Turismo Itália – Como Comprar Passagem de Trem na Trenitalia e Italo Treno





Saiba aqui como comprar passagens de trem na Trenitalia e Italo Treno.

Muitas pessoas que visitam a Itália têm dúvidas de como fazer a compra das passagens de trem na Italo Treno e Trenitalia.

É que, para quem não sabe, a maior parte dos deslocamentos realizados no interior da Itália são feitos por trem. Isso porque, por meio do trem é possível sair do centro de uma cidade e já chegar no centro de outra, sem muitas interrupções, viajando de forma descansada, poupando tempo e energia na incansável busca por estacionamento e, dessa forma, evitando passar por algumas zonas de tráfego restrito que são desconhecidas, o que também pode em não haver multas.




As viagens de carro são recomendadas apenas a lugares em que não há acessibilidade ao trem, como o interior da Sicília, Úmbria e Toscana. Ademais, as viagens de trem saem muito mais em conta, pois além de ser mais seguro, também é mais confortável. Podemos pegar como exemplo, a Ligúria e a costa do Adrático, em que os trilhos possuem velocidade reduzida, no entanto, a cobertura é realmente boa. Dessa forma, enquanto a viagem acontece, é possível se distrair através da internet.

É importante chegar na Itália sabendo que há duas companhias ativas. Desse modo, a Trenitalia (estatal) e Italo Treno (privatizada em 2012) operam pelos trilhos da Itália. As duas empresas de transporte é possível realizar a compra de passagens com tarifas promocionais e o melhor, sem a cobrança de sobretaxas.


O fato de haverem duas empresas faz com que os visitantes fiquem em dúvida a respeito de qual companhia contratar, ou seja, optar pela Trenitalia ou Italo? Sendo assim, vamos esclarecer melhor: a Trenitalia possui uma maior cobertura, isto é, chega também em cidades em que há a presença apenas de trilhos mais lentos, por meio dos trens da Regionali. Desse modo, há casos em que a única alternativa do turista é optar pela Trenitalia.

A frota de trens dessa companhia é bastante diversificada, sendo composta por: Regionali e Regionali Veloci, que são utilizados principalmente nos trilhos mais lentos; InterCity, conhecidos por serem os mais econômicos (devido ao fato de não atingirem altas velocidades) e pelos Freccia, que são os trens mais modernos da atualidade.

Por outro lado, a Italo oferece um serviço diferente, uma vez que seus trens percorrem apenas os trilhos que permitem atingir uma alta velocidade. Por ser uma empresa mais moderna, possui uma política de tarifas mais extremista. Desse modo, ela oferece ao viajante econômico uma classe supereconômica Smart, com tarifa superior a 9.90 euros, mas também oferece boas alternativas aos clientes mais abastados, oferecendo lounge nas estações. Sua frota é composta inteiramente por trens de alta modernidade, sem qualquer exceção. Quando não é possível que o trem chegue a determinados destinos, a Italo oferece um ônibus como complemento aos serviços oferecidos. Dessa forma, destinos como Cortina, Courmayeur Aosta e Matera têm seus trajetos realizados por meio de ônibus.

Quando se trata de economia, a Italo pode oferecer preços mais baixos, por ser uma companhia mais moderna, se o cliente pesquisar pelas passagens com 90 dias de antecedência, é possível comprar os bilhetes muito mais em conta.

Já o site de compra da Trainline é considerado um essencial instrumento para pesquisa, pois ele compara o preço entre as duas companhias.

É possível comprar as passagens por meio da Rail Europe, Tremitalia.com.br ou pela Trainline. Desse modo, quem realiza a compra por meio da Rail Europe ou Tremitalia.com.br, as passagens são impressas em língua portuguesa. No entanto, há desvantagens, pois são cobradas sobretaxas como comissão de venda (subsidiária e revendedora), além de não oferecer as tarifas em promoção. Portanto, se quiser economizar é necessário comparar os preços desses sites com os da Trenitalia.

Ana Paula Oliveira Coimbra



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *