O destino não foi muito procurado nos últimos anos, mais com investimentos em revitalização de patrimônios florestais e de construções antigas, a cidade de Rio Branco no Acre está começando a entrar no roteiro turístico de viagens pelo Brasil.

Se gostar de natureza, um dos pontos mais importantes da viagem é conhecer a árvore que marca a fundação da cidade, com mais de 20 metros de altura, ela permanece intacta desde 1882.

Além disso, podem-se encontrar diversos cenários de acontecimentos históricos e uma cultura totalmente preservada, com população que tem orgulho de sua história e que convida todos os turistas a entrar em contato com a natureza e a aprender a viver em harmonia com ela.

Por Susan Mélany

Na cidade de Cruzeiro do Sul, distante 672 km de Rio Branco, está situado o Parque Nacional da Serra do Divisor, com mais de 843 hectares. A área conta com 17 tipos de vegetação protegida e mais de 1.200 espécies de animais, sendo muitas dessas espécies endêmicas, ou seja, existentes apenas na região.

O Parque é uma das áreas mais biodiversas do país e do mundo, destacando-se a sua imensa variedade de palmeiras. No lugar, encontra-se ainda a Serra do Môa, ideal para os turistas aventureiros, uma vez que a sua mata permanece selvagem, sem nenhuma infraestrutura, mas com maravilhosas cachoeiras, cânions e rios cristalinos. Uma fonte térmica de águas sulfurosas completa o cenário paradisíaco da região.

Algumas sugestões para se hospedar:

Nosso Hotel (68) 3322.4798

Swamy Hotel (68) 3322.6166

Maria Rosas Hotel (68) 3322.2226


Xapuri está a 180 km de Rio Branco e oferece um passeio ao passado através das atrações do turismo cultural. O Museu do Xapury é um deles, o prédio onde está instalado foi construído em 1927, mas tornou-se museu apenas em 2005.

No Museu, encontram-se variados objetos e painéis que contam a história da região, principalmente o que se refere ao povo de Xapuri. Os painéis informativos exibem dados sobre o povoamento do município até os dias atuais, onde retratam com destaque o ambientalista Chico Mendes.

A sua casa é outro ponto turístico. Localizada no centro da cidade, a construção é de madeira e foi cenário do assassinato do também líder sindical. Em frente à casa, está situada ainda a Fundação Centro de Memória Chico Mendes.

Algumas dicas de pouso:

  • Hotel Guapindaia (68) 3223.6352?
  • Hotel Terra Verde (68) 3244.1703
  • Hotel Imperador Galvez (68) 3223.7027

A 680km de Rio Branco, está o segundo maior município do Acre, Cruzeiro do Sul. O acesso só é possível por via fluvial ou aérea e é conhecido com “Terra dos Nauas”, devido à tribo indígena que habitava a região.

A dois dias de Cruzeiro do Sul, está o Parque Nacional Serra do Dividor, que não está aberto à visitação, mas uma das atrações locais é o Rio Moa, navegável quase o ano todo. No local, encontra-se a floresta Amazônica, com sua incontável variedade de espécies.

O Rio Moa, situado entre os afluentes do Rio Juruá, desenha um traçado de curvas cheias de meandros e, mais adiante, um cânion belíssimo. No período das secas, aparecem corredeiras e cachoeiras.

Dicas de acomodação:

  • Hotel dos Viajantes (68) 3322.2226
  • Savone Hotel (68) 3322.2349
  • Swamy Hotel (68) 3322.6166

Se você quer aventurar-se em um lugar ainda pouco explorado pelo homem, aproveite Cruzeiro do Sul.





CONTINUE NAVEGANDO: