Integrante das conhecidas Cidades Históricas, Tiradentes chama a atenção do turista não por suas opções no comércio, restaurantes e afins. Na verdade, o local, por si próprio, é o grande chamariz.

Situada próxima a São João Del Rey, Ouro Preto e Mariana, Tirantes apresenta uma vasta história mineira, aquelas das boas, com muito ouro, guerras, religião etc. É no local, fundado em 1702 pelo inconfidente João de Siqueira Afonso, que se pode notar um belo conjunto de obras arquitetônicas, tombadas, então, pelo Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional (IPHAN).

Para se ter ideia, ou melhor, uma curiosidade, o anúncio de mortes na cidade acontece por meio de um, digamos, megafone, em frente à Matriz de Santo Antônio, uma das mais belas igrejas do circuito histórico mineiro. Nas ruas e vielas (feitas de paralelepípedos) o comércio é bem simples, mas de bom gosto, principalmente aos que adoram doces, queijos e outras especiarias.

Claro, não dá para deixar de citar um importante fato. O local é cidade natal de Joaquim José da Silva Xavier, ou simplesmente Tiradentes, o grande símbolo da Inconfidência Mineira.


Você já parou para pensar em como os costumes variam de um país para o outro?

Mas o que soa esquisito para nós, pode parecer a coisa mais natural do mundo para os outros. Como é o caso dos homens argentinos que se beijam no rosto, assim como as mulheres aqui no Brasil fazem ao se encontrarem, nada demais não é mesmo? Já os árabes andam de mãos dadas pelas ruas. Os turcos são mais ousados: Passeiam abraçados na maior alegria.

No Japão, o beijo de um casal de namorados durante um passeio na rua, é considerado uma ofensa daquelas, completa falta de respeito. O que pensar dos britânicos que adoram uma cervejinha quente? No Brasil, devem passar maus bocados ao receberem cervejas “estupidamente” geladas. E os jantares? Os americanos preferem jantar no início da noite, enquanto os espanhóis nesse momento ainda nem começaram a prepará-lo.  No México, a entrada da refeição são as frutas, isso mesmo, nada de saladas apetitosas.

Na França, as flores devem ser entregues em pequena quantidade e de preferência em número ímpar, para os franceses o exagero não é bom sinal. Portanto, quando estiver em outro país, e ver hábitos muito diferentes, pense que para eles deve ser algo tão comum, como é para nós brasileiros tomar cerveja gelada.





CONTINUE NAVEGANDO: