Pontos Turísticos de Buenos Aires



  

Pensando em fazer uma viagem ao exterior? Ou é a primeira vez que gostaria de sair do Brasil? Países próximos, como Uruguai, Paraguai, Colômbia e Argentina podem ser uma rota barata e fácil. Nossos companheiros latinos têm um carinho e vontade inegável de ajudar os brasileiros e, mesmo que você não domine o espanhol ou enrole no "portunhol", não haverá problemas em se comunicar.

Outro ponto que torna essas viagens fáceis e simples é a não necessidade de passaporte. Somente com a carteira de identidade brasileira (renovada a menos de 5 ou 10 anos) já é possível passar sem problemas pela imigração.

A Argentina é, sem dúvidas, um dos principais destinos de brasileiros na América do Sul. Buenos Aires, a capital dos nossos "hermanos" é, então, vista como ponto de partida dessa aventura de conhecimentos e de identificação com o povo argentino. Não é necessário entender de futebol para saber que a principal rivalidade do Brasil no esporte é a seleção Argentina.

Para os argentinos, é tudo besteira! Tratam os brasileiros como se fossem, de fato, irmãos ou mesmo nativos do país. Salvo em raras exceções, é bem fácil se comunicar no país, pedir informações, almoçar, jantar ou simplesmente pegar um táxi. Além disso, as passagens em épocas de baixa temporada são baratas: é possível encontrar passagens aéreas a R$ 434,00 para uma viagem de 7 dias em maio, saindo de São Paulo. A cotação do peso argentino com o real brasileiro favorece: R$ 1,00 pode ser trocado por até $2,40 pesos argentinos. A locomoção na capital é muito barata

Montar um roteiro básico é essencial. Alguns locais são pontos-chave para se conhecer em Buenos Aires:

– A Casa Rosada, sede do governo argentino





– Puerto Madero, o porto da capital.

– Carminito e La Boca, o famoso bairro onde se localiza o estádio do Boca Juniors (la cancha del Boca)

– Avenida 9 de Julio

– Palermo e La Recoleta

– Casas de churrasco (asado, como se diz por lá) e saborear os deliciosos alfajores

Demais informações podem ser encontradas no site Oh!Buenos Aires (em português).



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *