Bonito, conhecido município do Mato Grosso do Sul, conta com um belo circuito de cachoeiras, que constituem forte atrativo turístico da região.

De acordo com a Prefeitura de Bonito, são cinco os principais destinos que envolvem cachoeiras:

Um deles é o Parque das Cachoeiras, nele os visitantes podem fazer uma admirável caminhada pela mata ciliar do Rio Mimoso, indo ao encontro das famosas cachoeiras do local.

As Cachoeiras do Rio do Peixe, por sua vez, localizam-se na Fazenda Água Viva. Entre os atrativos do local estão: o almoço típico da região, a bela fauna, suas piscinas naturais, rios e, é claro, a rota das belíssimas cachoeiras.

Os atrativos da Estância Mimosa Ecoturismo estão além das cachoeiras. O local possui ainda uma plataforma de salto, pequenas grutas, passarelas suspensas, mirantes e um trecho de trilha percorrido através de barco a remo. Novamente, há oferta de almoço típico aos visitantes.

A estância Boca da Onça Ecotur conta com a cachoeira mais elevada do Mato Grosso do Sul, com 156 metros de altura.

Já a estância Ceita Corê (“Terra de meus filhos”, em Tupi-Guarani), é composta de cachoeiras, pequenas grutas, piscinas naturais, entre outros atrativos.

Para quem quer conhecer Bonito, o turismo nas cachoeiras é uma excelente opção para relaxar e admirar as maravilhas da natureza.

Por Laura Skws.


Do berço da Bahia saíram grandes nomes da música brasileira, como Caetano Veloso e Maria Bethânia. Ali, no meio do Recôncavo Baiano se esconde o rio Paraguaçu, que banha duas vizinhas bastante simpáticas: Cachoeira e São Félix.

Unidas por uma ponte de ferro de estilo inglês, as duas cidades possuem em suas ruas e prédios que contam uma parte da história do Brasil que não se vê muito nos livros. A cultura afro-brasileira tem muito espaço: muitos são os terreiros de Candomblé e o Samba de Roda é patrimônio cultural de grande destaque.

O paladar tem ali atrativos também fortes, como o peixe frito na beira do rio ou a carne do sol de Zé, na praça da Santa Casa, cujo maior segredo é o modo de preparo próprio do dono do restaurante.

Na Casa dos Liquores, deguste o liquor de café ou de tangerina. Para um fim de tarde e início de noite aos sábados, tem o Sambando na Palavra, no Pouso da Palavra, ateliê do jornalista e poeta Damário da Cruz. Lá você poderá ver obras de Artes Plásticas de artistas locais em exposição e aproveitar o agradável quintal ao som do Samba de Roda.

Por Christiane Falcão





CONTINUE NAVEGANDO: