Turismo na Ilha de Elba (Itália) – Dicas para Viagem





Confira aqui algumas dicas para sua viagem até a Ilha de Elba (Itália).

Que a Itália é um dos destinos que permeia os pensamentos da grande maioria das pessoas, isso não é nenhuma novidade. Mas, um fato curioso que vem acontecendo há alguns anos, é que os turistas estão buscando por lugares diferentes e estão saindo das tradicionais visitas a Roma, Milão e Turim. No texto de hoje, por exemplo, vamos falar de um território esplêndido, a Ilha de Elba, que está localizada na Toscana. Se você nunca ouvir falar ou quer saber mais a respeito desse lugar, as informações abaixo vão te apresentar as melhores dicas a respeito desse pedaço especial da Toscana.

Informações sobre a Elba, a temporada mais assertiva para conhecer essa região e também como desembarcar na ilha

Como explicado no parágrafo de introdução, a Ilha de Elba pertence à região da Toscana. Além disso, Elba figura na lista das cinco maiores ilhas italiana, no caso, ela está em terceiro lugar. A grande verdade é que conhecer Elba tanto no verão como no inverno é uma boa pedida, basta que o turista adapte seus passeios.




Mesmo assim, algumas pessoas que passaram alguns dias no local aconselham que a viagem seja marcada durante o meio do ano, a partir de maio até o mês de agosto ou setembro. Pois, assim se aproveita melhor os dias, já que o verão europeu tem a tendência de os dias serem maiores, ou seja, terem uma duração maior de luz natural.

Por fim, os visitantes não vão ter dificuldades para desembarcar na cidade. Uma vez que a Toscana em si já é bem localizada. E mais precisamente a Ilha de Elba conta com três portos, sendo eles: Rio Marina, Cava e Portoferraio.


Dicas para as pessoas que gostam de passeios ao ar livre

Não existe forma melhor para conhecer um determinado lugar do que explorar o ambiente fazendo programas ao ar livre. Uma vez que você conhece diferentes pontos turísticos, e claro, absorve a cultura que envolve o lugar. E com a Ilha de Elba essa ideia não é diferente. Pensando nisso, a primeira dica é preparar uma roupa leve e visitar o Monte Capanne. Para chegar até a parte mais alta do monte, os turistas contam com um teleférico. O visual é de tirar o fôlego e o visitante ainda vai ter a chance de ficar mais de 1000 metros acima do nível do mar. Outra opção também é o Parque Mineral da Ilha de Elba.

A Itália é conhecida por ter uma costa banhada por ilhas paradisíacas, com águas de cor clara, vegetação mais que exuberante. E a Ilha de Elba reúne todas essas características. Por isso, para aqueles que amam praia, algumas sugestões são: Cottoncello, Barabarca, dentre outras. Lembrando que é ainda é possível realizar viagens de barco nas praias.

Sugestões para os turistas que dão preferência por programas voltados para a história

Muitas pessoas não sabem, mas foi em Elba que Napoleão foi buscar abrigo durante o seu período de exílio, no século XIX. Durante a sua estadia na região, o imperador escolheu dois lugares para morar: a Villa San Martino e a Palazzina di Mulini. Hoje em dia, as duas construções reúnem um grande acervo histórico como mobílias, esculturas e tantos outros objetos da época. E a melhor parte da vista é que os turistas têm acesso a tudo isso por menos de € 10,00 e os locais ficam abertos durante a semana e também nos finais de semana. Para quem desejar conhecer um forte, construções muito comuns nas terras italianas, uma opção é o forte Stella. O preço também é fixado em menos de € 10,00.

Dicas gastronômicas na Ilha de Elba

Não é nem necessário entrar no mérito de como a gastronomia italiana é maravilhosa. Por isso, neste tópico vão ser citados dois restaurantes muito bons que ficam na Ilha de Elba, como: Ristorante Calanova e Pizzeria Elba d Italia. Neste tópico também vale um adentro, os turistas precisam passar algum tempo na Piazza Matteotti, uma das principais praças de Elba. Lá também se encontram diferentes tipos de comércios e outras atrações.

Neste texto foram apresentadas as principais sugestões de passeios turísticos pela Ilha de Elba. Quem sabe depois da leitura dele, você se anima e programe uma viagem para conhecer esse lugar paradisíaco, não é mesmo?!

Isabela Castro.

Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *