio, o turista vai se deparar com riquíssimas reservas florestais e áreas de conservação. A reserva de Capetinga em Mogi-Guaçu é belíssima, o Parque Estadual de Porto Ferreira e o de Pirassununga são atrativos naturais que devem ser visitados.

É no Rio Mogi-Guaçu em Leme onde acontece a Romaria dos Canoeiros e Cavaleiros no dia de Nossa Senhora Aparecida. A romaria acontece desde 1972 e pertence ao turismo religiosos da região, atraindo visitantes de diferentes partes do país.

Pouse em:

  • Hotel Dom Manoel (19) 3571.1834
  • Habitat Hotel (19) 3554.5558
  • Hotel Piaza (19) 3554.6099

Paula Cassandra


O Rio Itanhaém é uma das melhores alternativas de turismo no município de mesmo nome, a 108 km de São Paulo. Banhado pelas águas dos rios Preto e Branco, possui 7 km de extensão. Os seus seis afluentes suportam embarcações de médio e pequeno porte, que chegam a lugares ainda pouco visitados.

O rio oferece grande variedade de peixes, entre eles, pode-se encontrar a caratinga, tainha, parati e outros. Com sorte, os turistas terão a chance de presenciar os fascinantes botos, que agora são menos frequentes que em outros tempos.

O Rio Branco também guarda paisagem lindíssimas, sua extensão de 30 km, é banhada por águas velozes. Já o Rio Preto, de mesma extensão, tem águas calmas e coloração escura, além de curvas que dão uma beleza ímpar ao seu trajeto.

Dicas de pouso:

  • Acqua Maris Pousada (13) 3425.4020
  • Pousada Ancoradouro Itanhaém (13) 3425.5156
  • Pousada Araras do Suarão (13) 3427.6549

Paula Cassandra


A natureza de Itu, próxima 101 km de São Paulo, é um dos pontos fortes do turismo na cidade. O Parque do Varvito, tombado pelo patrimônio, tem seu nome originário de uma rocha sedimentar muito antiga, datando da época em que um imenso manto de gelo cobriu parte da América do Sul.

Além de muitas histórias e pesquisas, o parque é uma área esplêndida que possui a belíssima Gruta Lágrima do Tempo. O nome decorre da forma de gotas d´agua que existem nas paredes. O parque  é formando por paisagens de lagos, cascatas e bosques.

Já o Bosque Alceu Geribello resguarda remanescentes de Mata Atlântica, nele é possível realizar caminhas e entrar em contato direto com a natureza. A Estrada Parque é um atrativo histórico, tida como um marco da construção da malha rodoviária paulista.

Opte por:

  • Hotel Internacional (11) 4022.4577
  • Hotel KK (11) 4022.6163
  • Hotel Sabará (11) 4023.9099

Paula Cassandra


Se você curte adrenalina, aventura e esportes radicais, o Hotel Fazenda Igarapés oferece diversas atividades como rapel, escalada, arvorismo. Situado a 45min de Belo Horizonte, no estado de Minas Gerais, no Hotel Fazenda Igarapés, você e sua família terão a chance de se divertir.

Acesse o site do hotel www.hotelfazendaigarapes.com.br e faça sua reserva online agora. Afinal você não vai querer perder a chance de curtir esportes radicais, em um hotel que oferece conforto incomparável e atendimento diferenciado para agradar aos hospedes. Experimente essas aventuras e tenha ferias divertidas e originais, que com certeza você jamais vai esquecer. Hotel Fazenda Igarapés, a opção radical de férias, para você que adora aventuras.

Salete Dias


Ilhabela, a 210 km de São Paulo, possui belíssimos atrativos naturais, entre eles, fantásticas cachoeiras. Destaca-se a Cachoeira da Escada, com um trajeto repleto de exuberante vegetação e rochas. Os seus poços são deliciosos e a areia é ideal para o descanso.

A Cachoeira da Lage é composta de diversas quedas d’água, algumas parecem tobogãs e outras são relaxantes piscinas. Uma trilha, seguindo o curso da cachoeira, leva até o mar. Já a Cachoeira da Toca é propícia para quem gostar de fazer caminhadas ecológicas, é possível acampar e se refrescar nas duchas naturais.

Uma das cachoeira mais altas é a do Gato, com 70 metros de altura, está em meio à Mata Atlântica. Para chegar à queda, trilha-se um caminho pouca acessível, ótimo para os apaixonados por aventura em meio a inesquecíveis paisagens.

Pouse em:

Pousada Carolina (12) 3896.1603

Hotel Vilamar (12) 3896.2622

Pousada Isola Bella (12) 3896.2622

Paula Cassandra


A 176 km de São Paulo, a cidade de Guaratinguetá é uma ótima opção para conhecer os fascinantes atrativos naturais do interior do Estado. A Queda d’água Gomeral, está situada no belo povoado do Gomeral, em meio a fascinantes paisagens naturais, o lugar é propício para momento de tranquilidade.

Quem gosta de caminhadas ecológicas vai adorar a Trilha das Pedrinhas, no Pico Rochoso, de 100 metros de altitude. A caminhada de 300 metros é realizada em meio às maravilhas da vegetação da Mata Atlântica. Do alto do pico, é possível praticar esportes radicais, como o rapel.

Já a Trilha do Pirizal, que é feita na Serra da Mantiqueira, possui menor dificuldade, mas é bastante íngrime. Durante as quatro horas de caminhada, o turista tem o privilégio de enxergar inesquecíveis paisagens.

Escolha para pousar uma das opções:

  • Pousada 7 Nascentes (12) 3122.8099
  • Kafé Hotel (12) 3128.2600
  • Pousada Monte Verde (12) 3132.4474

Paula Cassandra


O município de Cachoeira Paulista, a 206 km de São Paulo, conta com inúmeras belezas naturais para visitar. O Parque Ecológico Nelson Lorena, por exemplo, possui toda a infraestrutura necessária para receber turistas em meio à natureza. Os seus quatro lagos contam com uma belíssima flora e fauna aquáticas.

Já as ilhas do Rio Paraíba são outro fascinante atrativo natural e pode ser visitadas por passeios de barco, disponíveis na região. Além disso, elas são cercadas pela biodiversidade da Mata Atlântica. Quem gosta de se banhar em deliciosas e frescas águas vai se encantar com a Cachoeirão da Bocaina, no Rio Bravo, onde é possível acampar e observar a natureza de mais perto.

Hospede-se em:

Paula Cassandra


Os parques de Botucatu, a 240 km de São Paulo, são ideais ao turismo ecológico. O Complexo Turístico Véu de Noiva é um deles, onde o Rio Pardo tem uma queda d’água de 6 metros de altura. A vegetação original é outra beleza e o local possui infraestrutura.

Outra opção é o Parque Natural da Cachoeira da Marta, formado parte pelas belezas do cerrado e parte pela exuberância da Mata Atlântica. No lugar, é possível encontrar espécies em risco de extinção, como o Lobo Guará e a Onça Pintada. Além de trilhas ecológicas em meio à natureza, o turista pode se banhar na refrescante cachoeira.

Já o Parque Amaral Amando de Barros está na zona urbana, mesmo assim, proporciona momentos de lazer devido aos 10 hectares de mata nativa que possui, além de puríssimas nascentes e córregos.

Hospede-se:

  • Pousada Phenix (14) 3814.1354
  • Pousada Santana (14) 3882.3622
  • Pousada Arco-Íris (14) 3882.7438

Paula Cassandra


Muitos são os atrativos naturais de Botucatu, distante 240 km de São Paulo, entre eles, o turista pode conhecer a Fazenda Conde de Serra Negra, com lindíssimas paisagens em meio à natureza. A casa grande e o haras do local completam o cenário bucólico.

Para quem gosta de áreas quase intocadas pelo homem, a Área de Proteção Ambiental de Botucatu é fascinante. Possui um mirante privilegiado, oferecendo uma visão completa da região.

O Gigante Deitado é outro ponto turístico, caracterizando-se por uma formação rochosa, foi esculpida naturalmente pelo vento. O monumento parece ter pés, barriga e cabeça, sendo que parte dele conta com mata nativa. Na formação rochosa, encontram-se ainda três belos morros para realizar trilhas.

Algumas sugestões de hospedagem:

  • Bekassim Hotel (14) 3811.2925
  • Chaillot Plaza Hotel (14) 3881.2055
  • Hotel Colúmbia (14) 3814.2999

Paula Cassandra


O município de Areias, a 225 km de São Paulo, é um lugar repleto de pontos turísticos para os visitantes que desejam se aventurar no interior paulista. Os Campos da Bocaina é um dos belíssimos lugares para se conhecer, suas quedas d’água e vegetação nativa encantam visitantes de todas as partes.

As altitudes da Serra da Bocaina, que variam de 1500 a 2000 metros, convidam para o turismo de aventura, sendo possível fazer trilhas pelos mais altos picos, como o Curral Velho, Tira Chapéu e outros. Entre as mais belas cachoeiras, destacam-se a Cachoeira do Conde e a Caroba.

Para quem prefere a pesca e os esportes náuticos, o atrativo ideal é a Represa do Funil, local muito requisitado pelos turistas e moradores da cidade.

Escolha uma das opções para se hospedar:

  • Hotel Solar Imperial (12) 3107.1109
  • Pousada Caminhos da Bocaina (12) 3107.1499
  • Pousada Fazenda Sítio Velho (12) 3107.8228

Paula Cassandra


Bertioga, a 120 km de São Paulo, é o destino ideal para os turistas que desejam fazer trilhas em meio à natureza. As caminhadas são feitas pela Mata Atlântica, onde o visitante vai conhecer as belezas da flora e da fauna que a região apresenta.

Quem seguir pela trilha do Canhambora vai se fascinar com a cachoeira do trajeto e poderá se refrescar nas águas das piscinas naturais. O percurso é longo, 10 km, mas reserva incontáveis encantos.

Trilha da Água é menor, segue pelo mangue e por diferentes tipos de vegetação, por fim, uma piscina natural está à espera dos visitantes. A trilha Histórica é outra opção, destacando-se as ruínas de pontos históricos do passado. Pelo Rio Jaguareguava, é possível conhecer as maravilhosas prainhas do local.

Pouse em:

Pousada Porto Kanoas (13) 3313.1239

Apart Hotel Berty-Ocas (13) 3317.1293

Cia Mar Praia Hotel Bertioga (13) 3317.2069

Por Paula Cassandra


Araras, próximo 153 km de São Paulo, é o lugar ideal para quem gosta de apreciar os parques de cidades do interior.

O Parque Municipal, também chamado apenas por Lago, situa-se na área urbana da cidade e conta com área de equipamentos para atividade física, além de ciclovia e pedalinhos no lago, por onde desfilam cisnes que encantam todos os visitantes.O Parque tem infraestrutura necessária para os turistas passarem o dia.

Outra opção em Araras é o Parque Ecológico e Cultural Gilberto Ruegger Ometto, cenário dos grandes eventos do município. No lugar, pode-se passar o dia em companhia da família e dos amigos, uma vez que oferece praça de alimentação, sanitários e estacionamento. Os turistas vão se encantar com os lagos e trilhas para caminhadas que o Parque oferece, com lindos cenários arborizados.

Hospedagem em:

Hotel Marques (19) 3541.6033

Hotel Presidente (19) 3541.2581

Diplomata Hotel (19) 3551.4632

Por Paula Cassandra


Bertioga, a 120 km de São Paulo, é o destino ideal para os turistas que desejam fazer trilhas em meio à natureza. As caminhadas são feitas pela Mata Atlântica, onde o visitante vai conhecer as belezas da flora e da fauna que a região apresenta.

Quem seguir pela trilha do Canhambora vai se fascinar com a cachoeira do trajeto e poderá se refrescar nas águas das piscinas naturais. O percurso é longo, 10 km, mas reserva incontáveis encantos.

Trilha da Água é menor, segue pelo mangue e por diferentes tipos de vegetação, por fim, uma piscina natural está à espera dos visitantes. A trilha Histórica é outra opção, destacando-se as ruínas de pontos históricos do passado. Pelo Rio Jaguareguava, é possível conhecer as maravilhosas prainhas do local.

Pouse em:

mataatlantica_galeria_00133583

Paula Cassandra


Americana, a 129 km de São Paulo, conta com belíssimos pontos turísticos naturais, entre eles, o Complexo Ecológico Municipal, que oferece aos turistas o Parque Ecológico, o Jardim Botânico e o Horto Municipal.

No lugar, o visitante vai se deparar com cerca de 500 animais, muitos deles espécies raras de se encontrarem em zoológicos, como pinguins; outras em ameaça de extinção, mas no Parque Ecológico eles não estão presos.

Já o Jardim Botânico tem uma paisagem arborizada fascinante, tendo em sua área a nascente do Córrego do Parque. O lugar possui ainda jardins temáticos, unindo espécies de outros países, e um encantador orquidário. O visitante pode passear por uma série de trilhas no Complexo Ecológico.

Opções de hospedagem:

Paula Cassandra


O município de Águas de Lindóia, distante 119 km de São Paulo, conta com uma série de pontos turísticos, tanto naturais como para o divertimento. Entre as belezas da natureza, o visitante pode conhecer o Recanto dos Nefelibatas, um ambiente tranquilo, com muita vegetação, onde o turista pode passear em meio a bosques, e descansar na infraestrutura que o local oferece.

A Represa Cavalinho Branco também é uma opção para os visitantes, que podem se divertir com a família nos pedalinhos, fazer passeios a cavalo, andar de bicicleta e, até mesmo, passear de  charrete.

Já no Sítio Monte Alegre, o turista poderá desfrutar de caminhadas ecológicas, se deliciar nas águas das cachoeiras e conhecer um pouco mais do cotidiano da vida no campo.

Opções de pouso:

  • Hotel Casablanca 0800.162002
  • Hotel Vacance (19) 3824.1191
  • Vitória Garden Hotel (19) 3824.5365

Paula Cassandra


Ibaiti, a 291 km de Curitiba, conta com muitos pontos turístico naturais, destacando-se a Cachoeira do Aristeu, com 25 metros de queda d’água, possui outras quedas menores em seu trajeto, constituindo-se em um cenário de grande beleza. Os visitantes podem fazer trilhas na área e se banhar nos deliciosos poços.

Outro atrativo é o Parque Estadual da Mina Velha, repleto de espécies de fauna e flora nativas, tem infraestrutura para receber os turistas. Os visitantes podem conhecer lindas cachoeiras e a antiga mina que dá nome ao parque, onde é possível acessar um mirante no topo da chaminé.

Na área, existem ainda um vale de vegetação exuberante e o Salto da Mina, com uma queda de 40 metros, que passa por cima da mina, e depois se constitui em um fascinante poço.

Pouse em:

Paula Cassandra


Cornélio Procópio, distante 398 km de Curitiba, é uma cidade com muitos encantos, entre eles, o Bosque Municipal Manoel Júlio de Almeida, que tem uma belíssima mata preservada para fascinar turistas vindos de todos os cantos do país.

No bosque, existem 70 espécies de árvores, destacando-se o cedro, a figueira e o marfim. Em relação à fauna, o visitante de Cornélio Procópio vai encontrar o Maracanã, o beija-flor-rabo-tesoura e espécies de cobras e lagartos.

No município, localiza-se também parte da Mata São Francisco, espaço de preservação aberta à visitação, que conta com infraestrutura básica para os turistas descansarem. O Aguativa Resort é outra boa opção, sendo considerado um dos melhores parques aquáticos do Brasil. Além de restaurante panorâmico, oferece trilha ecológica, quadras esportivas e muito mais.

Algumas sugestões de pouso:

Hotel Estância Aguativa (43) 3520.7000

Hotel Central (43) 3524.3231

Hotel London (43) 3524.1240

Por Paula Cassandra


Brotas, a 235 km de São Paulo, possui diferentes atrativos turísticos. O Alaya Centro de Aventuras é um ótimo lugar para quem deseja praticar esportes radicais. O local margeia o Rio Jacaré Pepira e conta com infraestrutura. O turista pode escolher entre praticar escalada, rapel, arvorismo, bóia-cross ou mini rafting.

Outra opção em Brotas é a Cachoeira do Astor, situada no ribeirão do Pinheirinho, por onde é possível chegar através de uma trilha de fácil acesso. Do alto dos 30 metros de altura da queda d’água, o visitante pode ter uma linda vista da região. As águas são deliciosas para se banhar e ali também se pratica canyoning. Já a Cachoeira da Esperanza é 10 metros mais alta, com uma trilha para quem gosta de se aventurar em meio à natureza.

Hospede-se em:

Hotel Natural (14) 3653.8081

Hotel Fazenda Recanto Alvorada (14) 3656.6332

Estalagem Quintas das Cachoeiras (14) 3653.2497

Por Paula Cassandra


Para falar sobre Peruíbe, vale à pena lembrar de outra cidade, vizinha a ela, Brotas. A cidade de Brotas é conhecida pelo seu ar de cidade pequena e pelo seu estilo bem cowboy e pela diversidade de possibilidades de prática de esportes da natureza.

Então agora sim dá para dizer que Peruíbe é Brotas com praias, muitas praias por sinal. E é exatamente pelos esportes de natureza e pela proximidade, que as duas cidades se completam.

Peruíbe reúne 23 mil quilômetros de atrações de tirar o fôlego de qualquer visitante, literalmente. As atividades são diversas, para todas as idades e gostos. Além disso, a cidade possui uma estrutura ótima para receber os turistas e muitos guias turísticos para acompanhar os passeios. Ou seja, quer diversão com natureza, praias, segurança e tranqüilidade? Visite Peruíbe.

Por Susan Mélany


Para quem deseja conhecer as belezas naturais de São Paulo, uma ótima opção é a cidade de Brotas, distante 235 km da Capital. A Mata Nativa Aventura é um espaço para praticar esportes em meio à natureza, oferece tirolesa com um tour de 1.300 metros, tirolesa aquática e emocionantes trilhas, além de toda a infraestrutura necessária para receber os turistas.

Na zona urbana, o Parque dos Saltos é um lugar fascinante, onde o rio que passa pelo município apresenta corredeiras e quedas. Ali, pratica-se a canoagem e o rafting, e conta com uma antiga construção com valor arquitetônico que abrigava uma usina hidrelétrica.

Os visitantes que gostam de automóveis vão se fascinar com o Museu do Calhambeque, que tem um acervo com 20 veículos das décadas de 1920 e 1930.

Opções de hospedagem:

Fazenda Sinhá Ruth (14) 3653.6152

Pousada Kampai (14) 3653.2832

Fazenda Hotel Areia que Canta (14) 3653.1382

Por Paula Cassandra


Quem viaja para o arquipélago de Fernando de Noronha pode ter a certeza que irá encontrar muitas paisagens de tirar o fôlego. As atividades estão por toda parte e para todos os gostos já que o publico que visita a região é bem variado.

Você pode escolher passeios de barco, lancha, cavalos, caminhadas a lugares próximos e distantes da praia, ou um simples mergulho e o descanso nas areias. A diversidade biológica é enorme e oferecem alegrias a parte para o turista, principalmente se ele der sorte de visitar o lugar no período de crescimento das tartarugas e das demais espécies que vivem por lá.

É composto por vinte e uma ilhas e todas podem ser visitadas, por isso, é bom reservar um bom tempo para a viagem para poder aproveitar o que a região tem de melhor.

Por Susan Mélany


O Brotas Eco Resort tem pacotes especiais para o feriado de 12 de outubro! O local tem 5 piscinas, sendo 3 climatizadas, e um grande espaço de lazer, com toboágua, quadras de tênis, cama elástica, discoteca e até campo de paintball.

O resort oferece pacotes com várias opções de acomodação no feriado, com pacotes de 04 dias / 03 noites com pensão completa, e recreação de adultos e crianças a partir e 04 anos.

Crianças de 0 a 03 anos não pagam hospedagem (cortesia), de 04 a 07 anos pagam R$180,00, de 08 a 10 anos pagam R$290,00 e de 11 a 12 anos, R$440,00 nos pacotes para as alas 100 a 200 (que dispõe de TV e ventilador) e também nas alas 300 a 700 (quartos com TV, ventilador, ar condicionado e frigobar).

Clique aqui e confira preços de pacotes e condições de pagamento!

Por Cris Keller


Já pensou em encontrar em um mesmo lugar, as belezas dos grandes cânions, arvores e flores que mudam de aparência conforme a estação do ano, animais em extinção como a onça pintada, além de rios e cachoeiras idéias para pratica de esportes radicais? Se quiser um lugar assim para passar as férias, visite a Chapada dos Veadeiros. A única certeza é que ninguém da família vai sair de lá triste, existem diversas opções de lazer para a família inteira e ninguém fica parado por lá!

Um dos lugares para visitar é o Parque Nacional, que abriga uma infinita quantidade de plantas e animais, e Vale da Lua, que tem rochas esbranquiçadas e uma água cristalina. Além disso, a cidade é conhecida por seu lado místico, que ganhou fama por ter muitos Cristais de Quartzo, por isso, vários pontos turísticos podem ser visitados se o turista gostar desse lado místico da cidade.

Por Susan Mélany


O estado mais novo do Brasil não tem uma visibilidade grande no cenário nacional, mas não significa que fique atrás quando o assunto são belezas naturais.

A região do Jalapão é uma dos mais novos destinos de turismo de aventura e ecoturismo do estado do Tocantins.

A região é bem quente, a temperatura chega muito fácil aos 40° por isso, é sempre bom levar um protetor solar, óculos-escuro e boné. Como as noites são frias é sempre bom levar um agasalho, a região é cheia de insetos, é recomendado levar repelentes para espantar os visitantes indesejados e também se vacinar contra a febre-amarela pelo menos 10 dias antes da viagem.

Para saber mais informações e dicas quentes de como chegar ao Jalapão e lugares para ir na região, confira os toques dados pela equipe do EcoViagem

Por Levi Rocha


Caruaru, a 135 km de Recife, é um município encantador devido aos seus atrativos naturais. O Morro do Bom Jesus é um deles, possui 630 metros de altura, a cidade está a sua volta, por isso quem vai até seu topo tem uma vista panorâmica da região.

A Serra dos Cavalos também é um belo lugar, é uma área de preservação e conta com 900 metros de altura. Outro espaço importante para o equilíbrio ambiental é o Parque Ecológico Professor João Vasconcelos Sobrinho, formado por vegetação da Mata Atlântica e por cinco açudes.

No parque, a vegetação é riquíssima, constituída por árvores frutíferas, entre outras, também possui mirantes naturais e é possível os visitantes realizar trilhas em meio à mata. Os animais possíveis de se encontrar são principalmente o lobo guará e diversas espécies de aves.

Hospedagem:

Hotel São Francisco (81) 3721.6657

Pousada Pitiá (81) 3721.4781

Hotel Agreste (81) 3721.2234

Por Paula Cassandra


As serras são os mais belos cartões postais de Campo Formoso, a 414 km de Salvador, são diversas as opções para quem deseja visitar a cidade e realizar muitas caminhadas. A Serra da Jacobina atravessa a cidade, sendo a mais importante da região.

A Serra de São Francisco também é extensão e nela pode-se realizar emocionantes trilhas. A Serra do Mulato, a Serra dos Morgados e a Serra do Gado Bravo são algumas outras que formam a encantadora cadeira de serras de Campo Formoso.

Outro incrível ponto é a Serra do Sobradinho, onde existem vários riachos e córregos que abrigam deliciosas quedas d’água para se banhar. Já a Serra do Cruzeiro conta com um mirante natural, local da onde é possível enxergar todo o cenário do município.

Hospede-se em um dos locais:

Hotel Rio das Pedras (74) 3645.1307

Hotel Campo Formoso (74) 3645.1098

Pousada Central (74) 9195.6208

Por Paula Cassandra


Se você quer ter um contato maior com a natureza, procure a empresa Trilhas & Trilhas. Eles oferecem diversos roteiros para você que quer fugir do trânsito, preocupações e correria da cidade.

As atividades são muitas, como caminhadas, cavalgadas, rapel, rafting, tirolesa, curso de fotografia da natureza, observação de aves, navegação por orientação, eco-treinamento e educação ambiental (estudo do meio), destinada as escolas, entre outras.

Tudo é muito seguro, já que os locais são visitados antes de qualquer coisa e as atividades são sempre acompanhadas por um guia especializado e com todos os equipamentos de segurança necessários.

Entre em contato com a empresa e programe a sua aventura em meio à natureza, que muitas vezes esquecemos. O telefone é (11) 2231-2933 / 2231-0840 e o e-mail contato@trilhasetrilhas.tur.br. O endereço é Rua Edgard Salles, 560 – São Paulo.

Por Larissa Nalin

Belezas naturais garantidas. Isso é o que você com certeza você vai encontrar se visitar Manaus. Uma das paisagens mais belas do Brasil, a junção dos Rios Negro e Solimões, convidam o turista a passar um bom tempo apreciando a beleza das cores que não se misturam.

Além disso, a culinária é um atrativo a parte, com pratos típicos, muitas frutas e com visitantes ilustres como tucanos e macacos durante as refeições. Além disso o contato direto com animais como cobras, jacarés é inevitável, por isso, o roteiro é perfeito para quem gosta de aventuras.

Sem falar é claro da cultura, das músicas, da beleza da diversidade local. Quer aventura, belas paisagens e muito que contar sobre suas férias? Visite Manaus.

Por Susan Mélany

As formações geológicas de Gonçalves, a 464 km de Belo Horizonte, devem ser visitadas pelos turistas que forem conhecer a cidade. A Pedra de São Domingos é um pico com mais de dois mil metros de altura e de seu topo é possível ter uma visão belíssima.

A Pedra do Forno é acessada por uma trilha em meio à vegetação, de seu topo avista-se a Pedra do Baú. Já a Pedra Bonita é o ponto mais alto, com uma visão incrível, enxerga-se o Vale do Paraíba e a Serra do Mar.

A Pedra do Cruzeiro é uma rocha imensa que emerge do Vale do Lambari, conforme o ângulo que o visitante olhar para ela, vai enxergar uma forma diferente. Em um dos lados da pedra, está o acesso para uma gruta.

Pouse em:

  • Pousada Serra Vista (35) 3654.1314
  • Pousada Dona Manoela (35) 9917.4742
  • Pousada Solar D´araucária (35) 3654.1398

Paula Cassandra


Paracatu, no interior mineiro, distante 483 km de Belo Horizonte, é um município repleto de fascinantes cachoeiras. O visitante poderá conhecer a Cachoeira do Desidério, com uma queda d´água de 28 metros, forma um refrescante poço.

A Cachoeira Sete Quedas é menor, com 14 metros de altitude, deságua em sete altares, com uma deliciosa água límpida. A Cachoeira do Templo, do Altar e do Teixeira também deságuam num poço e são ideais para quem aprecia se refrescar em águas com temperaturas baixas.

Já a Cachoeira Deus-me-livre possui duas quedas, uma com oito metros e outra com 35 metros de altura, está situada no Ribeirão São Pedro e possui uma grande quantidade de água, propícia para os aventureiros de plantão.

Hospede-se em uma das opções:

  • Hotel Tropical (38) 3671.6390
  • Hotel San Pedro (38) 3671.6046
  • Hotel Catuí (38) 3671.1374
Paula Cassandra

Próximo 22 km da Capital mineira, localiza-se a cidade Nova Lima, que oferece aos seus visitantes belos pontos turísticos. Entre eles, a Lagoa das Codornas, um cenário lindíssimo na região de Rio de Peixe.

A Lagoa do Miguelão e a Lagoa dos Ingleses são outros belos pontos do município de Nova Lima. A visitação ao local é limitada devido ao fato das lagoas serem reservatórios para a geração de energia elétrica.

No lugar, é possível praticar esportes náuticos e desfrutar da fascinante região, que conta com vegetação de campo e características de cerrado. A variedade de animais é grande, o turista vai encontrar principalmente espécies de mamíferos e aves.

Algumas opções para pouso:

  • Piemonte Hotel (31) 3280.8500
  • Pousada Central (31) 3541.5097
  • Pousada Altos de Minas (31) 3201.1311

Paula Cassandra


Montes Claros, distante 418 km de Belo Horizonte, é uma cidade com uma natureza muito rica e preservada. Os parques da região são a prova disso. O Parque Municipal Milton Prates é um encantador lugar, conta com uma belíssima área verde e infraestrutura para receber os turistas, como restaurante e espaço para praticar esportes.

O lugar é propício para a realização de um tranquilo piquenique, possui play-ground e pedalinho para as crianças se divertirem. Próximo está instalado o zoológico municipal com diferentes espécies de animais.

Já o Parque Sapucaia, na Serra do Ibituruna, é uma reserva florestal, ideal para os visitantes que gostam de aeromodelismo, ultra-leve e asa delta, bem como montanhismo e corridas rústicas. Quem prefere os passeios menos radicais, vai se divertir no teleférico.

Descanse em uma das sugestões:

  • Dimas Lessa Hotel (38) 3222.9815
  • Hotel Alvorada (38) 3214.1397
  • Hotel Premier Palace (38) 3221.6800

Paula Cassandra


Os passeios de barco são um dos principais atrativos turísticos para quem for conhecer Mangaratiba, a 94 km do Rio de Janeiro. O Passeio às Ilhas Tropicais é um dos roteiros, quem optar por ele poderá nadar com os golfinhos e deliciar-se nas águas do arquipélago, que é um recanto natural de uma beleza paradisíaca.

O passeio dura o dia inteiro e na embarcação são oferecidas frutas frescas. Além da parada para mergulho, o turista almoça em um restaurante delicioso, localizado em uma das Ilhas. Já o Passeio pela Costa e Ilhas oferece o almoço a bordo, no restaurante flutuante. No roteiro, está a parada para o mergulho e o turista pode se refrescar com as frutas a bordo.

Hospede-se em Angra dos Reis, a 57 km

  • Angra Palace Hotel (24) 3365.3207
  • Hotel Colonial (24) 3365.0226
  • Caribé Hotel (24) 3365.0035
Paula Cassandra

A 94 km do Rio de Janeiro, está o município de Mangaratiba, ideal para os turistas que apreciam belas cachoeiras para deliciosos banhos. A Cachoeira dos Escravos, localizada na Serra do Piloto Acesso, é uma delas, exibe uma lindíssima queda d’água em meio à natureza.

A Cachoeira da Ingaíba, situada na Fazenda Ingaíba, e as Cachoeirinhas, localizadas na região de Muriqui, são outros atrativos naturais de grande importância para o turismo em Mangaratiba.

Já a Cachoeira Santa Bárbara, no Vale do Rio Sahy, e a Cachoeira do Itingussú, no Itacuruçá, estão abertas permanentemente para turistas de todo o país. Venha para esta cidade e se encante com as quedas d’água cristalinas e frescas que estão à disposição dos visitantes.

Hospedagem em Angra dos Reis, a 57 km:

  • Londres Angra Hotel (24) 3365.0044
  • Hotel Pestana Angra (24) 3364.2005
  • Hotel Angra Inn (24) 3377.1717
Paula Cassandra

A cidade de Mangaratiba, a 94 km do Rio de Janeiro, é uma cidade com diversos encantos. Entre os seus atrativos naturais, o turista pode visitar as serras e suas trilhas em meio à natureza passando por trajetos com picadas e elevações.

A Fazenda Ingaíba é um ótimo lugar para visitar, conta com trilhas, uma deliciosa piscina natural e cachoeiras. O Roteiro das Cachoeiras engloba várias quedas d’água, entre elas, a Cachoeira da Bengala, situada na Serra do Piloto, caracterizada pela vegetação de Mata Atlântica, Cachoeira de Conceição de Jacareí e Cachoeira do Rubião.

O visitante pode conhecer ainda o Poção, uma fascinante piscina natural de tamanho grande e formada por três cachoeiras. O Sítio da Santinha é outro lugar para o lazer de toda a família, oferece infraestrutura para receber os turistas.

Hospede-se em uma das opções:

  • Hotel Mendonça (21) 2789.1477
  • Pousada Luis Felipe (21) 2789.1286
Paula Cassandra

Macaé, a 180 km do Rio de Janeiro, oferece uma série de atrações aos seus visitantes. O distrito de Glicério é um deles, possui maravilhosas corredeiras, onde se pratica a canoagem. O lugar tem uma das mais belas cachoeiras da região, a Ciriaca, com queda d’água e uma deliciosa piscina natural.

Os turistas devem conhecer ainda o Parque de Jurubatiba, possui uma lagoa de água doce, com temperatura morna e terapêutica. São 44 km de costa, mesclando paisagens do sertão nordestino e da Floresta Amazônica. Considerada área de preservação, conta com diversos brejos, mais de dez lagoas costeiras e florestas.

Quem visitar Macaé poderá conhecer espécies de flora, como a pitangueira, cajueiro e erva-mate. Além de encontrar espécies de animais, entre eles, jacarés, tatus e diferentes aves e peixes.

Dicas para pouso:

  • Hotel Rosa Mar (22) 2791.9090
  • Hotel Bellatrix (22) 2765.7325
  • Hotel Colonial Macaé (22) 2772.515

Paula Cassandra


Para quem gosta da natureza, Macaé, a 180 km do Rio de Janeiro, é o lugar certo. A Lagoa de Imboassica é um dos atrativos, está entre o mar e as colinas. Os visitantes podem praticar esportes, como a vela, jet ski e remo.

O distrito Sana é outro local para visitar, com cachoeiras pouco exploradas e a beleza da Mata Atlântica preservada. As cachoeiras no Córrego Peito do Pombo, de águas límpidas, formam poços e quedas que deságuam no Rio Sana.

O Peito do Pombo é uma rocha que lembra a imagem de um pombo pousado sobre a pedra. Tem mais de mil metros de altura e atrai visitantes que gostam dos desafios da escalada. O Rio Sana, de águas calmas e límpidas, possui corredeiras e áreas de praia idéias para o banho.

Hospede-se:

Paula Cassandra


Levy Gasparian, a 145 km do Rio de Janeiro, é uma cidade encantadora, possui entre seus pontos turísticos a Pedra de Paraibuna, uma imensa rocha de 890 metros de altura. Fica próxima às corredeiras do rio de mesmo nome e conta com um grande paredão de aproximadamente 400 metros.

Do alto da pedra, o visitante tem uma visão completa do Vale do Rio Paraibuna. As Corredeiras do Rio Paraibuna também são outro atrativo de incomparável beleza, sendo um dos lugares mais importantes para o turismo no município. As corredeiras são muito visitadas por turistas de todo o país, no local é possível praticar a canoagem e ter tranquilidade em meio à natureza.

Hospede-se em:

Paula Cassandra

Camaquã, a 127 km de Porto Alegre, é uma pequena cidade do interior gaúcho, entre seus pontos turísticos, destaca-se o Complexo Esportivo conhecido por Prainha, onde uma grande área atrai visitantes para praticar esportes e ficar próximo à natureza.

O Sítio Água Grande é um dos atrativos históricos do município, fundado em homenagem ao escritor Luis Carlos Barbosa Lessa, também chama a atenção pela conservação da sua paisagem natural. No lugar, encontra-se uma cascata de 30 metros de queda e outras cachoeiras menores.

Um guia acompanha os visitantes pelas trilhas ecológicas pelo sítio que passa inclusive por uma tribo indígena que pode ser visitada. O local conta com uma biodiversa flora e fauna, além de estrutura para receber os turistas.

Hospede-se em uma das dicas:

Hotel Glória (51) 3671.4654

Hotel Molon (51) 3501.8917

Olho D’água (51) 3501.8819

Por Paula Cassandra

Chapadão do Lajeado, a 194 km de Florianópolis, é um lugar exuberante com atrativos naturais de incontestável beleza. A Cachoeira do Rio do Salto tem uma queda d’água de 90 metros, junto a ela, localiza-se uma imensa caverna. Para se chegar até a cachoeira, caminha-se por uma trilha ladeada por um paredão de rocha.

A flora e a fauna da região contam com um diversificado conjunto de espécies. Já o Morro da Santa possui uma trilha com mais de mil metros que leva a imagem de Nossa Senhora Aparecida, em seu topo. O cenário é também usado para a prática de esportes, como as escaladas e a asa-delta.

Algumas sugestões para se hospedar em Rio do Sul, a 54 km:

Hotel Demarchi (47) 3525.1125

Hotel Mauri (47) 3521.0768

Hotel Schreiber (47) 3521.2219

Por Paula Cassandra

Espera Feliz, distante 378 km de Belo Horizonte, é uma cidade repleta de cachoeiras para os turistas conhecerem. Entre elas, a Cachoeira do Chiador tem águas límpidas, por onde o visitante pode deslizar até chegar numa encantadora piscina natural.

A Cachoeira Vale a Pena, como o próprio nome já diz, é de uma beleza exuberante que deve ser apreciada, formada por piscinas naturais e um clima muito fresco. A sua estrutura oferece aconchego para toda a família.

Outra cachoeira é a Recanto da Paz, pouco explorada, possui trechos ainda virgens, com uma piscina natural de puríssimas águas dentro de um fascinante bosque. Já a Cachoeira do Cruzeiro é bastante visitada, mas está bem conservada e é de fácil acesso.

Hospede-se em:

  • Pousada Vale a Pena (32) 9969.4373
  • Hotel Montanhês (32) 3746.2575
  • Hotel Vale Verde (32) 3746.1304
Por Paula Cassandra

A Serra do Gambá está localizada no município de Jeceaba, distante 110 km de Belo Horizonte, e é um dos lugares mais encantadores da região para visitar. O local possui mais de 1.200 metros de altitude, exuberante vegetação, formando morros arredondados.

Os turistas vão se encantar com o cenário ao percorrer a serra, com uma imensa área onde se encontram ribeirões, rochas antigas e muito verde. O lugar é extremamente rico em variedade de espécies da flora e da fauna, típicas do cerrado, como felinos, serpentes e aves. Destacam-se também as belíssimas árvores, de grande porte.

Na Serra do Gambá, pode-se ainda aproveitar as suas características para praticar esportes, entre eles, asa delta, vôo livre e montain bike.

Opção de hospedagem:

  • Hotel do Sabino (31) 3735.1291

Ou em Belo Horizonte:

Por Paula Cassandra

Itaúna, a 76 km de Belo Horizonte, é uma cidade de fascinantes paisagens, entre elas, a chamada Cachoeirinha, com deliciosas quedas, forma poços e grutas. Está situada a 18 km da zona urbana da cidade e ainda resguarda um clima de natureza selvagem.
Outro lugar de grande beleza é a Fonte Olhos d’Água, localizada entre bosques e trilhas, fica na Estância Água Mineira Viva. Dela sai uma água de muita pureza que é engarrafada e comercializada.
A Gruta da Nossa Senhora de Itaúna é outra opção para os visitantes. É um espaço de tranquilidade e paz, que os cidadãos de Itaúna resguardam para os momentos de oração e fé. No espaço, existe a imagem da santa, desenhada por um dos artistas locais. Um ponto turístico religioso de grande importância para a região.
Algumas sugestões de hospedagem:
Grande Hotel Itaúna (37) 3242.2100
Hotel Ponto Chic (3)7 3241.2634
Hotel Freitas (37) 3241.4780
Por Paula Cassandra

Itaúna, a 76 km de Belo Horizonte, é uma cidade de fascinantes paisagens, entre elas, a chamada Cachoeirinha, com deliciosas quedas, forma poços e grutas. Está situada a 18 km da zona urbana da cidade e ainda resguarda um clima de natureza selvagem.

Outro lugar de grande beleza é a Fonte Olhos d’Água, localizada entre bosques e trilhas, fica na Estância Água Mineira Viva. Dela sai uma água de muita pureza que é engarrafada e comercializada.

A Gruta da Nossa Senhora de Itaúna é outra opção para os visitantes. É um espaço de tranquilidade e paz, que os cidadãos de Itaúna resguardam para os momentos de oração e fé. No espaço, existe a imagem da santa, desenhada por um dos artistas locais. Um ponto turístico religioso de grande importância para a região.

Algumas sugestões de hospedagem:

  • Grande Hotel Itaúna (37) 3242.2100
  • Hotel Ponto Chic (3)7 3241.2634
  • Hotel Freitas (37) 3241.4780
Por Paula Cassandra

Saquarema, a 100 km do Rio de Janeiro, conta com o maravilhoso Lago de Água Mineral, situado entre a Serra de Mato Grosso e a cachoeira do Tingüí. No local, existe ainda uma trilha propícia para andar de moto ou jipe.
Do Mirante do Morro da Cruz é possível avistar o fascínio da Lagoa de Saquarema, além dele oferecer uma visão de todo o município e ser o lugar ideal para apreciar o pôr-do-sol.
As Cachoeiras Serra do Roncador são outro atrativo de incrível beleza, formam um conjunto de seis quedas d’água circundadas por uma vegetação pouco explorada, de clima ameno, que proporciona um delicioso passeio por suas trilhas, que necessitam do acompanhamento de guias.
Pouse em uma das seguintes opções:
Pousada da Titia (22) 2651.2058
Pousada do Suíço (22) 2651.7842
Pousada dos Socós (22) 2651.3943
Paula Cassandra

Saquarema, a 100 km do Rio de Janeiro, conta com o maravilhoso Lago de Água Mineral, situado entre a Serra de Mato Grosso e a cachoeira do Tingüí. No local, existe ainda uma trilha propícia para andar de moto ou jipe.

Do Mirante do Morro da Cruz é possível avistar o fascínio da Lagoa de Saquarema, além dele oferecer uma visão de todo o município e ser o lugar ideal para apreciar o pôr-do-sol.

As Cachoeiras Serra do Roncador são outro atrativo de incrível beleza, formam um conjunto de seis quedas d’água circundadas por uma vegetação pouco explorada, de clima ameno, que proporciona um delicioso passeio por suas trilhas, que necessitam do acompanhamento de guias.

Pouse em uma das seguintes opções:

  • Pousada da Titia (22) 2651.2058
  • Pousada do Suíço (22) 2651.7842
  • Pousada dos Socós (22) 2651.3943
Paula Cassandra


Rio das Ostras, a 170 km do Rio de Janeiro, possui parques e atrativos naturais. O Parque dos Pássaros é uma área de preservação, com mata de restinga de 8 hectares, e conta com uma exuberante fauna.
O lugar possui viveiro aberto ao público e trilhas por onde é possível observar diferentes espécies de pássaros. O Monumento Natural dos Costões Rochosos é outra opção, constituído por um caminho de rochas que liga a Praia da Joana e a Praça da Baleia. É uma reserva ecológica com grande variedade de animais e vegetação.
O Pier de Costazul também deve ser conhecido, ele avança 200 metros em direção ao mar, onde é possível pescar e ter uma visão encantadora da Orla de Costazul, uma grande área de restinga preservada que oferece estrutura de lazer para os visitantes.
Hospede-se:
Maria Maria Pousada (22) 2764.1308
Pousada Caetano (22) 2764.1291
Ostrão Hotel (22) 2764.2415
Por Paula Cassandra

Rio das Ostras, a 170 km do Rio de Janeiro, possui parques e atrativos naturais. O Parque dos Pássaros é uma área de preservação, com mata de restinga de 8 hectares, e conta com uma exuberante fauna.

O lugar possui viveiro aberto ao público e trilhas por onde é possível observar diferentes espécies de pássaros. O Monumento Natural dos Costões Rochosos é outra opção, constituído por um caminho de rochas que liga a Praia da Joana e a Praça da Baleia. É uma reserva ecológica com grande variedade de animais e vegetação.

O Pier de Costazul também deve ser conhecido, ele avança 200 metros em direção ao mar, onde é possível pescar e ter uma visão encantadora da Orla de Costazul, uma grande área de restinga preservada que oferece estrutura de lazer para os visitantes.

Hospede-se:

  • Maria Maria Pousada (22) 2764.1308
  • Pousada Caetano (22) 2764.1291
  • Ostrão Hotel (22) 2764.2415
Por Paula Cassandra

Rio das Flores, a 90 km do Rio de Janeiro, é uma cidade de muitos encantos, destacam-se as suas cachoeiras, entre elas, a de São Leandro, que tem apenas uma queda com 38 metros, as águas são frias, mas o lugar possui uma beleza bucólica.

Já a Cachoeira do Chuveirinho tem uma queda menor, que deságua em uma deliciosa piscina natural, formando em seguida o córrego Manuel Pereira, próximo a cachoeira de São Leandro. O Rio Paraíba do Sul é largo e profundo, propício para os visitantes que procuram momentos de descanso.

O Rio Preto completa a paisagem de Rio das Flores e divide o município com o Estado vizinho mineiro. Sua extensão de 200 km percorre cidades de Minas Gerais e guarda uma importante biodiversidade para a região.

Algumas sugestões para se hospedar:

Por Paula Cassandra

A cidade de Bonito no Mato Grosso do Sul, já é especialmente famosa pela beleza natural, rica em diversidades. Porém a Lagoa Misteriosa, em Jardim, trás uma curiosidade singular.

Reaberta depois de três anos, é um ótimo atrativo para turistas de todos os lugares, pois possui uma visibilidade de 40 metros, mas nunca foi encontrado ou visto o seu fundo mesmo depois de 220 metros de profundidade alcançados (a maior profundidade registrada).

Apesar do interesse no mergulho de exploração os peixes não são a razão maior, pois existem apenas três espécies vivendo neste habitat. Na realidade as plantas aquáticas chamam mais a atenção, isso por que elas formam uma “pintura” nas paredes da lagoa.


Vila Velha é um parque ecológico e histórico localizado na região de Ponta Grossa, no estado do Paraná. Situado a cerca de 80 km de Curitiba, é um passeio excelente para quem quer conhecer um pouco de história sobre erosão, sobre a formação das rochas e sobre as primeiras civilizações do Paraná.

Reestruturado e agora com roteiros definidos e organizados, o “novo” parque permite uma maior preservação das rochas e formações geológicas. A limpeza também foi uma preocupação dos organizadores, e várias lixeiras foram postas em locais estratégicos para que lixos sejam despejados e sempre preocupados em não interferir no visual do local.

A rocha em forma de Copa, de Leão, de Galinha e a Lagoa Negra, são exemplos de atrativos turísticos que possuem no local.

vila_velha


Spas, hotéis fazendas, retiros, chalés mais afastados são uma das alternativas para o turismo, porém tem pessoas que procuram algo mais agitado e divertido.

O interesse por raffiting, rapel, tirolesa, asa-delta e vários outros esportes radicais tem aumentado significativamente não só por adolescentes, mas por todas as idades. Estes esportes geralmente são encontrados nos picos brasileiros e o turismo feito para essas regiões tem suas calmarias e suas agitações.

Somente executada por profissionais altamente qualificados esses esportes radicais trazem ao turista adrenalina e diversão enquanto conhece a beleza natural do local.  Sendo assim, viajar não importa o destino, faz bem ao corpo e a mente.


Conhecida como “a terra dos gigantes”, a cidade de Itu, em São Paulo, é uma cidade onde tudo é de tamanho exagerado. Surpreendendo os turistas cada detalhe de Itu é de tamanho maior do que o esperado, telefones públicos, bancos de praças, chapéus, estátuas, são alguns exemplos dos atrativos “exagerados” de Itu. Porém a cidade tem muito mais a oferecer, além dessa particularidade, o local também possui camping, hotéis fazenda, cavalgada, caminhada, passeios rurais, clima e a culinária tipicamente interiorana.

A cidade já é conhecida internacionalmente e um ponto turístico brasileiro muito procurado por turistas de diversos países.

A exemplo dos atrativos a hospitalidade é tão grandiosa quanto os monumentos.


São muitos os pontos turísticos de Ponta Grossa, a 117 km de Curitiba, entre eles, destaca-se a Fenda das Andorinhas, um lugar fascinante para visitar. O Mirante da Pedra Grande também deve ser conhecido, para chegar até ele, anda-se por uma trilha cercada por vegetação nativa. Do local, enxerga-se uma paisagem completa da encantadora natureza da região.

Já o Parque Estadual de Vila Velha tem relevante importância para a biodiversidade do Estado, principalmente porque possui componentes como os arenitos, as furnas e a Lagoa Dourada. No parque, os visitantes passeiam por trilhas guiadas com instrutores, oferecendo muita segurança. O lugar é refúgio de diferentes espécies, como os raros lobos-guará, jaguatiricas e quatis.

Algumas sugestões para se hospedar:

  • Planalto Hotel (42) 3220.7900
  • Village Hotel (42)3028.3000
  • Bristol Vila Velha Hotel (42) 3220.9500

O Cannyon e a Cachoeira do Rio São Jorge são belíssimos destinos para descansar em meio à natureza, localizados no município de Ponta Grossa, a 117 km de Curitiba. A área é uma unidade de conservação municipal, repleta de deliciosas quedas d’água, com a possibilidade de acampar e praticar rapel nos paredões das cachoeiras.
Perto dali, o balneário Capão da Onça também é área de preservação, conta com maravilhosas cachoeiras, além de piscinas naturais e corredeiras. Já a denominada Dolina Grande é uma formação de grande beleza, com araucárias no seu entorno. O local não tem muita infraestrutura, é mais selvagem, ideal aos turistas que gostam de atrativos mais desertos, está próximo às Furnas Gêmeas.
Sugestões para se hospedar:
Hotel Barbur Plaza (42) 3027.1001
Hotel Geneviee Palace Hotel (42)3223.7844
Hotel Papai Cogo (42) 3227.1014

O Cannyon e a Cachoeira do Rio São Jorge são belíssimos destinos para descansar em meio à natureza, localizados no município de Ponta Grossa, a 117 km de Curitiba. A área é uma unidade de conservação municipal, repleta de deliciosas quedas d’água, com a possibilidade de acampar e praticar rapel nos paredões das cachoeiras.

Perto dali, o balneário Capão da Onça também é área de preservação, conta com maravilhosas cachoeiras, além de piscinas naturais e corredeiras. Já a denominada Dolina Grande é uma formação de grande beleza, com araucárias no seu entorno. O local não tem muita infraestrutura, é mais selvagem, ideal aos turistas que gostam de atrativos mais desertos, está próximo às Furnas Gêmeas.

Sugestões para se hospedar:

  • Hotel Barbur Plaza (42) 3027.1001
  • Hotel Geneviee Palace Hotel (42)3223.7844
  • Hotel Papai Cogo (42) 3227.1014

O município de Piraquara, a 18 km de Curitiba, valoriza a preservação ambiental da região, por isso inaugurou em 1997 o Centro de Educação Ambiental Mananciais da Serra. Sua estrutura conta com miniauditório, salas de exposições e área para atividades de educação. O lugar oferece ainda churrasqueiras para os visitantes, que podem fazer as trilhas interpretativas e conhecer o mirante.

A Estação Piraquara é outro atrativo, conhecido como buraco ou lagoa do peixe. Antigamente, no local, encontrava-se a Fazenda Piraquara, hoje conta com prédio erguido nos anos 1940. Destaca-se também a Igreja Colônia Santa Maria do Novo Tirol, datada de 1897, foi a primeira a ser erguida na região. Já o Túnel de Roça Nova é um dos maiores do Estado, com 429 metros de extensão e 955 metros de altura.

Dicas para pouso:


Vitor Meireles, a 266 km de Florianópolis, tem sua formosura voltada aos encantos das cachoeiras e formações geológicas. A Cachoeira do Forno com uma queda de 86 metros, é acessada por uma trilha de 1 km.
Para se chegar na Caverna Santa Cruz dos Pinhais, o visitante também tem que caminhar por um trilha, em meio a natureza e um belo cenário. Sua formação é calcária e conta com sedimentos rochosos de fedelspato e quartzo.
A Pedra do Chapéu tem uma incrível beleza, está suspensa, dividida em duas partes, e para chegar até ela, anda-se por uma trilha de 900 metros. Na cidade está instalada a Área de Relevante Interesse Ecológico, com 4.251 hectares de Mata Atlântica, tem grande importância devido a sua biodiversidade. A área abriga 8.000 araucárias e imensa variedade de flora.
Pouse em uma das dicas:
Recanto Fusinato (47) 3258.0438
Pousada Legal (47) 3258.0211

Vitor Meireles, a 266 km de Florianópolis, tem sua formosura voltada aos encantos das cachoeiras e formações geológicas. A Cachoeira do Forno com uma queda de 86 metros, é acessada por uma trilha de 1 km.

Para se chegar na Caverna Santa Cruz dos Pinhais, o visitante também tem que caminhar por um trilha, em meio a natureza e um belo cenário. Sua formação é calcária e conta com sedimentos rochosos de fedelspato e quartzo.

A Pedra do Chapéu tem uma incrível beleza, está suspensa, dividida em duas partes, e para chegar até ela, anda-se por uma trilha de 900 metros. Na cidade está instalada a Área de Relevante Interesse Ecológico, com 4.251 hectares de Mata Atlântica, tem grande importância devido a sua biodiversidade. A área abriga 8.000 araucárias e imensa variedade de flora.

Pouse em uma das dicas:

Recanto Fusinato (47) 3258.0438

Pousada Legal (47) 3258.0211


Quem for visitar a capital carioca não pode deixar de conhecer o bairro Tijuca. Nele está localizado o Parque Nacional da Tijuca, que conta com 3.972 hectares e está inserido na região do Maciço da Tijuca. Ali, encontram-se características de seis diferentes tipos de florestas.
No parque, existem lindíssimas paisagens, com nascentes de água puríssimas. Os turistas podem fazer trilhas e conhecer as cachoeiras do local, bem como contemplar a natureza e praticar esportes radicais, entre eles, o montanhismo, asa delta, skate e ciclismo.
O local possui ainda diferentes símbolos ligados ao patrimônio histórico do Rio de Janeiro, alguns deles são a estátua do Cristo Redentor e a Capela Mayrink. A Praça Tobias Barreto também tem valor histórico, pois nela são homenageados ilustres personagens da história carioca.
Algumas dicas para se hospedar:
Corinto Hotel (21) 2570.9696
Flor do Éden (21) 2569.5346
Hotel Trampolim (21) 2578.0291

Quem for visitar a capital carioca não pode deixar de conhecer o bairro Tijuca. Nele está localizado o Parque Nacional da Tijuca, que conta com 3.972 hectares e está inserido na região do Maciço da Tijuca. Ali, encontram-se características de seis diferentes tipos de florestas.

No parque, existem lindíssimas paisagens, com nascentes de água puríssimas. Os turistas podem fazer trilhas e conhecer as cachoeiras do local, bem como contemplar a natureza e praticar esportes radicais, entre eles, o montanhismo, asa delta, skate e ciclismo.

O local possui ainda diferentes símbolos ligados ao patrimônio histórico do Rio de Janeiro, alguns deles são a estátua do Cristo Redentor e a Capela Mayrink. A Praça Tobias Barreto também tem valor histórico, pois nela são homenageados ilustres personagens da história carioca.

Algumas dicas para se hospedar:

  • Corinto Hotel (21) 2570.9696
  • Flor do Éden (21) 2569.5346
  • Hotel Trampolim (21) 2578.0291

Mesquita, a 34 km do Rio de Janeiro, é um belo lugar para visitar. Um dos atrativos é a Gleba, um geoparque com 1.100 hectares de exuberante vegetação. É propício para passear com a família. Está situado entre as serras Mendanha e Madureira, além de contar com um vulcão inativo há mais de 70 milhões de anos.

O turismo histórico é bastante acentuado em Mesquita. A antiga sede de uma fazenda hoje é o Centro de Visitantes, também é tida como o primeiro prédio erguido na cidade. A área possui muito sossego, em meio a lagos naturais e espécies de incrível beleza, como jequitibás, cedros e jacarandás. O pau-brasil, que é uma espécie rara, também se encontra na região, bem como a encantadora Gruta da Pedra da Contenda e a Cachoeira Véu da Noiva.

Sugestões para hospedagem:

  • Hotel Juscelino (21) 2796.2521
  • Hotel Outes Iguaçu (21) 2796.0507
  • Hotel Bolonha (21) 2796.3451

Localizado no litoral norte paulista, o arquipélago de Ilhabela está separado do continente por aproximadamente 18 quilômetros. Para chegar até a bela ilha, você pode utilizar as balsas que saem de São Sebastião, começando muito bem o passeio.

É um local muito propício para a prática de esportes, como o Surf e o mergulho. Lá na ilha, existem aproximadamente 360 quedas d´água, como por exemplo a da Cachoeira da Lage. São mais de 40 praias que podem ser apreciadas pelos inúmeros turistas que freqüentam o local todos os anos.

Além de lugares paradisíacos, você também poderá encontrar badalação. São muitas opções que vão de feirinhas de artesanato a bares e restaurantes ótimos! E para quem não consegue viver sem, ainda poderá passear no shopping.

Quer saber mais sobre o destino? Visite o site www.ilhabela.sp.gov.br e boa viagem!


Pela sétima vez consecutiva Bonito, município de Mato Grosso do Sul foi eleito pela revista Viagem e Turismo, da Editora Abril, como a melhor opção em ecoturismo do Brasil. Referência como local de mergulhos em águas cristalinas, a cidade encanta pelas belezas naturais, como grutas, cachoeiras e cavernas.

A eleição foi realizada através de uma votação feita exclusivamente com os assinantes da revista. Alguns dos lugares mais bonitos da cidade são subterrâneos, como as grutas do Lago Azul e do Mimoso atraem uma série de mergulhadores que buscam aventura.

Para quem deseja praticar ecoturismo, Bonito é o lugar ideal. São várias opções como a Boca da Onça, Cachoeira do Rio do Peixe, Buraco das Araras, Aquário Natural, Gruta de São Miguel, além de outras maravilhas, inclusive para quem pratica rapel e arvorismo.

Bonito está localizada sobre o Planalto da Boquena e é considerada pólo do ecoturismo, sendo reconhecida inclusive mundialmente. Se você ficou com vontade de saber mais sobre a cidade que faz justiça ao nome que ganhou, acesse o site da Prefeitura de Bonito.


A cidade de Brotas, no interior paulista, distante 242 km da capital, é sinônimo de esporte de aventura e muito contato com a natureza. O site oficial da prefeitura da  cidade de Brotas disponibiliza importantes informações para o turista, e pode ser o ponto de partida para conhecer mais sobre a cidade, sua localização e tudo o que ela pode oferecer na área de ecoturismo. Acessando http://www.brotas.tur.br/ você ainda encontra links para vários serviços essenciais ao turista, como agências de turismo, hotéis e pousadas, utilidades públicas e dicas de compras.

O site também oferece excelentes dicas de vários passeios imperdíveis, como o do Museu do Calhambeque (http://www.brotas.com.br/museudocalhambeque/) e a visita à fundação CEU (Centro de Estudos do Universo http://www.fundacaoceu.org.br/aia2009/).


Para quem está a procura de calmaria, descanso e tranqüilidade, vale a pela tentar um turismo diferente. O turismo rural vem crescendo a cada dia, sendo procurado cada vez mais nas agências turísticas.

O Turismo Rural oferece: Passeios ecológicos, cavalgadas, comidas típicas, banhos em cachoeiras, rapel, caminhadas tudo bem longe da realidade da cidade grande.

O eco-turista tem de ter consciência diferenciada, pois a estrutura é praticamente inexistente para manter a preservação do ambiente. O conhecimento de trajeto também é fundamental o que torna o guia turístico um personagem importante para a realização do passeio com segurança.

O cuidado com o lixo e com os restos de alimentos é de grande importância, pois mantém o local para que outros turistas venham a ter a mesma experiência.


Localizado na América Central, banhado pelo Oceano Pacífico e pelo Mar do Caribe é um país com quase 3,8 milhões de habitantes é mundialmente conhecido na área turística, uma área que tem tido cada vez mais importância econômica do país.

A Costa Rica é um país onde a variedade para os tipos de turismo são muitas, mas podemos destacar os seguintes o turismo de Aventura (o mais procurado até então), o turismo Cultural e o Ecoturismo.

É garantia de um bom passeio, que com certeza não irá sair da memória de quem tiver a oportunidade de ir a esse maravilhoso país.


O interior de São Paulo sempre foi conhecido por agregar surpresas aos turistas. Dentre elas há uma bem interessante, principalmente aos amantes de esportes radicais. Brotas, situada há cerca de 230 quilômetros de São Paulo, chama a atenção exatamente pelas aventuras ecoturísticas.

Nesse lugar há uma igreja matriz, como é comum encontrar em diversos locais espalhados pelo Brasil, além de muitos comércios e pousadas com preços acessíveis e bem interessantes.

Obviamente, o Ecoturismo é o principal chamariz da simpática cidadezinha. Esportes como rafting, bóia-cross, arvorismo, tirolesa, rapel, canyoning, cavalgadas e outros compõem o que há de melhor no local. Aos turistas uma certeza: um desses esportes, pelo menos, fará com que cada um se sinta muito mais próximo da natureza.





CONTINUE NAVEGANDO: