O Que Fazer em Amsterdã – Dicas de Passeios





Confira aqui algumas dicas do que conhecer quando visitar a cidade de Amsterdã.

Um dos melhores roteiros turísticos que existem, para a Europa, é o que se destina à cidade de Amsterdã. Amesterdão ou Amsterdã (Amesterdã) é, em realidade, a capital e a cidade mais populosa no Reino dos Países Baixos. Esta é uma das regiões onde existem os mais variados dialetos, em todo o mundo, por essa razão os turistas se sentem mais a vontade estando lá.

Deste modo, Amsterdã tornou-se uma cidade extremamente agradável para realizar passeios turísticos, mesmo sem haver roteiros e mesmo sem compromisso. Entretanto, é sempre importante e prudente fazer um planejamento de viagem, no sentido de fazer render no bolso e no tempo. Visitar os melhores lugares e gastar menos.




Em primeiro lugar, dado que é uma cidade repleta de línguas diferentes e de pessoas de todo mundo, sendo um município pequeno, ainda assim será necessário escolher entre duas alternativas: adquirir um passe de transporte ou um passe de atrações, ou mesmo nenhum passe.

São quatro alternativas:

O passe intitulado I Amsterdam City Card; os passes diários GVB; o passe Amsterdam Travel Ticket ou, como já foi citado, nenhum passe. Neste último caso, se o turista está hospedado em um hotel central é bem provável que o mesmo esteja disposto a caminhar muito pela cidade, mas também será possível optar pela aquisição de passagens avulsas de trem ou bonde; de ônibus ou metrô, se for necessário.


O roteiro:

Entre as grandes instituições estão a Casa de Anne Frank. Desde o mês de outubro do ano de 2017, o único modo de se poder visitar a Casa de Anne Frank se dá por meio da aquisição do ingresso online, além do agendamento do dia e hora.

O grande Museu Van Gogh também está dentro do mesmo esquema, com ingressos adquiridos antecipadamente e agendamento de dia e hora.

A instituição Rijksmuseum segue o mesmo padrão de visitas, ou seja, o turista pode evitar fila na bilheteria do Rijksmuseum, podendo encarar somente a fila da entrada, por meio da aquisição de um ingresso antecipado e agendamento de hora e dia;

Para entrar no Heineken Experience o procedimento é o mesmo. Pode-se encarar somente a fila da entrada, por meio da aquisição de um ingresso antecipado e agendamento de hora e dia.

A melhor maneira de curtir todo este roteiro, entre outros lugares, castelos, catedrais e paisagens, é ir com calma. Depois de um dia de passeio, vale a pena hospedar-se em qualquer um dos hotéis da cidade. Outra opção está em realizar um city-tour tradicional de barco, o chamado Canal Cruise. E isto é o só o começo.

É conhecida a expressão que diz que Amsterdã deve ser admirada navegando pelos seu canais.

Logo após os primeiros passeios por este tradicional município, por meio de um tour de barco, o turista poderá optar por um passeio na terra firme, pelos arredores, e experimentar um Bruin café. Conforme a língua local, a tradução literal pode ser 'bar marrom'. Este tipo de estabelecimento poder ser um equivalente holandês dos pubs ingleses, ou mesmo dos botecos tipicamente brasileiros. Portanto, se você está em Amsterdã, frequente os Bruins café, ou botecos de Amsterdã, e vais perceber a diferença de qualidade.

Assim, um itinerário básico pode abranger as seguidas paradas:

Todos os belos canais; a Casa de Anne Frank; as 9 Straatjies, ou 9 ruazinhas; o Museu da Casa-Barco; o Begijnhof; o Mercado de Flores; o Rembrandtplein; o cinema Tuschinski; visitar a Sinagoga Portuguesa; a grande Casa de Rembrandt; o Nieuwmarkt e até o famoso Bairro da Luz Vermelha.

Para fechar com chave de ouro, sublimando tudo, será possível realizar um bom passeio com um banquete indonésio.

Paulo Henrique dos Santos

Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *