O Que Fazer em Madrid – Roteiro de Passeios





Confira aqui os principais pontos turísticos que você precisa conhecer em Madrid.

Está planejando visitar Madrid, mas não sabe por onde começar? Então leia essa matéria e comece a traçar o seu roteiro turístico imediatamente.

Para quem não sabe, Madrid é a capital da Espanha e é uma cidade que conta com uma grande diversidade cultural. Apresenta inúmeras possibilidades de passeios, como visita a museus, parques, rotas de tapas especialmente de bate-volta de trem.




Se o intuito da viagem é conhecer todas as atrações que mais se destacam na cidade, com bastante calma, o ideal é ficar pela cidade por 5 pernoites. Com isso, para aproveitar ao máximo o passeio na cidade e ao mesmo tempo, conhecer cada ponto com calma, não deixe de seguir passo a passo o roteiro de viagem que foi feito pelo nosso site, visando otimizar ainda mais a viagem.

É claro que para deixar a viagem ainda mais rica de vivências e cultura, os turistas podem aproveitar o passeio a Madri e visitar cidades vizinhas como Segóvia, Toledo e Ávila. Pela curta distância até a capital, basta pegar um trem e voltar para curtir a noite em Madrid.


Se o tempo de viagem for mais curto e o turista tiver apenas 3 dias para visitar Madrid, é muito importante fazer um roteiro turístico bem organizado, visando otimizar o tempo de visita. Sendo assim, no dia da chegada à cidade, não deixe de fazer uma visita ao Centro Histórico, grande berço cultural e gastronômico de Madrid; no segundo dia, é bom levantar cedo, já que não se pode deixar de fazer uma visita ao Museu do Prado, logo pela manhã; depois do almoço vale visitar ao Reina Sofía e a noite não perder a um show de flamenco. Já no terceiro dia, vale muito a pena fazer um bate-volta nas cidadezinhas próximas, já mencionadas anteriormente. Tendo isso em vista, basta escolher o destino: Ávila ou Toledo.

O Museu Prado é o primeiro destino. Para chegar até lá, aproveite e pegue o metrô, fazendo uma parada na estação Banco de España. A partir desse local, opte por fazer uma caminhada e, desse modo, conhecer a fonte e o Palácio de Cibeles, que é sede da prefeitura da cidade e é caminho para o museu através do Paseo del Prado. Sendo assim, o deslocamento pode contar como programa turístico.

É válido ressaltar que para não enfrentar a enorme fila da bilheteria para entrar ao Museu do Prado, é válido comprar o bilhete através da internet, de forma online.

O Museu do Prado pertence à família real espanhola e expõe a sua coleção de arte. Este é o principal museu da cidade, pois seu acervo contém obras aclamadas dos pintores da corte, como Tiziano, Rubens, Goya e Velázquez. Sabe-se que a maoria da temática das obras são pinturas religiosas e retratos.

Como o museu é muito grande, é bom ter em mente quais obras são imperdíveis de serem vistas. Desse modo, aconselha-se vistar a obra 'O cavaleiro com a mão no peito' do pintor El Grego; 'Jardim das Delícias' por Bosch; 'Maja' de Goya e a famosa 'As Meninas' de autoria de Velázquez.

É importante lembrar que o ingresso antecipado pode ser comprado por meio do site do Museu de Prado, através do seguinte endereço eletrônico: https://www.entradasprado.com/pradov2/individual/principalr.aspx.

Após o almoço, é hora de seguir a pé até o outro lado do Pasel del Prado, indo ao Bairro de Las Letras. Este é conhecido por ser um dos bairros mais charmosos de Madrid. As suas ruas homenageam Cervantes, assim como os seus contemporâneos, além de apresentar sebos e tabernas à moda antiga. O sebo mais famoso é a Librería Miguel Miranda, que fica na Plaza Santa Ana.

Não dá para ir a Madrid sem assistir a um espetáculo de flamenco. Tendo isso em vista, a Casa de Patas é um dos teatros mais prestigiados pelo público brasileiro. Por isso, vale a pena o desembolso.

Ana Paula Oliveira Coimbra

Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *